sábado, 30 de novembro de 2013

SEGUNDA NOITE DE NOVENA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO - PENTECOSTE - 2013

Professor Valdeni Cruz

Hoje, 30 de Novembro, (sábado) - Segunda Novena 


Pe. David - Imagem ilustrativa
18:00h -  Santo Terço - Responsável: Marcolina
Noitários: Pastoral da Juventude, Pastoral da Criança, Correios, Sindsep (Sindicato dos Servidores Públicos de Pentecoste) e Comunidade: Núcleos C,D,E,F
Presidente: Pe. Eugênio - Itapajé
Coral - Santa Rita.

Participe deste grande momento de evangelização de Nossa Igreja em Pentecoste.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

INICIA-SE SO NOVENÁRIOS DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO - PENTECOSTE - 2013

Professor Valdeni Cruz

FESTA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO PENTECOSTE - CEARÁ
PERÍODO: 28 DE NOVEMBRO A 08 DE DEZEMBRO DE 2013



TEMA: "COM MARIA NOS PREPARAMOS PARA CELEBRAR OS 150 ANOS DE CAMINHADA DA FÉ"
do Gado 

HOJE, 28 DE NOVEMBRO, ABERTURA DA FESTA.

18:00h - Santo terço - Responsável: Gleydson
18:30h - Moto carreata saindo da Capela de N. Sra. de Fátima até a Igreja Matriz, onde haverá o hasteamento da Bandeira e Missa.
Notários: Equipe de Liturgia e Comunidade Várzea do Gado e representação da demais comunidade.
Presidente: Padre Marcílio- São Gonçalo do Amarante.
Coral: Mnino Jeus de Praga - Várzea


quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Evangelho de hoje, 27 de Novembro de 2013

Evangelho (Lc 21,12-19)


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 12“Antes que estas coisas aconteçam, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e postos na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. 13Esta será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé. 14Fazei o firme propósito de não planejar com antecedência a própria defesa; 15porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. 16Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. E eles matarão alguns de vós. 17Todos vos odiarão por causa do meu nome. 18Mas vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça. 19É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida!

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Confiar em Deus - Papa orienta cristãos a fazerem escolhas definitivas, a exemplo dos mártires

Mesmo em situações limite na vida, Francisco destacou a necessidade de confiar em Deus
Da Redação, com Rádio Vaticano
Papa orienta cristãos a fazerem escolhas definitivas, a exemplo dos mártires
Papa destacou a necessidade de optar sempre por Deus, mesmo em situações limite / Foto: L’Osservatore Romano
Confiar em Deus mesmo nas situações limite. Na Missa desta segunda-feira, 25, na Casa Santa Marta, Papa Francisco destacou que os cristãos são chamados a fazer escolhas definitivas, a exemplo dos mártires.
As reflexões partiram de duas figuras apresentadas nas leituras do dia: os jovens judeus escravos e a viúva que foi ao templo adorar o Senhor. Em ambos os casos, Francisco observou que há uma condição limite – a viúva em miséria e os jovens na escravidão – mas escolheram Deus. A viúva entregou tudo o que tinha ao templo e os jovens permaneceram fiéis ao Senhor mesmo arriscando a vida.
“Todos os dois – a viúva e os jovens – arriscaram. Em seu risco, optaram pelo Senhor, com um coração grande, sem interesse pessoal, não tiveram uma atitude mesquinha. Confiaram em Deus e o fizeram porque sabiam que o Senhor é fiel”.
O Pontífice acrescentou que esta confiança levou-os a fazer a escolha por Deus. Ele recordou o exemplo dos mártires e de tantos cristãos perseguidos, pessoas que vivem em situações limite, mas fazem esta mesma escolha. “Eles são um exemplo para nós e nos encorajam a jogar no tesouro da Igreja tudo aquilo que temos para viver”.
Concluindo a homilia, o Papa lembrou que Deus ajuda as pessoas a saírem dessas situações de dificuldades. Ele citou ainda o exemplo de tanto pais e mães que todos os dias fazem escolhas definitivas para levar adiante sua família.
“Isto é um tesouro na Igreja. Eles nos dão testemunho e diante disto peçamos ao Senhor a graça da coragem de seguir adiante na nossa vida cristã, nas situações habituais, comuns, de cada dia e também nas situações limite”.

Evangelho do dia de hoje, 25 de Novembro de 2013

Evangelho (Lc 21,1-4)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus ergueu os olhos e viu pessoas ricas depositando ofertas no tesouro do Templo. 2Viu também uma pobre viúva que depositou duas pequenas moedas. 3Diante disso, ele disse: “Em verdade vos digo que essa pobre viúva ofertou mais do que todos. 4Pois todos eles depositaram, como oferta feita a Deus, aquilo que lhes sobrava. Mas a viúva, na sua pobreza, ofertou tudo quanto tinha para viver”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Auditor de fraude no ISS diz que gastava R$ 10 mil com garotas de programa

Em entrevista na TV, Luis Alexandre Cardoso Magalhães revela também que construtoras procuravam auditores para integrar quadrilha

Agência Estado
Reprodução
Luis Alexandre Cardoso Magalhães, envolvido na Máfia do Imposto sobre Serviços (ISS)
O auditor fiscal Luis Alexandre Cardoso Magalhães, primeiro envolvido no caso da Máfia do Imposto sobre Serviços (ISS) a aceitar a delação premiada, afirmou hoje que as construtoras envolvidas no escândalo eram as responsáveis por procurar os auditores acusados de integrar a quadrilha. Na mesma entrevista, concedida ao programa Fantástico, da Rede Globo, Magalhães desconversou sobre o envolvimento de políticos no esquema e revelou como gastava o dinheiro que arrecadava com o esquema.
"Quem queria participar, procurava a gente. A construção civil sabia quem ia ser o chefe do setor antes mesmo de ser nomeado", revelou Magalhães, descartando a teoria de que as construtoras eram "vítimas" de um sistema organizado pelos auditores. Além de Magalhães, Carlos Augusto di Lallo Leite do Amaral, Eduardo Horle Barcellos e Ronilson Bezerra Rodrigues, apontado como o chefe da quadrilha, também têm seus nomes envolvidos no escândalo.
"Tinha obra que devia muito, então eles já sabiam como funcionava e sugeriam participar daquela situação (esquema)", complementou o auditor fiscal. Muitas vezes, segundo o auditor, as construtoras pagavam apenas a metade do que deviam aos cofres públicos. E, desse montante, apenas uma parte era recolhida como imposto. O valor restante, caracterizado como propina, era dividido em quatro partes. Com essa divisão, cada auditor chegava a receber entre R$ 30 mil e R$ 70 mil por semana.
As investigações apontam que, além de pagarem valores inferiores aos estabelecidos, o esquema liderado por Rodrigues zerava dívidas Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), ocultava reformas de grandes empreendimentos do cálculo do tributo e até rebaixava o padrão de construções de luxo para diminuir o valor venal do imóvel. Estima-se que o rombo aos cofres do município tenha somado R$ 500 milhões em valor que teria deixado de ser arrecadado entre 2007 e 2012.
Perguntado sobre a participação de políticos no esquema e o financiamento de campanhas, Magalhães desconversou. "Minha participação era até o subsecretário. Não tinha contato no dia a dia com o subsecretário para saber com quem ele se relacionava", disse Magalhães em referência a Rodrigues, ex-subsecretário da receita municipal.
Magalhães também reiterou informação dada ao Ministério Público Estadual de que teria levado dinheiro ao prédio da prefeitura de São Paulo, mas negou a existência de uma conta em seu nome em Miami, nos Estados Unidos. Perguntado se estava arrependido de ter se envolvido no esquema, o auditor afirmou que não sabia responder à pergunta. "A ficha não caiu", disse.
Luxo
Na entrevista, o auditor fiscal afirmou que se tornou compulsivo por sexo e que, por isso, chegou a gastar R$ 10 mil por noite principalmente com a contratação de garotas de programa. Magalhães, que possuía uma lancha, levou acompanhantes para passeios na embarcação e também em um bimotor particular alugado.
Quando perguntado se devolveria a quantia recebida sob a forma de propina, caso isso fosse possível, o auditor deixou claro qual foi o destino da maior parte do dinheiro: "Não teria como. Só se eu bater na porta de um monte de moça para tentar devolver.

domingo, 24 de novembro de 2013

A CORRUPÇÃO NO BRASIL - VIROU PIADA

Professor Valdeni Cruz


Infelizmente no Brasil os corruptos não têm mais nenhuma cerimônia em revelarem que são realmente corruptos.  Hoje, no fantástico, em uma entrevista com um dos corruptos confessos de desvios de dinheiro da ordem de mais de 500 milhões de reais da Prefeitura de São Paulo, diz friamente que gastou muito dinheiro com prostitutas e com mordomias as mais caras. Ele conta tudo como se fosse algo sem nenhum prejuízo para a nação. Mas fiquei pensando: esse descaramento só acontece porque durante a sua vida toda presenciou esse tipo de coisas. O Brasil é um país onde a corrupção está entranhada em grande parte do imaginário das pessoas. É comum ouvirmos as pessoas dizendo que se tivesse oportunidade fariam a mesma coisa. Quase todos os dias assistimos nos jornais reportagens como estas de hoje do fantástico, aonde o dinheiro público vai pro ralo; onde este ou aquele representante político ou aqueles servidores público estão envolvido em algum tipo de corrupção.
Se as coisas continuarem assim onde vamos parar? Vamos ter que concordar com eles e dizer que não tem jeito ou temos que dizer que este país é uma piada e que nossos políticos, nosso sistema judiciário é uma merda...?

Que país é esse que não pune exemplarmente esses ladrões de dinheiro público? Que tipo de punição merece esse tipo de gente que rouba o dinheiro do povo, da saúde, da educação, da moradia, do saneamento básico...?

A meu ver e no meu singelo e humildade conhecimento sobre justiça e julgamento, penso: pra que perder tempo com esses bandidos para se provar que eles são corruptos e mandar pra cadeia? Na cadeia eles vivem nas regalias que todo mundo sabe. Uma forma de puni-los deveria ser a perda de todos os bens que possui; todas as oportunidades de concorrer e de assumir cargos públicos pro resto da vida, bem como devolver tudo o que roubou em dobro. Declarar para toda a sociedade como alguém que lesou o país. Todos os brasileiros deveriam ficar sabendo em rede nacional, lida por homens da Lei, que aquele sujeito (os) cometeu um crime hediondo contra toda a nação, que, portanto, deve ser punido exemplarmente para que outros não repitam os mesmo feitos.

Penso que seja urgente uma tomada de posição da sociedade contra situações como estas. Sinto-me como humilhado diante de situações como esta, onde vejo tantos homens e tantas mulheres trabalhando arduamente para cuidar de suas famílias e honrar este e, por lado, vejo tudo sendo destruído por aqueles que deveriam usar os recursos públicos para engrandecer esta nação sendo jogados fora e gastos por ladrões da pátria.


Este é nosso Brasil.  

Papa Francisco - No encerramento do Ano da Fé, Papa destaca a centralidade de Jesus na vida do homem

Francisco afirmou que a atitude de quem crê é reconhecer e aceitar Jesus no centro de sua vida
Jéssica Marçal
Da Redação
1012788_10201926125127312_1570844198_n
Papa Francisco com urna dos restos mortais de S. Pedro / Foto: Clarissa Oliveira-CN
Terminou neste domingo, 24, o Ano da Fé, proclamado pelo Papa Emérito Bento XVI. Após pouco mais de um ano dedicado a reflexões e amadurecimento da fé católica, o encerramento do período foi marcado pela celebração eucarística presidida pelo Papa Francisco na Praça São Pedro, no Vaticano.
O ponto chave da homilia do Santo Padre foi a centralidade de Jesus Cristo na criação, na vida do povo e na história. Assim sendo, a atitude que se espera daquele que crê é, segundo o Papa, esse reconhecimento e essa aceitação.
“Reconhecer e aceitar na vida esta centralidade de Jesus, nos pensamentos, nas palavras e nas obras. Assim, nossos pensamentos serão cristãos, pensamentos de Cristo. As nossas obras serão obras cristãs. As nossas palavras serão cristãs”, disse.
Porém, quando se perde este centro, as consequências são danos ao homem e ao ambiente que o rodeia. O Pontífice recordou que Cristo é justamente o irmão a partir do qual se constituiu o povo e Aquele que cuidou do povo entregando sua própria vida. “Nele, nós somos um só povo. Unidos a Ele, partilhamos um só caminho, um só destino. Somente Nele, Nele como centro, temos a identidade como povo”.
E tendo em vista esta centralidade de Jesus, o Papa disse que tudo pode ser referido a Ele, tanto as alegrias e esperanças como as tristezas e os momentos mais sombrios. Como exemplo, ele citou a atitude de Jesus com o ladrão no Evangelho de hoje.
“Jesus anuncia apenas a palavra do perdão, não a da condenação. Quando o homem tem coragem de pedir este perdão, o Senhor não deixa nunca de responder”.
Papa Francisco entrega sua primeira Exortação Apostólica "Evangelii Gaudium" durante encerramento do Ano da Fé - Foto: Clarissa Oliveira/CN-Roma
Papa Francisco entrega sua primeira Exortação Apostólica “Evangelii Gaudium” durante encerramento do Ano da Fé – Foto: Clarissa Oliveira/CN-Roma
Logo no início da homilia, o Papa dirigiu seu pensamento carinhoso e repleto de reconhecimento a Bento XVI, que institui o Ano da Fé dando esse presente para a Igreja. Ele também saudou os patriarcas e arcebispos maiores das Igrejas católicas orientais presentes na celebração.
“O abraço da paz que trocarei com eles quer significar o reconhecimento do Bispo de Roma por essas comunidades. (…) Com esse gesto, pretendo alcançar todos os cristãos que vivem na Terra Santa, na Síria e em todo o Oriente, a fim de obter para todos o dom da paz”.
A Missa de encerramento do Ano da Fé aconteceu no dia em que a Igreja celebra a festa de Cristo Rei. Entre os momentos marcantes, estiveram a exposição, pela primeira vez, das relíquias de São Pedro, a coleta em prol dos atingidos pelo tufão nas Filipinas e a entrega simbólica da Exortação Apostólica “Evangelii Gaudium, primeira do pontificado de Francisco. 

Evangelho deste Domingo, 24 de Novembro de 2013

Evangelho (Lc 23,35-43)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 35os chefes zombavam de Jesus dizendo: “A outros ele salvou. Salve-se a si mesmo, se, de fato, é o Cristo de Deus, o Escolhido!”
36Os soldados também caçoavam dele; aproximavam-se, ofereciam-lhe vinagre, 37e diziam: “Se és o rei dos judeus, salva-te a ti mesmo!”
38Acima dele havia um letreiro: “Este é o Rei dos Judeus”.
39Um dos malfeitores crucificados o insultava, dizendo: “Tu não és o Cristo? Salva-te a ti mesmo e a nós!”
40Mas o outro o repreendeu, dizendo: “Nem sequer temes a Deus, tu que sofres a mesma condenação? 41Para nós, é justo, porque estamos recebendo o que merecemos; mas ele não fez nada de mal”. 42E acrescentou: “Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reinado”.
43Jesus lhe respondeu: “Em verdade eu te digo: ainda hoje estarás comigo no Paraíso”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

INFORMAÇÕES DO TCE - MUNICÍPIO DE PENTECOSTE

PARA OS QUE GOSTAM DE FICAR INFORMADOS E SABER DE DADOS VERDADEIROS, DISPONHAM LEIA TUDO E SE INFORME. ESSES SÃO DADOS OFICIAIS. NÃO ES...