sexta-feira, 10 de julho de 2015

Sindsep e Comissão de Educação da Câmara Municipal de Pentecoste se reúne na Manhã desta sexta-feira

Professor Valdeni Cruz

Pauta de Discussão do Representante do Sindsep com a Comissão de Educação da Câmara dos Vereadores - Pentecoste - CE


  • PCC do Magistério (Uma lei que apesar de injusta, ainda é descumprida 
  • Terço de Planejamento
  • Direitos descumpridos ao longo do tempo

Estiveram nesta reunião o Vereador Daniel Gomes, Célio Campelo, Gardel Paiva e Roberto Leite e Representante do Sindsep, Professor Valdeni Cruz



No capitulo II do PCCR Art. 5º diz que o Plano de Carreira e Remuneração do Magistério objetiva a profissionalização e a valorização do profissional do Magistério, bem como a melhoria do desempenho e da qualidade dos serviços de educação prestados à população e, ainda, eficácia e a continuidade da ação administrativa, através das seguintes ações:



I-                   Restabelecer a carreira do magistério através de uma estrutura compatível com o nível organizacional da Secretaria de Educação, e adotar mecanismos que regulem a evolução funcional dos seus integrantes;
II-                Adotar princípios de habilitação, titulação do mérito e da avaliação de desempenho para o desenvolvimento da carreira;
III-              Manter corpo profissional de alto nível, dotado de conhecimentos, valores e habilidades compatíveis com a responsabilidade político-institucional da Secretaria de Educação;
IV-             Integrar o desenvolvimento profissional de seus servidores ao desenvolvimento da educação do município

Descumprimento do PCC do Magistério

 Desde 2010, com a aprovação do novo PCC, nenhum professor ascendeu na Carreira pela via Não Acadêmica aqui em Pentecoste.
Mudança de referencia que deveria ter ocorrido em 2013, por meio de uma avaliação de desempenho, não ocorreu.
A inexistência da Comissão de Educação que deveria existia desde 2010 por ocasião da Aprovação do PCC (120 dias depois)
 Prejuízos financeiros para quem estuda, faz especialização e se habilita em alguma área especifica.
Caso ele esteja na Referência II, III ou IV e entregar o seu Diploma, mudará de classe, para a Básica II ou III, mas ao mesmo tempo, descerá de referência. Desse modo, as pessoas que estão adquirindo uma nova formação (habilitação), não entregam suas habilitações, pois se entregarem, em vez de melhorarem seus salários, passam a sofrer prejuízos, visto que quem está na referencia III, por exemplo, vier a entregar o seu Diploma para a mudança de classe, receberá uma mixaria por um lado e perderá bem mais pelo outro, pois se o profissional desce duas referências, o que aumentou de um lado é retirando do outro.
 A comissão está em processo de elaboração dos instrumentais de avaliação e se vier a concluir os trabalhos, pelos menos 40% dos profissionais ficar sem ascender na carreira por mais 3 anos

Além do Problema com o PCCR também temos direitos garantidos na Lei Orgânica que vem sendo descumprido a muito tempo. Leia abaixo:

Outro ponto importante se trata do Qüinqüênio e Licença Prêmio dos Profissionais do Magistério que é garantido na Lei Orgânica Art, 119. XIII – LICENÇA DE TRÊS MESES, APÓS A IMPLEMENTAÇÃO DE CADA 5 ANOS DE EFETIVO EXERCÍCIO. Já sobre os Qüinqüênios, encontra-se na referida Lei, Art. 120, XII – É ASSEGIURADO A TODO SERVIDOR PÚBLICO A GRATIFICAÇÃO ADICIONAL POR TEMPO DE SERVIÇO, À RAZÃO DE 5% (CINCO POR CENTO) POR QUINQUÊNIO DE SERVIÇO PÚBLICO, ELEVANDO-SE DE IGUAL PORCENTAGEM A CADA PERÍODO DE 5 ANOS, ATÉ O LIMITE MÁXIMO DE 35% (TRINTA E CINCO POR CENTO)   e que  foi tirado arbitrariamente pelo ainda Prefeito Antonio Carneiro, justiçando que os Professores estavam recebendo muito Dinheiro por causa do Fundef na época.

Sobre o qüinqüênio e Licença Prêmio, o Sindicato procurou os meio legais e judiciais para resolver o problema até agora sem solução. Primeiro entrou na justiça local; depois procurou a Procuradoria Regional do Trabalho, em 2012, que chamou as parte para um acordo. A prefeitura, entretanto, mesmo reconhecendo o Direito, disse não ter condições de arcar com o ônus financeiro. Desse modo, não conseguimos êxito. Assim, o sindsep continua com o processo na Justiça.

Terço de Planejamento do Professores

Outro Problema, que ainda não está resolvido, trata-se do terço de planejamento que o Sindicato já esteve varias vezes reunido com a Secretária de Educação para solucionar o restante do problema, pois em muita escolas já está sendo cumprido. Percebemos, portanto, que esta havendo discriminação para os servidores que ainda não estão usufruindo desse direito.

FUNDEB

O fato de não colocar disponibilidade de recursos no orçamento para este fim também pode vir a ser um impedimento, pois pode-se justiçar que não há recursos disponíveis.
 Recursos do FUNDEB que entram como complementação que deveriam  servir para cumprir com estes direitos




Encaminhamentos da Comissão

Audiência Pública
Aprovação de emendas na Câmara para voltar a valer a mudança de referência como era até aprovação do plano em vigor desde 2010
Pedido de intervenção no ministério publico
 Paralisação ou Estado de Greve proposta pelo Sindicato dos servidores

  outros

Convocamos a todos para unir forças e fazer valer os nossos direitos. Este é o momento certo para correr atrás do que é seu. Saiba não existe bondade por parte de nossos governantes. Tudo o que se ouve da parte deles é demagogia. Portanto, seja protagonista de sua própria história

quinta-feira, 9 de julho de 2015

EDUCAÇÃO VEM DE CASA? Professores se sentem obrigados a cumprir funções antes delegadas aos pais


As más condições de trabalho às quais os professores são submetidos é apontada como uma das principais pautas rumo à melhoria da educação. Além da questão salarial e da falta de recursos nas escolas, outra reclamação frequente dos docentes é a pouca participação dos pais na rotina escolar das crianças.
Creative Commons
Exigência é que professores não ensinem apenas conteúdo, mas também valores morais

Um estudo feito produzido pela pesquisadora Elaine Cristina Mourão, da FE (Faculdade de Educação) da USP, concluiu que a dificuldade dos pais imporem autoridade perante seus filhos é um fator que pode afetar o ensino, fazendo com que professores enfrentem situações de mau-comportamento e desobediência, além de se sentirem excessivamente responsáveis pelo desempenho dos alunos.
Com o objetivo de entender, através da psicanálise, algumas das queixas compartilhadas pelos educadores, a pesquisa entrevistou professoras que atuam no ensino fundamental I. Elaine, que também é professora desta etapa escolar, afirma que indivíduos do século 21, como reflexo da sociedade em que vivem — chamada de pós-moderna por alguns autores —, primam mais pelos prazeres próprios do que pelas obrigações sociais. É o que a psicanálise chama de “funcionamento perverso”. “Não há um encontro pleno entre o que as pessoas desejam e o que a sociedade espera”, explica a pesquisadora.
Devido ao funcionamento perverso, os indivíduos se acostumam a obter sempre o que querem, e um dos resultados desse comportamento é a chamada “crise de legitimidade”. Nesse contexto, adultos têm mais dificuldade em dar ordens às crianças, e estas, por sua vez, relutam em obedecer aos comandos.
Segundo Elaine, tal situação vem se repetindo também em ambiente escolar. “Uma das questões que os professores destacam é que as crianças não obedecem mais”, afirma a pesquisadora. “Se na cena familiar as crianças acabam reinando, e se seus desejos e necessidades acabam se tornando algo que vence, elas esperam que isso ocorra também na escola”.
Os relatos das professoras entrevistadas reafirmam esse ponto. “As professoras destacam que falar com os pais de uma criança, hoje, não resolve muita coisa, porque os pais têm essa dificuldade em colocar limites”, diz. Tal situação intensifica o mau-comportamento dos alunos, e faz com que os professores passem mais tempo intermediando conflitos do que, de fato, ensinando o conteúdo previsto.
Educação X Ensino
O estudo também ressalta que a sociedade pós-moderna, através do discurso técnico-científico, exige que os professores não só ensinem os conteúdos escolares aos alunos, mas que também se ocupem de sua educação, ou seja, da transmissão de valores.
Contudo, Elaine aponta que essa missão dupla vem se tornando um fardo muito grande para os docentes. “As professoras se queixam de que estão perdendo muito tempo com educação. E quando elas falam educação, se referem a essas coisas básicas, de que as crianças não sabem se sentar a mesa, não sabem ouvir as pessoas, não conseguem fazer silêncio”, diz.
É o que mostram alguns dos relatos presentes na pesquisa de Elaine. “Tem problemas de comportamento, que são crianças totalmente sem limites. Apoio e participação dos pais muito pouco, né”, aponta a professora Fernanda, uma das profissionais entrevistadas.
Para a pesquisadora, o fato de os pais trabalharem mais fora de casa e terem menos tempo disponível para participar da vida dos filhos é um dos fatores que agravam esse quadro.
Entretanto, muitos professores se queixam de que alguns pais, mesmo não trabalhando, escolhem se afastar da vida escolar das crianças, ou não concordam quando os professores cobram os filhos de forma mais rígida. O relato da professora Sandra, também entrevistada por Elaine, aborda essa questão.
“Não posso fazer praticamente nada. [...] Se você fala pra ele [o aluno]: ‘você não fez, você bagunçou, você vai ficar sentado’, tem pai e mãe que vem questionar. Mas o aluno pode derrubar sala, quebrar cortina, fazer o que quiser. Então, fica muito complicado”, relatou Sandra.
Outro aspecto abordado pelos professores é o desinteresse dos alunos pela escola. O discurso técnico-científico cobra dos professores o sucesso escolar dos estudantes, mas deixando de lado o papel do próprio aluno — e, consequentemente, de seus familiares — nesse processo.
Assim, os professores são obrigados a tentar conquistar a criança, convencendo-a da importância do aprendizado e tornando o conteúdo mais atrativo. Para isso, os docentes utilizam-se dos chamados “meandros da sedução”. “Os professores vão transformando a aula, fazendo negociações, contratos, tentando transformar a aula num show para conquistar os alunos”, diz Elaine. “O ensino deixa de ter sentido enquanto algo que engata no desejo do ser humano, e passa a ser algo que tem que atender a uma necessidade motivacional”.
De acordo com os educadores, os pais não auxiliam na tarefa de mostrar aos pequenos o respeito pela escola. “Antes os pais conseguiam fazer com que as crianças chegassem na escola e entendessem que ali é um lugar que elas deveriam ir para aprender. Mas hoje, as crianças vão para a escola com outras demandas”, afirma a pesquisadora.
Contudo, o estudo ressalta que a culpa pelos conflitos escolares não cabe apenas aos familiares, mas a toda a estrutura da sociedade pós-moderna, que não só torna mais conflituosas as relações de obediência, como determina à escola mais funções do que aquelas que são de sua responsabilidade.
“Antigamente, a escola era conteúdista, porque a educação ficava a cargo dos pais”, comenta a professora Raquel, também entrevistada na pesquisa. “Hoje em dia, tudo vem pra educação, todo projeto que a sociedade acha que ta tendo problema, vem pra educação”.
Fonte: http://painelacademico.uol.com.br/painel-academico/4647-professores-se-sentem-obrigados-a-cumprir-funcoes-antes-delegadas-aos-pais

terça-feira, 7 de julho de 2015

MEC lança consulta pública sobre política de formação dos profissionais da educação



O Ministério da Educação publicou em seu site, no fim do mês de junho, consulta pública para receber sugestões para a formulação do decreto de criação da Política Nacional de Formação dos Profissionais da Educação Básica. O objetivo é ouvir a sociedade na elaboração de uma política que fortaleça o regime de colaboração entre o poder público federal, estadual e municipal.

A proposta é implementar uma nova forma de gestão da formação dos profissionais da educação básica, integrando os programas federais e as ações já desenvolvidas nos estados e municípios. A integração de diferentes esferas do poder público faz parte da Meta 15 do Plano Nacional de Educação (PNE - Lei 13.005/2014) para a implantação de uma política nacional de formação dos profissionais da educação.
Os interessados em contribuir têm prazo até o dia 23 de julho para enviar, por meio da página da consulta pública no PDE - Interativo, sugestões e críticas ao texto base. Podem participar pessoas físicas, órgãos, entidades e instituições públicas e privadas.

Acesse a página da Consulta Pública no PDE - Interativo

Última atualização: 07/07/2015 às 14:47:30

POLÍTICA NACIONAL DE FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO BÁSICA


A Meta 15 do Plano Nacional de Educação (PNE-Lei 13.005/2014) exige que as diferentes esferas do poder público atuem em conjunto para garantir a implantação de uma política nacional de formação dos profissionais da educação. Em um país federativo, política nacional se constrói com acordo, pactuação e compromissos comuns; este foi o caminho escolhido pelo Ministério da Educação.
A minuta aqui submetida à consulta pública tem características que fortalecem o regime de colaboração. A proposta reafirma princípios e objetivos comuns, focados no compromisso com um projeto social, político e ético que contribua para a consolidação de uma nação soberana, democrática, justa, inclusiva e que promova a emancipação dos indivíduos e grupos sociais. Além disto, reafirma também o papel central dos Fórum Estaduais Permanentes de Apoio à Formação dos Profissionais da Educação Básica e as decisões conjuntas e pactuadas em um Comitê Gestor, que deve contar com a participação de representantes do Ministério da Educação, dirigentes municipais e estaduais de educação, profissionais da educação básica e entidades científicas.
A implantação desta nova forma de gestão política da formação dos profissionais da educação básica exigirá maior integração dos programas federais, maior interação com ações já desenvolvidas nos estados e municípios e principalmente, disposição de todos para o diálogo e a negociação. Os compromissos dos dirigentes, das instituições e dos profissionais serão ainda mais evidenciados, e portanto, mais visíveis para o monitoramento da sociedade. Trata-se de um exercício que deverá ser comum no Sistema Nacional de Educação (SNE) a ser instituído.
Considerando que as discussões sobre o desenho do Sistema estão em curso, a proposta é que a minuta aqui apresentada, depois de melhorada, seja publicada em forma de Decreto. Enquanto a agenda instituinte do SNE se desenvolve nos próximos meses, a política de formação (que é parte estruturante do Sistema a ser instituído), vai sendo exercitada e qualificada para que, ao se fortalecer, possa ser definitivamente incorporada à proposta de Sistema que se desenhar.
A expectativa do Ministério da Educação, portanto, é que a presente proposta, ao ser implantada em consonância com as metas e estratégias do Plano Nacional de Educação, torne mais orgânicas as ações de formação dos profissionais da educação básica no Brasil. Assim, certamente ajudará a pavimentar, de forma concreta e dialogada, o caminho de instituição do Sistema Nacional de Educação.
Fonte: http://pdeinterativo.mec.gov.br/consultapnf/

40% DOS CONSELHOS DO FUNDEB ESTÃO IRREGULARES NO CEARÁ


O FATO DE ESTAREM IRREGULARES NO CEARÁ É SINTOMA DO DESVIO DE VERBAS DO FUNDEB E EM PARTE É CULPA DA FETAMCE QUE NÃO CUMPRE SEU PAPEL INTERMUNICIPAL



Imagem do Google



O QUE ESTÁ POR TRÁS DE TANTOS CONSELHOS DO FUNDEB IRREGULARES NO BRASIL E NO ESTADO DO CEARÁ: Os conselhos do Fundeb são ferramentas de democracia participativa em que teoricamente a população de cada cidade, cada Estado da Federação, teria instrumento de fiscalizar a boa aplicação das verbas do Fundeb, que deveriam ser aplicadas teoricamente na política educacional. GARANTINDO POLÍTICA EDUCACIONAL DE QUALIDADE E MORALIDADE A PARTIR DA CORRETA APLICAÇÃO  DAS VERBAS DO FUNDEB. Verificar se no mínimo 60% do Fundeb estariam sendo aplicados, como remuneração para os professores - PRINCIPAL FERRAMENTA DA POLÍTICA EDUCACIONAL - bem como observar a correta aplicação do restante de tal verba. SERIA FORMA DA SOCIEDADE CIVIL, DAS PESSOAS EXERCEREM A CIDADANIA E CONTROLAREM OS GASTOS COM EDUCAÇÃO, A EFICÁCIA DA POLÍTICA EDUCACIONAL, GARANTINDO A TRANSPARÊNCIA, EVITANDO ABUSO DOS PREFEITOS E GOVERNADORES.  Além do poder de denunciar desvios junto ao Ministério Público e tribunais de conta. SERIA... SERIA... SERIA... CONTINUA SENDO E TALVEZ NEM MAIS FICARÁ NO SERIA... pois  os Conselhos do Fundeb e Conselheiros têm sofrido todo tipo de sabotagem. Só alguns exemplos de práticas de prefeitos, que também são práticas de governadores:

1) ELEGEM A MAIORIA DOS MEMBROS DO CONSELHO DO FUNDEB;
2) A MAIORIA GOVERNISTA DE CONSELHEIROS ASSINA ATA DE REUNIÕES QUE NEM ACONTECERAM;
3) CARGOS COMISSIONADOS LIGADOS AOS GOVERNOS CONTROLAM A MAIORIA DOS CONSELHOS;
4) CONSELHEIROS AUTÔNOMOS SÃO PERSEGUIDOS;
5) CONSELHEIROS NÃO RECEBEM TREINAMENTO ADEQUADO PARA DESEMPENHO DE SUAS FUNÇÕES;
6) GOVERNOS NÃO ENVIAM DOCUMENTOS DEVIDOS AOS CONSELHOS, QUE SEQUER TEM ACESSO A DADOS E COMO FISCALIZAR;
7) OS CONSELHOS NÃO TÊM LOCAL ONDE TRABALHAR;
8) A MAIORIA DOS CONSELHEIROS ASSINAM RELATÓRIOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS SEM LER, APROVANDO CONTAS DUVIDOSAS E IRREGULARES;
9) A LEI NÃO PROTEGE OS CONSELHEIROS, OCORRENDO SOBRETUDO INTERVENÇÕES NAS ELEIÇÕES DOS CONSELHOS, QUE PERDEM SUA AUTONOMIA JÁ NO  PROCESSO ELEITORAL
10) NECESSIDADE DO MINISTÉRIO PÚBLICO ACOMPANHAR MAIS DE PERTO NÃO APENAS O FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS, MAS TAMBÉM AS PRESTAÇÕES DE CONTAS APROVADAS E AS ELEIÇÕES DE CONSELHEIROS

A FETAMCE TEM CULPA EM TAL SITUAÇÃO - NÃO É SEU PAPEL DAR NOTÍCIAS - SEU PAPEL ERA EVITAR ESSE QUADRO DANTESCO E AUXILIAR NA GARANTIA EFICÁCIA DO FUNCIONAMENTO DOS CONSELHOS: Vendo a denúncia do fato no site da Fetamce a impressão que se tem é que a Fetamce acha que seu papel é dar notícia,s como se fosse um jornal, usurpando o papel da imprensa. ESTE QUADRO DEMONSTRA A FALÊNCIA DA FETAMCE COMO ENTIDADE SINDICAL INTERMUNICIPAL, pois deveria acompanhar de perto as eleições dos Conselhos do Fundeb, garantindo autonomia dos conselhos; deveria orientar e dar formação aos conselheiros eleitos; deveria estreitar as relações entre conselheiros e o Ministério Público Estadual e Federal; deveria levantar os principais atentados aos conselhos e aos conselheiros; Mas sequer jamais fez um seminário sobre o tema. Jamais debateu o tema. MAS COMO ACOMPANHAR A LISURA DAS ELEIÇÕES DE CONSELHOS SE A PRÓPRIA FETAMCE NÃO REALIZA ELEIÇÕES COM LISURA, usa voto aberto, sem ser secreto, sempre com chapa única; COMO GARANTIR QUE OS CONSELHOS DO FUNDEB SEJAM EFICAZES EM ACOMPANHAR PRESTAÇÃO DE CONTAS DA APLICAÇÃO DAS VERBAS DO FUNDEB, se a prestação de contas da Fetamce, do dinheiro das contribuições dos sindicatos filiados e dos milhões do imposto sindical arrecadado,  também fere a transparência e o dever da da boa aplicação??? Pelo visto o Jornal O Povo e o Diário do Nordeste encontraram novo concorrente.

O QUE FAZER PARA SOLUCIONAR: Onde houver sindicatos autônomos, pois nas bases municipais, as lutas dos sindicatos sérios (QUE NÃO SÃO PELEGOS), que são a maioria, está ferrenha até mesmo para indicar seus dois membros aos Conselhos do Fundeb, MANTER ESSE NÍVEL DE LUTA. Aproximar-se do Ministério Público Estadual e Federal denunciando as irregularidades; Fazer denúncias às Câmaras municipais de ataques aos conselhos do Fundeb, criando fatos, sobretudo em audiências públicas para que todos saibam do que está acontecendo, cobrando que vereadores da oposição cumpram seu papel, onde houver algum vereador de oposição; Os Sindicatos atuantes fazerem reuniões regionais, já que a Fetamce faliu em seus objetivos e pensa que é imprensa, em vez de um sindicato estadual, que deveria cuidar de interesses intermunicipais de Sindicatos, de servidores municipais e de controle social do Fundeb, o que garantiria ate o cumprimento da Lei do Piso, do respeito ao piso e à carreira do magistério. Realizar audiência pública junto com TCM e Promotoria Federal e Estadual para debater essa situação, POIS O ATAQUE AOS CONSELHOS DO FUNDEB NO CEARÁ É FORMA DE PROTEGER A CORRUPÇÃO QUE TEM-SE APROPRIADO E ESTÁ DESVIANDO AS VERBAS DO FUNDEB PARA OUTROS FINS, em que a política educacional não é a prioridade e para sabotar a eficácia da política educacional.

Outros sintomas do ataque da corrupção às verbas do Fundeb são bem fáceis de detectar: a) não pagamento nem do piso pirata do Mec aos professores no ano de 2015; b) esfacelamento dos planos de carreira e quando são mantidos não são cumpridos; c) não cumprimento de 1/3 da jornada extraclasse; d) A Fetamce contando municípios violadores em seu site, COM UM PIRATÔMETRO INÚTIL,  em vez de criminalizar os violadores e denunciá-los todo por improbidade. 

A Sociedade Civil precisa reagir ignorando a pelegagem que está sendo útil à corrupção; Necessário aprimorar a Lei do Fundeb, garantindo a maioria de membros da sociedade  na composição dos conselhos, proteger a autonomia das eleições do conselhos e criminalizando todo atentado à autonomia e ao funcionamento dos conselhos. DO CONTRÁRIO, será a falência da política educacional, mais uma vitória da corrupção, que como um câncer com fome infinita e sem freios DEVORA O BRASIL, O POVO, OS DIREITOS SOCIAIS, A EDUCAÇÃO, A SAÚDE, A SEGURANÇA E A DIGNIDADE HUMANA. 

Fonte: Blog de Dr. Valdecy Alves

II PAINEL DA PROFISSÕES - ESCOLA DE ENSINO PROFISSIONAL - ALAN PINHO TABOSA



Está com dúvidas sobre qual curso superior escolher? Que tal aprender um pouco mais sobre a/as área(s) que você mais tem interesse? Participe II Painel das Profissões que acontecerá em Pentecoste no dia 18 de junho. Este evento reunirá diversos estudantes universitários que apresentarão seus cursos superiores.
Inscreva-se no Link: http://goo.gl/forms/u08Whcs96l
É rápido. Convide seus amigos e participe de mais um projeto de realização do Prece em parceria com a Escola Estadual de Ensino Profissional Alan Pinho Tabosa e com a Universidade Federal do Ceará.
As inscrições estarão abertas até o dia 11 de julho





Está com dúvidas sobre qual curso superior escolher? Que tal aprender um pouco mais sobre a/as área(s) que você mais tem interesse? Participe II Painel das Profissões que acontecerá em Pentecoste no dia 18 de junho. Este evento reunirá diversos estudantes universitários que apresentarão seus cursos superiores.
Inscreva-se no Link: http://goo.gl/forms/u08Whcs96l
É rápido. Convide seus amigos e participe de mais um projeto de realização do Prece em parceria com a Escola Estadual de Ensino Profissional Alan Pinho Tabosa e com a Universidade Federal do Ceará.
As inscrições estarão abertas até o dia 11 de julho.


segunda-feira, 6 de julho de 2015

Conselhos do Fundeb estão irregulares em 40% dos municípios do Ceará



Servidores municipais devem ficar atentos à situação dos Conselhos de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Cacs/Fundeb). Dados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) apontam que 40% dos municípios do Ceará encontram-se em situação irregular. O Governo do Estado também está nesta situação e, no Brasil, as irregularidades chegam a 30% das cidades.

Das 184 cidades cearenses, 74 possuem pendências no cadastro do conselho. Dentre os problemas verificados, temos: em 11 os cadastros não foram concluídos pelo ente federado, em 16 é situação é de total irregularidade, nove estão irregulares, pois estão modificando dados, 37 estão com mandato vencido e um está irregular porque está aguardando documentação ou está em análise.
O Cacs/Fundeb tem como objetivo acompanhar e fiscalizar a aplicação dos recursos do Fundeb, que custeia não só o total funcionamento das redes de educação, como também pelo menos 60% deste fundo deve ser aplicado em salário dos professores municipais. O Conselho também monitora a execução do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate).
Isso implica em emitir parecer conclusivo sobre as contas apresentadas, aprovando ou reprovando a execução do programa. No caso de irregularidades, a legislação prevê a suspensão dos repasses.
Como regularizar
Para os conselhos em situação irregular, a atualização deve ser feita por meio do Portal do FNDE. Em seguida, buscar a aba alterar/incluir cadastro. Nesse menu os gestores públicos irão identificar a situação de irregularidade e o próprio sistema dará orientações sobre o processo de regularização do Cacs/Fundeb. É necessário que os servidores municipais pressionem as prefeituras a regularizarem os conselhos.
Já os Municípios com mandatos vencidos deverão fazer o cadastro dos novos conselheiros no sistema e enviar toda documentação digitalizada no endereço de email: fundeb@fundeb.gov.br. Caso ocorra alguma dificuldade, orientações podem ser obtidas pelo telefone 0800-616161.
Abaixo, lista de municípios irregulares do Ceará:
CACS - CONSELHO DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDEB ::
ENTES FEDERADOS COM SITUAÇÃO IRREGULAR NO CADASTRO DO SISTEMA CACS-FUNDEB 
Posição de 06/07/2015
EsferaUFMunicípioSituação
ESTADUALCEMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEBATURITECADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCECARIDADECADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEFORTALEZACADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEGUARAMIRANGACADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEIBIAPINACADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCELIMOEIRO DO NORTECADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEMARANGUAPECADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEOCARACADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEPACAJUSCADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEPACATUBACADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCETURURUCADASTRO NÃO CONCLUÍDO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEACARAUIRREGULAR
MUNICIPALCEBAIXIOIRREGULAR
MUNICIPALCEBARBALHAIRREGULAR
MUNICIPALCECASCAVELIRREGULAR
MUNICIPALCECRUZIRREGULAR
MUNICIPALCEFRECHEIRINHAIRREGULAR
MUNICIPALCEGUAIUBAIRREGULAR
MUNICIPALCEIPUIRREGULAR
MUNICIPALCEITAPIPOCAIRREGULAR
MUNICIPALCEMASSAPEIRREGULAR
MUNICIPALCEMOMBACAIRREGULAR
MUNICIPALCEPALMACIAIRREGULAR
MUNICIPALCEPARAMOTIIRREGULAR
MUNICIPALCESENADOR SAIRREGULAR
MUNICIPALCETARRAFASIRREGULAR
MUNICIPALCEUMARIIRREGULAR
MUNICIPALCEPORANGAIRREGULAR - AGUARDANDO DOCUMENTAÇÃO OU ANÁLISE
MUNICIPALCEACARAPEIRREGULAR - EM MODIFICAÇÃO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEAIUABAIRREGULAR - EM MODIFICAÇÃO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEALCANTARASIRREGULAR - EM MODIFICAÇÃO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCECAPISTRANOIRREGULAR - EM MODIFICAÇÃO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCECATUNDAIRREGULAR - EM MODIFICAÇÃO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEGRACAIRREGULAR - EM MODIFICAÇÃO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEJUCASIRREGULAR - EM MODIFICAÇÃO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCELAVRAS DA MANGABEIRAIRREGULAR - EM MODIFICAÇÃO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEMADALENAIRREGULAR - EM MODIFICAÇÃO PELO ENTE FEDERADO
MUNICIPALCEACOPIARAMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEARACATIMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEARARENDAMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEARARIPEMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEARATUBAMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEBANABUIUMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCECAMPOS SALESMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCECANINDEMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCECARIRIACUMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCECOREAUMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEEREREMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEEUSEBIOMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEFORQUILHAMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEFORTIMMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEGRANJAMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEGRANJEIROMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEHORIZONTEMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEIGUATUMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEIPAUMIRIMMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEITAICABAMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEJATIMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEMARACANAUMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEMILAGRESMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEOROSMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEPARAMBUMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEPEDRA BRANCAMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEPIQUET CARNEIROMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEPIRES FERREIRAMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEQUITERIANOPOLISMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEQUIXERAMOBIMMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEQUIXEREMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCEREDENCAOMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCERERIUTABAMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCESALITREMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCESAO GONCALO DO AMARANTEMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCETAUAMANDATO VENCIDO
MUNICIPALCETEJUCUOCAMANDATO VENCIDO


Consulte os membros do Cacs/Fundeb neste link
Fonte: www.fnde.gov.br

Fazer o bem

Professor Valdeni Cruz


Você pode não conseguir salvar o mundo, mas com certeza poderá fazer alguma coisa de útil por ele. Lembre-se que o bem que você faz aos outros é um bem que poderá estar sendo feito por você mesmo. O mundo gira e sempre retorna ao mesmo eixo. Numa dessas voltas seremos nós que estaremos naquele ponto. Deus sabe tudo e prevê e prepara o melhor de tudo para todos. Cabe a cada um aprender com tudo o que lhe ocorre. Este bem não é nada que não se possa fazer. Ele se manifesta num sorriso, numa palavra de carinho, numa conversa sincera, num abraço... naturalmente receberá isso.Faça isso. Esteja junto do outro num projeto ou ideia que possa contribuir com o crescimento do(a) mesma. Se você ajuda a outros a crescerem você estará crescendo muito mais. São Francisco já dizia no século XXI: É dando que se recebe. Dê e você não deixará de receber, ainda que o que você faça não tenha essa pretensão: receber, mas é a lei natural das coisas.

Lutar pela verdade sempre


Professor Valdeni Cruz

Lutar pela verdade e a honestidade sempre. Sabemos que ser honesto verdadeiro num país onde uma grande maioria só pensa em tirar proveito em tudo não é fácil, paga-se o preço, mas se formos capazes de conseguirmos nos manter íntegros andaremos sempre com a cabeça erguida por onde quer que formos. Isso não se trata de se achar perfeito, pois somos cheios de defeitos, mas tata-se de honrar a si mesmo, seus princípios, aqueles que acreditam em você... Nada pode ser mais recompensador a um ser humano, penso eu, do que colocar sua cabeça a noite no travesseiro e dormir tranquilamente, pois nenhuma culpa lhe tira o sono.

domingo, 5 de julho de 2015

Papa sobre a RCC: “É uma corrente de graças”


O Santo Padre encontrou, na tarde desta sexta-feira (04/07), na Praça São Pedro, no Vaticano, mais de 30 mil membros da Renovação Carismática, que se reúnem para a sua 38ª Convocação. Tratou-se de um encontro de oração e cantos, espiritualidade e evangelização, que contou com a presença de representantes das Comunidades Cristãs de todo o mundo.
Ao chegar à Praça São Pedro, muito ovacionado, o Santo Padre deu continuação ao encontro, com uma oração ecumênica espontânea, junto com os milhares de Carismáticos e de Representantes de algumas Confissões Religiosas:
“Pai, enviai-nos o Espírito Santo, para que nos ensine tudo aquilo que Jesus nos transmitiu; dai-nos a memória daquilo que ele nos disse; enviai-nos o Espírito Santo, que Jesus nos prometeu. Ele nos guiará rumo à unidade. Senhor Jesus, vós pedistes para todos nós a graça da unidade, nesta Igreja que é vossa e não nossa e que a história dividiu. Jesus, ajudai-nos a caminhar rumo à unidade ou a uma diversidade reconciliada. Senhor, vós cumpris sempre o que prometestes. Dai a unidade  todos os cristãos”.
A seguir, após ouvir os testemunhos e experiências de alguns membros do Movimento Carismático, o Bispo de Roma passou ao seu discurso, ao qual, como sempre, fez acréscimos espontâneos.
O único insubstituível na Igreja, frisou o Papa, é o Espírito Santo; o único Senhor é Jesus! As divisões entre os cristãos, portanto, são um contra testemunho: “A unidade dos cristãos è obra do Espírito Santo e devemos rezar juntos. É um ecumenismo espiritual, um ecumenismo de oração”.
Por outro lado, disse o Pontífice, a realidade atual e os nossos mártires nos unem em um único “ecumenismo de sangue”, recordando os 23 egípcios que foram decapitados, há poucos meses, em uma praia da Líbia: “Se o inimigo nos une na morte, quem somos nós para dividir-nos na vida?”
Depois, referindo-se às palavras do Cardeal Léon-Joseph Suenens, grande promotor, protetor e incentivador da Renovação  Carismática, que a definiu o Movimento como “fluxo de graça”, o Papa exortou a agir: “O rio deve perder-se no oceano; se parar, se corrompe”. Da mesma forma, se esta corrente de graça não acabar no oceano de Deus, se torna obra do maligno, o “pai da mentira”.
No entanto, o Papa afirmou que foi um grande erro chamar a Renovação Carismática como “Movimento”, porque ela não tem um fundador, mas inclui uma grande variedade de realidades:
“É uma corrente de graças, um sopro renovado do Espírito a todos os membros da Igreja, leigos, religiosos, sacerdotes e bispos. É um desafio para todos nós. Ninguém faz parte da Renovação, mas ela faz parte de nós, com o pacto de que aceitemos a graça que nos oferece”.
Esta obra soberana do Espírito, destacou o Papa, suscitou homens e mulheres renovados na Igreja; depois de terem recebido a graça no Batismo, no Espírito, deram vida a associações, comunidades ecumênicas, escolas de formação e de evangelização, congregações religiosas, comunidade de ajuda aos pobres e necessitados.
No entanto, explicou o Santo Padre, também na Igreja seria conveniente que “todos os serviços prestados tenham um vencimento no tempo”. Neste sentido, convidou os presentes a investir “nas relações artesanais diárias” e não “nos grandes encontros” que, muitas vezes são passageiros.
Por fim, antes de conceder sua Bênção Apostólica aos milhares de Carismáticos, presentes na Praça São Pedro, o Bispo de Roma exortou a tomar em mãos a Bíblia e, com a Palavra de Deus, irem pelo mundo pregar a Boa Nova que Jesus nos deixou: “Preguem aos pobres, marginalizados, cegos, enfermos, encarcerados e a todos os homens e mulheres. Que o Senhor os acompanhe nesta missão, sempre com o Evangelho no bolso e a Bíblia na mão”. 
Fonte: Rádio Vaticano

Previsão Diária do Tempo - neste domingo - Funceme



Elaborada às 08:21:47 do dia 05/07/2015.
Atualizada diariamente.
Legendas
Abrir
Previsão
Macrorregiões
Predomínio de céu claro1 - Litoral Norte
Parcialmente nublado2 - Litoral do Pecém
Nublado3 - Litoral de Fortaleza
Nebulosidade variável com possibilidade de chuvas4 - Maciço de Baturité
Nebulosidade variável com chuvas5 - Ibiapaba
Nublado com chuvas6 - Jaguaribana
7 - Cariri
8 - Sertão Central e Inhamus
Previsão para o dia 05/07/2015
Previsão para o dia 05/07/2015
Ao longo do dia, o Ceará irá ficar sob a influência de áreas de instabilidade. Por isso, o céu deverá ficar com nebulosidade variável e com chuvas em todas as regiões cearenses.
Previsão para o dia 06/07/2015
Áreas de instabilidade permanecerão atuando sobre o setor norte do Nordeste (NE). Dessa forma, entre a madrugada e manhã, o Ceará ficará com nebulosidade variável e com chuvas no centro-sul. Na faixa litorânea há possibilidade de chuvas isoladas. À tarde e à noite, céu entre parcialmente nublado e claro em todas as regiões.
Previsão para o dia 07/07/2015
Nebulosidade variável com possibilidade de chuvas isoladas na faixa litorânea entre a madrugada e manhã. No decorrer do dia, céu entre parcialmente nublado e claro em todo o estado.
Análise - 05/07/2015
Observam-se nuvens sobre o Ceará conforme a imagem do satélite METEOSAT-10, canal visível, das 7h15min local. Essa nebulosidade está associada à formação de áreas de instabilidade em virtude da atuação de um DOL (Distúrbio Ondulatório de Leste) sobre o setor norte do Nordeste (NE) brasileiro, sistema atmosférico típico de pós estação chuvosa do Ceará.


Fonte: http://www.funceme.br/index.php/tempo

INFORMAÇÕES DO TCE - MUNICÍPIO DE PENTECOSTE

PARA OS QUE GOSTAM DE FICAR INFORMADOS E SABER DE DADOS VERDADEIROS, DISPONHAM LEIA TUDO E SE INFORME. ESSES SÃO DADOS OFICIAIS. NÃO ES...