sexta-feira, 28 de março de 2014

ANIVERSÁRIO DE 35 ANOS DA ESCOLA GOVERNADOR WALDEMAR ALCÂNTARA - PENTECOSTE

Professor Valdeni Cruz

Nesta sexta-feira, 28 de março de 2014, a Unidade Escola, Governador Alcântara celebrou o aniversário de 35 anos da referida instituição. Pela manhã houve uma missa em ação de graças, celebrada pelo Pe. Davi.
Um momento de muita alegria para toda a comunidade escolar, composta por Diretores, Professores, auxiliares e vigias e alunos. Momento este que contou com a presença de um grande número de convidados, sem contar com uma presença maciça alunos.  
A solenidade contou com a presença de algumas autoridades municipais. Estiveram presentes a Senhora Prefeita, Dra. Ivoneide, a Sec. De  Educação, Alaíde Guimarães e os vereadores, Gardel, Daniel do Zé Gomes, Valdelice, Presidente da Câmara, Deca. Entre os Presentes estiveram também alguns Ex-Diretores da Escola .
Foi um momento forte que começou as 7:30 da manhã com arteamento das Bandeiras do Brasil, da Escola e do Município. Em seguida foi a celebração da Santa Missa, que contou a participação do Diácono Absalão.  O coral que cantou a Missa foi o coral da própria Escola.
Ao final da Santa Missa, foi o momento das falas das autoridades. A primeira a fazer uso da palavra, foi a Senhora Prefeita, que iniciou fala sobre a chuva que estava caindo e pedindo a Deus que olhasse para nós que estamos vivendo este período de difícil de escassez de água em nosso municio. Depois falou sobre os resultados do SPECE, que como todos já sabem, subiu 35% no ano de 2013, chegando a atingir o nível de verde escuro, numa tabela que vai da cor vermelha passando pelo amarelo até chegar à verde escuro, sendo que o verde escuro é quando se atinge a nota satisfatória. Foi o que aconteceu com Pentecoste. Agradeceu a todos pelo empenho e destacou em sua fala o comprometimento dos recursos com folha de pagamento que, segundo ela, inviabiliza realizar obras por causa do dinheiro que se investe em pessoal. Lembrou ainda que  contratou a EDITORA IMEPH, para trazer a Pentecoste, o Projeto nas Ondas da Leitura, que tem como objetivo, despertar nos alunos de 6º ao 9º, o gosto pela leitura. Para isso, os Professores devem passar por treinamento e para poder desenvolver com eficácia este projeto que promete dar uma guinada positiva na vida dos alunos de Pentecoste.

A Senhora Secretaria de Educação, Alaíde Guimarães  também fez uso da fala e nesta agradeceu a todos pelas vitorias alcançadas com os resultados do SPAECE e, ao mesmo tempo, pediu que todos continuassem com o mesmo empenho para que a educação de Pentecoste continue produzindo bons frutos.

Professor Valdeni Cruz




quinta-feira, 27 de março de 2014

SEJA UM SEMEADOR DE BOA SEMENTE, DE BOAS NOVAS


Arquivos de Fotografia - dois, pequeno, crianças, sementes plantando, ligado, a, campo. Fotosearch - Busca de Fotos, Imagens, Impressões e Clip ArtÀs vezes algumas pessoas perguntam por que não coloco notícias sangrentas no meu blogger.  Respondo-lhes com simplicidade e serenidade. Já tem muita gente noticiando a desgraça e o sangue no meio da canela. Quero que os leitores deste blogger encontrem um conteúdo que lhes traga leveza de alma e paz de espírito. Aqui não entenda leveza como alienação, mas que leitor possa ler e refletir sobre os fatos os rodeia. Não é nada interessante redigir um artigo dizendo que fulano de tal morreu pipocado de balas, uma na cabeça, outra na boca, outra num sei mais onde. Quando certas pessoas leem certos tipos de notícias já ficam transtornadas. Porque não noticiar os fatos sem o sensacionalismo barato. 

Quero continuar aqui divulgando as boas coisas que acontece nesse país. Quero denunciar os erros, mas também anunciar o que acontece de bom. Temos que ser mais positivos. Não podemos ficar vendo só um lado ruim das coisas. Vamos para nossa realidade. Pentecoste é uma cidade pequena, com pouco mais de 35 mil habitantes. Tudo o que acontece neste município sabemos em poucas horas ou minutos, principalmente agora com os meios de comunicação. Mas, às vezes corremos o risco de mostrar somente o que é ruim. Nossa cidade tem dificuldades, problemas, pobreza, desemprego, doenças, drogas, alcoólatras, prostituição e tantos outros males? Tem. Porém, temos inúmeros outros motivos que merece nossa atenção. Temos um povo bom, acolhedor, de fé; temos gente que trabalha a peça pra poder viver e, desse modo, podemos dizer que Pentecoste é um lugar maravilhoso. 

É verdade que poderia ser melhor, mas se nós tivermos o desejo de sermos melhores e começarmos o processo para esta melhora, com certeza o resto melhorará também.

Sejamos determinados, persistentes, não nos conformando com a realidade com a qual convivemos, mas não sejamos só barulho, sejamos acima de tudo, ajuda. Ajude a você mesmo, ajude o próximo, aquele que está do seu lado. Não falo aqui tão somente de ajuda material, mas a ajuda da boa convivência, da boa amizade, do respeito para com o outro...

2014 já está no ar, e você já entrou no ritmo do novo ou ainda está no passado pensando no que não deu certo? Pode ter certeza, não é mais possível voltar no tempo. O que precisamos fazer é viver o presente tentando apagar as marcas negativas do que ficou do passado. Ele não voltará mais, tendo sido bom ou ruim. 

É hora de viver o novo. Os ventos de novos tempos estão soprando é só você parar e sentir o toque desse vento no seu corpo. Na mente, sinta o toque de Deus que vai falando suave. Saia da melancolia, pois ela destrói a todos quantos a ela se apega. Olhai para a natureza. Ela é o melhor sinal para nossa vida. Assim como todos os dias nasce a nova aurora, também para nós nasce um novo tempo. Todos os dias temos a oportunidade de vivermos o inesperado, mesmo que em meio as contrariedade da vida. Elas servem para nos elevar a patamares mais altos.  

Creia em Deus com todas as suas forças. Se não consegue crer sozinho peça ajuda a alguém que crer. Saiba que ele não decepcionou a ninguém que tenha confiado em sua bondade. Para ele não existe o ontem nem o amanhã, para ele existe o agora. Ele olha para cada um com um amor eterno. Deus é nossa força e nossa vitória. Deus é nossa boa nova sempre.

Professor Valdeni Cruz


Com honras do protocolo oficial, o Papa Francisco recebeu nesta manhã, o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, acompanhado de numerosa comitiva


Da Redação, com Rádio Vaticano
Papa_ObamaO Presidente dos Estados Unidos, Barak Obama, foi recebido nesta quinta-feira, 27, em audiência pelo Papa Francisco.
Esta é a primeira vez que Barak Obama encontra o Papa latino-americano, pois na Missa de início do pontificado de Francisco, os Estados Unidos estavam representados pelo vice-presidente Joe Biden. Mas é a segunda vez que o chefe de Estado americano vem ao Vaticano. A primeira vez foi a 10 de Julho de 2009 quando foi recebido pelo Papa Bento XVI.
Um forte esquema de segurança marcou a visita de Obama, O presidente chegou escoltado por um cortejo de mais de 50 carros, com dezenas de agentes das forças especiais. No pátio de São Damaso, ele foi acolhido pelo Prefeito da Casa Pontifícia, Dom Georg Ganswein.
O Papa acolheu o presidente com um “welcome” (bem-vindo), ao qual Obama respondeu que é uma grande honra encontra-lo, já que é um grande admirador de Francisco, agradecendo a audiência. A seguir, foi a vez do colóquio privado a portas fechadas, com dois intérpretes, que durou cerca de 50 minutos.
Sobre o conteúdo da conversa, aguarda-se o comunicado da Sala de Imprensa da Santa Sé.
Depois das fotos oficiais, houve a troca de presentes. Francisco presenteou Obama com uma cópia da sua Exortação “Evangelii Gaudium” – que Obama disse que “provavelmente” lerá no Salão Oval, quando se sentirá frustrado, encontrando no texto força e calma.
Já o Papa ganhou uma caixa com sementes de frutas e verduras provenientes da horta da Casa Branca. “Uma parte das sementes é para o senhor. A outra parte será doada como obra de caridade em homenagem a Sua Santidade. Se tiver a oportunidade de vir à Casa Branca, poderá visitar o jardim”, disse Obama a Francisco, que respondeu: “Por que não?”.
Fonte: http://noticias.cancaonova.com/papa-francisco-recebe-barak-obama/

A VIDA HUMANA COMO CAMINHO NO TEMPO


Para Dante, a vida humana é como um caminho no qual podemos nos perder como floresta escura. De fato, o caminho PE dos grandes símbolos da vida humana (Underhill, 1961), considerado como uma viagem, um percurso, com um antes e um depois, um passado e um futuro, em que o presente representa o momento fugido, tornado sutil e esmagados entre  duas realidade ameaçadoras: uma que já não é mais e a outra que ainda não é.

Como exprime um ditado medieval:
Venho não sei de onde,
Sou não sei quem,
Morro, não sei quando,
Vou  não sei para onde,
Admiro-me de estar contente

O famoso ser ou não ser de Hamlet é, de fato, ao mesmo tempo, um ser e um não ser que constituem o ser humano e que encontra uma expressão privilegiada na temporalidade. Sou, mas o meu passado não é mais e o meu futuro ainda não é.

Esta é a pessoa que, como afirmou Aristóteles e reiterou são Tomás, está de algum modo “no limite entre dois universo” 

EDUCAÇÃO DE PENTECOSTE ESTÁ NO VERDE ESCURO

Ficamos felizes por esta notícia. Era isto que a tempos esperávamos. Sei que não há mágicas para alcançar tais vitórias, mas deve-se ao compromisso e ao empenho de todos e fazer acontecer.
Para nós educadores deve ser um momento de reflexão e de preparar o caminho com cada vez mais clareza com segurança, para que estes objetivos continue sendo desejados e realizados com maior eficácia. 



domingo, 23 de março de 2014

EXPLICAÇÕES DE PADRE FÁBIO DE MELO SOBRE UMA COLOCAÇÃO FEITA NO PROGRAMA DE MARÍLIA GABRIELA


Queridos amigos,

Em virtude da polêmica que envolveu minha fidelidade à Ortodoxia Católica, venho esclarecer alguns pontos.

Em nenhum momento da minha vida atentei contra a sacralidade da Igreja Católica Apostólica Romana. Sou Mestre em Teologia Dogmática e zelo muito para que minha pregação esteja de acordo com os ensinamentos da Igreja. Este é o credo que professo: “Creio na Santa Igreja Católica Una, Santa, Católica e Apostólica.” Nunca inventei uma crença particular, ou um modo diferente de compreender esta profissão de fé.

A expressão que usei no programa de “De frente com Gabi”, “Jesus queria o Reino de Deus, mas nós demos a Ele a Igreja” é uma expressão muito usada nos bastidores acadêmicos que frequentei em minha vida, e está distante da proposta herética que ela já representou em outros tempos. O significado evoluiu.

Nossa Fundação é Santa, pois fomos instituídos pelo Cristo. “A Igreja é um corpo, em que nós somos os membros e Jesus Cristo é a cabeça (Col 1,18; I Cor 12,27). Na cabeça o Reino já está estabelecido. Em Cristo, o Reino já está plenamente manifestado. Mas os membros do corpo ainda estão no contexto da busca, pois continuamos arrastando as consequências adâmicas do nosso pecado. E por isto, mesmo que em Cristo o Reino já esteja plenamente manifestado, em nós, Igreja, povo de Deus, ele continua sendo a meta que nunca deixamos de buscar.

O Concílio Vaticano II, através de sua Constituição Dogmática Lumen Gentium, enfatizou que a Igreja é povo de Deus. O povo é errante, pois apesar de estar mergulhado nas graças do batismo, ainda sofre as consequências da fragilidade que o pecado lhe deixou. O mesmo Concílio declarou “O Reino de Cristo já presente em mistério, cresce visivelmente no mundo pelo poder de Deus…” (LG 3).

Presente em mistério. Isto é, cabe a nós, membros deste corpo, apressar a sua chegada. A Igreja é triunfante, mas também é peregrina, penitente, pois que carrega em sua carne a fragilidade de seus membros.

Sim, a Igreja é santa, mas comporta em seu seio os pecadores que somos nós. E por isso dizemos, também com o perigo da imprecisão teológica: “A Igreja é Santa e pecadora”. Bento XVI sugeriu modificar a expressão. “A Igreja é Santa, mas há pecado na Igreja”. Notem que ele salvaguarda a santidade na essência.

Mas o pecado existe na Igreja. Por isto rezamos nas liturgias diárias pelo Santo Padre, pelos bispos, pelo clero, pelo povo de Deus. Clamamos por purificação, luzes em nossas decisões, pois sabemos que é missão do Espírito encaminhar na terra a Igreja que ainda não é Reino de Deus (porque maculada pelos nossos pecados), e que ao Cristo damos diariamente. Mas nós caminhamos na esperança. Sabemos que um dia todas as partes do corpo estarão agindo em perfeita harmonia com a cabeça. Seremos a “Jerusalém Celeste”.

Eu assumo que errei ao usar a expressão. Eu não estava numa sala de aula, lugar onde a Ortodoxia convive bem com a dialética. Não considerei que muitos telespectadores poderiam não entender o contexto da comparação. E por isso peço desculpas. E junto às desculpas, faço minha retratação. Nunca tive problema em assumir meus equívocos. Usei uma expressão que carece ser contextualizada com outras explicações, para que não pareça irresponsável, nem tampouco herética.

Repito. Eu não nego nem neguei a definição dogmática expressa na Lumem Gentium, Número 5.

“O mistério da santa Igreja manifesta-se na sua fundação. O Senhor Jesus deu início à Sua Igreja pregando a boa nova do advento do Reino de Deus prometido desde há séculos nas Escrituras: «cumpriu-se o tempo, o Reino de Deus está próximo» (Mc. 1,15; cfr. Mt. 4,17). Este Reino manifesta-se na palavra, nas obras e na presença de Cristo. A palavra do Senhor compara-se à semente lançada ao campo (Mc. 4,14): aqueles que a ouvem com fé e entram a fazer parte do pequeno rebanho de Cristo (Luc. 12,32), já receberam o Reino; depois, por força própria, a semente germina e cresce até ao tempo da messe (cfr. Mc. 4, 26-29). Também os milagres de Jesus comprovam que já chegou à terra o Reino: «Se lanço fora os demônios com o poder de Deus, é que chegou a vós o Reino de Deus» (Luc. 11,20; cfr. Mt. 12,28). Mas este Reino manifesta-se sobretudo na própria pessoa de Cristo, Filho de Deus e Filho do homem, que veio «para servir e dar a sua vida em redenção por muitos» (Mt. 10,45).”

E quando Jesus, tendo sofrido pelos homens a morte da cruz, ressuscitou, apareceu como Senhor e Cristo e sacerdote eterno (cfr. Act. 2,36; Hebr. 5,6; 7, 17-21) e derramou sobre os discípulos o Espírito prometido pelo Pai (cfr. Act. 2,33). Pelo que a Igreja, enriquecida com os dons do seu fundador e guardando fielmente os seus preceitos de caridade, de humildade e de abnegação, recebe a missão de anunciar e instaurar o Reino de Cristo e de Deus em todos os povos, e constitui o germe e o princípio deste mesmo Reino na terra. Enquanto vai crescendo, suspira pela consumação do Reino e espera e deseja juntar-se ao seu Rei na glória.”

Agradeço pela prece dos que me acompanharam neste momento tão sofrido.

Com minha benção,

Padre Fábio de Melo.



ESTE É O MEU PAÍS!?


É O TEXTO QUE MUITA GENTE TINHA QUE LER!!!


- Brasileiro é um povo solidário. Mentira. Brasileiro é babaca.
Eleger para o cargo mais importante do Estado um sujeito que não tem escolaridade e preparo nem para ser gari, só porque tem uma história de vida sofrida;
Pagar 40% de sua renda em tributos e ainda dar esmola para pobre na rua ao invés de cobrar do governo uma solução para pobreza;
...Aceitar que ONG's de direitos humanos fiquem dando pitaco na forma como tratamos nossa criminalidade. ..
Não protestar cada vez que o governo compra colchões para presidiários que queimaram os deles de propósito, não é coisa de gente solidária.
É coisa de gente otária.
- Brasileiro é um povo alegre. Mentira. Brasileiro é bobalhão.
Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada.
Depois de um massacre que durou quatro dias em São Paulo, ouvir o José Simão fazer piadinha a respeito e achar graça, é o mesmo que contar piada no enterro do pai.
Brasileiro tem um sério problema.
Quando surge um escândalo, ao invés de protestar e tomar providências como cidadão, ri feito bobo.
- Brasileiro é um povo trabalhador. Mentira.
Brasileiro é vagabundo por excelência.
O brasileiro tenta se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no país, surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo.
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado ao ver um deputado receber 20 mil por mês, para trabalhar 3 dias e coçar o saco o resto da semana, também sente inveja e sabe lá no fundo que se estivesse no lugar dele faria o mesmo.
Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo.
- Brasileiro é um povo honesto. Mentira.
Já foi; hoje é uma qualidade em baixa.
Se você oferecer 50 Euros a um policial europeu para ele não te autuar, provavelmente irá preso.
Não por medo de ser pego, mas porque ele sabe ser errado aceitar propinas.
O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado com o mensalão, pensa intimamente o que faria se arrumasse uma boquinha dessas, quando na realidade isso sequer deveria passar por sua cabeça.
- 90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira..
Já foi.
Historicamente, as favelas se iniciaram nos morros cariocas quando os negros e mulatos retornando da Guerra do Paraguai ali se instalaram.
Naquela época quem morava lá era gente honesta, que não tinha outra alternativa e não concordava com o crime.
Hoje a realidade é diferente.
Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como 'aviãozinho' do tráfico para ganhar uma grana legal.
Se a maioria da favela fosse honesta, já teriam existido condições de se tocar os bandidos de lá para fora, porque podem matar 2 ou 3 mas não milhares de pessoas.
Além disso, cooperariam com a polícia na identificação de criminosos, inibindo-os de montar suas bases de operação nas favelas.
- O Brasil é um pais democrático.. Mentira.
Num país democrático a vontade da maioria é Lei.
A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente.
Num país onde todos têm direitos, mas ninguém tem obrigações, não existe democracia e sim, anarquia.
Num país em que a maioria sucumbe bovinamente ante uma minoria barulhenta, não existe democracia, mas um simulacro hipócrita.
Se tirarmos o pano do politicamente correto, veremos que vivemos numa sociedade feudal: um rei que detém o poder central (presidente e suas MPs), seguido de duques, condes, arquiduques e senhores feudais (ministros, senadores, deputados, prefeitos, vereadores).
Todos sustentados pelo povo que paga tributos que têm como único fim, o pagamento dos privilégios do poder. E ainda somos obrigados a votar.
Democracia isso? Pense !
O famoso jeitinho brasileiro.
Na minha opinião, um dos maiores responsáveis pelo caos que se tornou a política brasileira.
Brasileiro se acha malandro, muito esperto.
Faz um 'gato' puxando a TV a cabo do vizinho e acha que está botando pra quebrar.
No outro dia o caixa da padaria erra no troco e devolve 6 reais a mais, caramba, silenciosamente ele sai de lá com a felicidade de ter ganhado na loto.... malandrões, esquecem que pagam a maior taxa de juros do planeta e o retorno é zero. Zero saúde, zero emprego, zero educação, mas e daí?
Afinal somos penta campeões do mundo né?
Grande coisa...
O Brasil é o país do futuro.
Caramba, meu avô dizia isso em 1950. Muitas vezes cheguei a imaginar em como seria a indignação e revolta dos meus avôs se ainda estivessem vivos.
Dessa vergonha eles se safaram...
Brasil, o país do futuro !?
Hoje o futuro chegou e tivemos uma das piores taxas de crescimento do mundo.
Deus é brasileiro.
Puxa, essa eu não vou nem comentar.


Arnaldo Jabor

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS PARA O MUNICÍPIO DE PENTECOSTE EM 2016

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS PARA O MUNICÍPIO DE PENTECOSTE/ CEARÁ   EXERCÍCIO: 2016 Total destinado aos favorecidos situados n...