sábado, 18 de dezembro de 2010

Diplomação de Dilma Roussef

Dilma: ´governar para todos` 
Edição de sábado, 18 de dezembro de 2010 
Em sua diplomação, presidente fez questão de ressaltar sua condição de mulher à frente do país
Depois de traçar um ministério com o maior número de mulheres da história, a presidente eleita, Dilma Rousseff, direcionou o rápido discurso de diplomação, ontem, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para as brasileiras. Ao receber o documento, das mãos do presidente da Corte, Ricardo Lewandowski, Dilma prometeu ´honrar` o gênero e fazer um governo de união. ´Recebo este diploma com alegria e disposição para empenhar todo o meu esforço, para honrar as mulheres, cuidar dos mais frágeis e governar para todos. Neste momento em que recebo o diploma mais alto da democracia, quero reparti-lo com cada brasileiro e cada brasileira, conto com todos e todas e todos podem contar comigo`, disse a presidente. Ao contrário de Lula, que chegou a soluçar no ombro do ex-presidente do TSE Nelson Jobim, ao receber o diploma presidencial em 2002, Dilma fez um discurso contido, sem esquecer do antecessor.

O texto foi elaborado pela própria presidente, sem contribuição de nenhum auxiliar. Na cerimônia, no plenário do TSE, compareceram 100 pessoas, das quais 34 convidadas de Dilma. O destaque ficou para a família. Dilma Jane, mãe da presidente eleita; a filha, Paula, acompanhada do marido. Outra que chamou a atenção foi Marcela, esposa do vice-presidente eleito, Michel Temer, que não costuma circular por Brasília.

O discurso de Dilma durou seis minutos. Foi tempo suficiente para pincelar prioridades e, indiretamente, convocar o apoio feminino, ao afirmar que a vitória encheu as mulheres de orgulho. Dilma citou educação, segurança e saúde como prioritários e voltou a pregar estabilidade econômica e liberdade de imprensa. Ressaltou que a expectativa em cima de seu governo deve-se à gestão com recorde de popularidade de Lula.

´Sei da responsabilidade de suceder um governante da estatura do presidente Lula. Vamos descobrir uma força absoluta, que a cada dia se renova, a força da união do nosso país, de nossa nação`. Depois da cerimônia, Dilma seguiu para o Itamaraty, onde o presidente Lula ofereceu um coquetel em sua homenagem. 

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

MEU ANIVERSÁRIO


ESTÁ CHEGANDO O NATAL DO SENHOR e ELE está batendo a tua porta.

Como você sabe, está chegando novamente a data de meu aniversário. 
Todos os anos, fazem festa em minha honra e creio que este ano acontecerá a mesma coisa. 
Nesses dias as pessoas fazem muitas compras. 
Radio e TV fazem centenas de anúncios. 
Por todo canto não se fala de outra coisa a não ser dos preparativos para o grande dia. 
É bom saber que ao menos um dia por ano algumas pessoas pensam um pouco em mim. 
Há muitos anos, começaram a festejar meu aniversário. 
No começo, pareciam compreender e agradecer, mas hoje em dia, ninguém sabe por que razão o celebram. 
As pessoas se reúnem e se divertem muito, mas não sabem do que se trata... 
 
Estou me lembrando do ano passado: ao chegar o dia do Meu Aniversário, fizeram uma grande festa em minha honra. 
Havia coisas deliciosas na mesa, tudo estava decorado e havia muitos presentes... mas sabe de uma coisa? 
Não me convidaram! 
Eu era o convidado de hora e ninguém se lembrou de me convidar! 
A festa era pra mim e quando chegou o grande dia, fecharam a porta na minha cara. 
Bem que eu queria partilhar a mesa com eles... 
A verdade não me surpreendeu pois nos últimos anos, muitos me fecham a porta. Como não me convidaram, ocorreu-me entrar sem fazer ruído. 
Entrei e fiquei num cantinho. 
Estavam todos brindando, alguns já estavam embriagados, contando piadas, rindo, se divertindo. 
Aí chegou um velho gordo, vestido de vermelho, com barba branca e gritando: Ho! Ho! Ho! 
Parecia ter bebido demais... 
Deixou-se cair pesadamente numa cadeira e todos correram para ele dizendo: "Papai Noel! Papai Noel!" - como se a festa fosse para ele! 
Quando chegou meia-noite, todos começaram a abraçar-se. 
Eu estendi meus braços esperando que alguém me abraçasse...quer saber? 
Ninguém me abraçou. 
De repente, começaram a entregar presentes. 
Um a um, os pacotes foram sendo abertos. 
Cheguei perto para ver se, por acaso, havia algum para mim... nada! 
O que você sentiria se no dia do seu aniversário, todos se 
presenteassem e não dessem nenhum presente para você? 
Compreendi, então, que estava sobrando na festa... 
Saí sem fazer barulho, fechei a porta, fui embora... 
 
Cada ano que passa é pior: 
As pessoas só se lembram da ceia, dos presentes, das festas... de mim ninguém se lembra. 
Gostaria que neste Natal, você me permitisse entrar na sua vida, reconhecendo que há mais de dois mil anos, vim ao mundo para lhe dar minha vida na cruz e, assim, poder SALVAR você... 
Hoje só quero que acredite nisso com todo seu coração... 
Vou dizer-lhe uma coisa: já que muitos não me convidam para a festa que fazem, vou fazer minha própria festa - uma festa grandiosa como ninguém jamais fez - uma festa espetacular. 
Estou nos últimos preparativos e expedindo os convites. 
Este é especial para você. 
Só quero que você me diga se quer vir. 
Reservarei um lugar para você e incluirei seu nome na lista dos que confirmaram... 
Prepare-se porque quando tudo estiver pronto, quando menos se esperar, darei minha grande festa. 
Não se esqueça de enviar este convite também aos seus queridos... 
Apenas para os amigos Especiais
Assim como você é especial para mim, com certeza, há vários amigos que são especiais pra você. 
Desta maneira, vamos fazer uma festa com os "especiais", afinal: 
"muitos serão os convidados, mas poucos serão os escolhidos", sabe por quê? 
Porque poucos aceitarão O CONVITE!
 
Por isso, receba em seu coração o que tenho a te dizer:

5. "Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito: Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde estiver estejais vós também. Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho." João 14.1-4
REFLITA, TALVEZ SEJA ISSO MESMO QUE ACONTECE, VOCÊ NÃO ACHA?

Dilma Rousseff é diplomada em cerimônia no TSE

O diploma é um documento da Justiça Eleitoral, que comprova que ela foi eleita com a maioria dos votos e está apta a assumir o cargo de presidente.

A presidente eleita Dilma Rousseff foi diplomada nesta sexta-feira numa cerimônia no Tribunal Superior Eleitoral. Ela se comprometeu a defender o crescimento da economia e a liberdade de expressão.
Um dia mais que especial. Dilma Rousseff ficou na Residência Oficial do Torto, cercada de parentes e amigos. À tardezinha, saiu para o compromisso oficial.
Dentro e fora do prédio, muita gente já aguardava Dilma Rousseff no Tribunal Superior Eleitoral. Entre governadores, ministros e velhos amigos, 250 convidados para a cerimônia de diplomação.
O diploma é um documento da Justiça Eleitoral, que comprova que Dilma foi eleita com 55.752.529 votos e está apta a assumir o cargo de presidente da República.
Plenário pequeno: privilégio de poucos assistir à cerimônia, que começou com o Hino Nacional. Dilma escolheu um tailleur azul e vermelho para o momento solene em que entrou oficialmente para a história como a primeira mulher eleita presidente.
“Procedo a entrega do diploma à primeira presidenta da República do Brasil eleita, Dilma Rousseff”, disse o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ricardo Lewandowski. O diploma foi entregue pelo presidente do TSE.
O vice presidente eleito, Michel Temer, foi diplomado em seguida. Dilma fez um discurso rápido e falou da emoção ao lembrar sua trajetória política. Elogiou o presidente Lula e prometeu honrar as mulheres, cuidar dos frágeis e governar para todos.
“Cuidarei da estabilidade econômica e do investimento, tão necessários ao crescimento. Defenderei a liberdade de expressão, de liberdade e culto, mas reafirmo que nenhuma estratégia econômica é. Se não refletir na vida de cada trabalhador, de cada empresário, cada família, de todas as regiões do nosso país”, disse a presidente eleita.
Em seguida, Dilma recebeu cumprimentos de autoridades, de amigos, da mãe e da filha.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

CAGECE

INTERIOR CEARENSE

Água chegou a mais 16 mil pessoas da zona rural

Clique para AmpliarEstão sendo realizadas 85 obras no Interior para atender 32 mil pessoas
FOTO: MIGUEL PORTELA
16/12/2010 

Este ano, mais de 16 mil pessoas do Interior
do Estado receberam água encanada, pela primeira vez, em seus domicílios. A informação foi divulgada, ontem, pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).

Segundo a empresa, são famílias que vivem na zona rural, em localidades distantes da sede de seus respectivos municípios. Para levar a água tratada a esses lugares, a Cagece investiu R$ 4,9 milhões em 2010.

De acordo com a nota da Cagece, foram entregues 10 sistemas de abastecimento de água neste mês, que beneficiaram 2.495 habitantes, com investimentos da ordem de R$ 1,5 milhão. Foram mais de 23 mil metros de rede de distribuição instalados para moradores das localidades de Barrocas (Quixeramobim), Assentamento Banhos (Morada Nova), Laranjeiras/Buriti (Ubajara), Carpina Mata Fresca (Ubajara), Jardim Vila Cruz (Tejuçuoca), Sítio Cachoeira Grande (Saboeiro), Barra (Viçosa do Ceará), Sítio Agreste (Mombaça), Sítio Canto e Varzante (Cariús) e Xique-Xique (Monsenhor Tabosa).

Atualmente, a concessionária realiza 85 obras no Interior do Ceará, que irão atender 32 mil habitantes da zona rural. Estão sendo investidos R$ 9,3 milhões. A previsão de término é para março de 2011.

86 municípios em alerta de epidemia

ImprimirdelicousClique para Ampliar

Controle da doença: técnicos orientam moradores da Capital e Interior sobre ações preventivas
FOTO: MIGUEL PORTELA
16/12/2010 
O Comitê Estadual de Mobilização contra a Dengue articula ações de mobilização no combate ao Aedes Aegypti
Indicadores do Ministério da Saúde apontam que 86 dos 184 municípios cearenses estão com risco alto ou muito alto de sofrerem uma epidemia da dengue em 2011. Este ano, segundo dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), 11.996 casos da doença e 19 óbitos foram confirmados no Ceará.

Secretário de Saúde fala sobre combate à dengue no CE!
Preocupados com os números, o Comitê Estadual de Mobilização Contra a Dengue, formado por 20 instituições, se reuniu ontem na Sesa para reforçar ações de prevenção e controle da doença. Com esse intuito foi criada a Caravana Estadual de Combate a Dengue.

Amanhã, a Caravana estará no Cariri, e na segunda-feira em Sobral, região Norte do Estado. "O período para fazer esse trabalho preventivo é agora. Se esse trabalho for feito no restante de dezembro, janeiro e até fevereiro, vamos conseguir evitar uma epidemia em 2011", garante o titular da Sesa, Arruda Bastos. Entretanto, o secretário alerta que é fundamental que os prefeitos e o secretários de Saúde sejam as principais lideranças dos municípios.

Crianças
"A bola da vez são crianças e adolescentes de zero a 15 anos". O alerta é do biólogo da Sesa, Luciano Pamplona. Ele explica que há oito anos a Dengue tipo 1 não circulava no Ceará. Durante esse intervalo, as crianças se contaminaram com outros sorotipos - existem quatro. O tipo 4 presente somente em Roraima.

No entanto, com retorno do tipo 1 da doença, essas crianças vão estar expostas a uma nova infecção, podendo evoluir para uma quadro grave. O que justifica o aumento de crianças com quadro hemorrágico.

Para o coordenador do Núcleo de Medicina Tropical da Universidade Federal do Ceará (UFC), Ivo Castelo Branco, a preocupação maior é com o risco de infestação do novo sorotipo - dengue tipo 4, em pessoas acima de 35 anos. "Cerca de 70% das pessoas desse grupo já foram infectadas com a dengue 1,2 e 3. Então, temos que reforçar o isolamento do vírus. Os municípios têm que estar atentos para detectar esse novo sorotipo, que já está em Roraima. Se ele chegar aqui, não vamos ter estrutura para atender toda essa demanda". Ivo acrescenta que serão menos casos, porém, casos mais graves da doença.

O orçamento previsto pelo Ministério da Saúde para a saúde de todo Brasil em 2011 é de R$ 68 bilhões. No entanto, Arruda Bastos alerta para a necessidade de se ampliar esse recurso em mais R$ 32 bilhões, para que se complete os R$ 100 bilhões, valor ideal para atender a demanda de todos os Estados.

Até o momento, o que conseguiram foi um acréscimo de R$ 1,5 bilhão, que vai servir para que o Estado aumente o teto de média e alta complexidade dos atuais R$ 127,00 para 150,00 per capta por ano. "Foi uma conquista", assegura Arruda.

LUANA LIMAREPÓRTER

O LULA DISCURSA

Lula afirma que deixa governo com país caminhando em ritmo acelerado


Agência Brasil

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse hoje (15) que deixará um país que caminha em ritmo acelerado - a 120 quilômetros por hora – para sua sucessora, a presidenta eleita, Dilma Rousseff.
O presidente brincou, dizendo que a situação do Brasil é tão boa que ele gostaria de poder administrá-lo agora. “Como eu queria ter herdado um país para governar depois do governo Lula”, disse ao receber o prêmio de Brasileiro da Década concedido pela revista IstoÉ, na capital paulista.

Lula ressaltou, entretanto, que as conquistas dos últimos anos foram resultado de um trabalho conjunto com os governadores, empresários e a sociedade. “O desenvolvimento dos últimos anos não foi atributo desse ou daquele indivíduo”.

A diminuição da desigualdade e da pobreza foi ressaltada por Lula como um dos grandes avanços de seu governo. “Todo o país ganhou, mas os pobres ganharam um pouco mais”, disse. “Este povo que passou a comer melhor e ter acesso ao emprego e a dignidade não se contentará mais com o prato raso da cidadania”, completou.

http://www.tosabendo.com/conteudo/noticia-ver.asp?id=45533

POLÍTICA

Política | 16/12/2010 | 08h39min

Impacto do reajuste dos parlamentares 

deve chegar a R$ 2 bilhões por ano

Cálculo da Confederação Nacional dos Municípios considera o aumento em cascata

O impacto do reajuste nos salários dos parlamentaresdeve chegar a R$ 2 bilhões por ano nas assembleias e câmaras de vereadores. O cálculo da Confederação Nacional dos Municípios é feito considerando o aumento em cascata. A Constituição limita as remunerações dos deputados estaduais a 75% do salário dos federais. O vencimento dos vereadores é vinculado aos salários dos deputados estaduais, variando de 20% a 75%, de acordo com a população.

O aumento depende de aprovação nos legislativos e só pode ser votado para a próxima legislatura. Na Assembleia gaúcha, os líderes de bancada já tinham começado a discutir o assunto. O presidente da casa, Giovani Cherini, afirma que um projeto de lei será elaborado nos próximos dias para ser votado em plenário antes do fim do ano. Ele entende que a questão deve ser encarada com naturalidade.

O salário dos deputados estaduais gaúchos é hoje de R$ 11 mil e deve subir para R$ 20 mil em 2011. As câmaras de vereadores só poderão aprovar aumento no final de 2012, ano da eleição municipal, valendo para os que tomarem posse no início de 2013.

Ontem, o Congresso Nacional aprovou salário de 26,7 mil para senadores, deputados federais, presidente da República, vice e ministros. De 18 deputados gaúchos que estavam em plenário, só dois votaram contra o reajuste de 61,83%: Luciana Genro (PSOL) e Paulo Pimenta (PT).

Veja os deputados que votaram a favor do aumento:
A deputada Emilia Fernandes (PT) se absteve de votar.

* Afonso Hamm (PP), Beto Albuquerque (PSB), Eliseu Padilha (PMDB), Enio Bacci (PDT), Henrique Fontana (PT), Ibsen Pinheiro (PMDB), Luiz Carlos Busato (PTB), Manuela D'Ávila (PCdoB), Maria do Rosário (PT), Nelson Proença (PPS), Onyx Lorenzoni (DEM), Pepe Vargas (PT) e Ruy Pauletti (PSDB) não estavam presentes na votação.
RÁDIO GAÚCHA

TSE

TSE: Registro negado a ficha-suja torna voto nulo


Decisão impede a diplomação até julgamento de recurso, mas não evita que, se candidato for considerado elegível, bancadas sejam recalculadas

16 de dezembro de 2010 | 0h 00
Mariângela Gallucci - O Estado de S.Paulo
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu ontem à noite que os votos dados a candidatos fichas-sujas que não conseguiram o registro de suas candidaturas devem ser considerados nulos. A maioria dos ministros concluiu que esses votos não devem ser computados para o partido nem para a coligação, mesmo nos casos em que o político disputou a eleição com o registro, mas depois teve uma decisão contrária da Justiça Eleitoral.
O TSE também deixou claro que somente deverão ser diplomados pela Justiça Eleitoral os políticos que estão com seus registros deferidos. As diplomações ocorrem até amanhã. O entendimento do TSE pode provocar algumas mudanças no cálculo das bancadas. E no futuro, se o Supremo Tribunal Federal (STF) concluir que a Lei da Ficha Limpa não vale em alguns casos, podem ser determinadas mudanças nas bancadas.
Por 4 votos a 3, os integrantes do TSE entenderam que a Lei da Ficha Limpa teve o objetivo de desestimular as candidaturas de políticos que não tinham a ficha limpa. De acordo com a maioria dos ministros, se os votos obtidos por esses políticos cujas candidaturas estavam sub judice fossem repassados às legendas ou coligações, o objetivo da lei não seria atingido.
Puxador. O ministro Arnaldo Versiani afirmou que as legendas poderiam se sentir estimuladas a lançar puxadores de votos, mesmo com dúvidas sobre sua elegibilidade, já que herdariam a votação. "A hipótese de que se contava (a votação) para o partido acabou", disse o ministro Marcelo Ribeiro.
Vencido no julgamento, o ministro Marco Aurélio afirmou que era necessário observar as consequências da decisão. Segundo ele, o entendimento poderá fazer com que, no início da legislatura, as bancadas ainda não estejam definidas. Há recursos de candidatos barrados pela Ficha Limpa que ainda terão de ser julgados, inclusive pelo STF. Se esses candidatos obtiverem vitórias, cálculos terão de ser refeitos e bancadas, remontadas.
"Quando o eleitor digita o número do seu candidato, ele vota não apenas no candidato. Vota simultaneamente no partido e no candidato", afirmou Marco Aurélio, enfatizando que "no Brasil não se tem partido político". "Nós chegamos até certa altura a imaginar que havia um."
O TSE tomou a decisão ao julgar um recurso envolvendo o candidato a deputado estadual Ocivaldo Serique Gato (PDT-AP). Num primeiro momento, o Tribunal Regional Eleitoral do Amapá concedeu o registro, mas no dia 6 de outubro o TSE concluiu que o político não poderia ter obtido o registro. 

Tópicos: BrasilVersão impressa

INFORMAÇÕES DO TCE - MUNICÍPIO DE PENTECOSTE

PARA OS QUE GOSTAM DE FICAR INFORMADOS E SABER DE DADOS VERDADEIROS, DISPONHAM LEIA TUDO E SE INFORME. ESSES SÃO DADOS OFICIAIS. NÃO ES...