sábado, 28 de janeiro de 2012

O RETRATO DA POLÍTICA PODRE DO BRASIL



A minissérie O BRADO RETUMBANTE parece cumprir com seu objetivo, que é o de mostrar a realidade da política brasileira. Política esta inescrupulosa e suja, a mesma que está instalada desde sempre em nosso país. Aquela política que acontece pelos corredores onde circulam os engravatados do poder. Homens inchados pelo poder e envoltos de orgulho, sem nenhum sentimento pela prática do bem comum. Um círculo de gente perversa que é capaz de qualquer coisa para tirar de linha aquele que é visto como alguém que atrapalhará seus planos maquiavélicos. São pessoas mergulhadas na corrupção de toda espécie. Aquele que surge com proposta e ideais de mudanças é visto como inimigo, uma ameaça as suas más ações, pois temem que este os desmascare. Antes que isso ocorra tratam logo de dar um fim. Arranjam crimes, forjam provas e testemunhas falsas para desmoralizar o pobre sonhador.
Na trama da TV temos dois personagens que de certo modo representa exatamente o que vemos em nosso Brasil. Por um lado temos Paulo ventura, este querendo modificar a política brasileira de seus vícios, encontra resistência. Na realidade é isto que o povo espera de um político: mudanças, honestidade e competência para gerenciar um país. Mas, em contrapartida tem o outro que é chamado de Floriano. O tal mostra com clareza como se comporta essa cambada que nós elegemos a cada 4 anos. Arquiteta os planos mais sujos para derrubar alguém se intromete em seus caminhos obscuros. É capaz de forjar documentos, comprar laranjas, ameaçar aos que não aceitam seus planos sujos. É a cópia fiel de nossos deputados, senadores, e muitos governos e prefeitos. Assistimos todos os dias nos jornais noticias que nos dão esta compreensão. Nos corredores do Palácio do Planalto está a realidade demonstrada na minissérie global. Veja quem são os que formam os grupos de partidos, as votações de leis, os interesses, tudo esta voltado para a manutenção do poder. Aprovar leis que punam os corruptos? Pra quem? Quem vai ser preso? Ora é uma incógnita.
A trama mostra o grupo de Floriano debochando do povo, quando diz que o povo é analfabeto e que estes têm amnésia, esquecerá com facilidade o político que foi acusado de corrupção. O povo fica indignado com declarações como estas, mas infelizmente ainda não aprendeu nada sobre isso e acho que ainda levará um bom tempo para aprender e tomar uma verdadeira posição mediante a estes criminosos.  A cada eleição se repete as mesmas histórias.
É triste ter que escrever um artigo como este e saber que quase não faz sentido para a maioria das pessoas por acreditarem que não tem jeito, que é lutar em vão. A maioria tem uma idéia formada e diz que qualquer um que entrar por esse caminho agirá do mesmo modo. Por pensamentos como estes é que os maus e que não tem nenhum compromisso com o povo e com a coletividade é que continuaremos vivendo subjugados a esta triste realidade.
Não podemos aceitar esta mentira e não fazer nada. Você pode fazer alguma coisa. Não nas ações errada dos outros, pense em você. Você é a diferença. Se cada um agir pela consciência iremos mudar. Talvez leve um tempo, mas mudará. Comprometa-se com esta mudança.  Ela começa dentro de cada um.

Professor Valdeni Cruz   
      

HOMEM REVOLTADO INVADE FÓRUM



REPERCUTE NA MÍDIA A PRISÃO DO DO HOMEM QUE REVOLTADO INVADIU O FORUM DE GUARACIABA DO NORTE A PROCURA DO JUIZ QUE SOLTOU O CRIMINOSO E DEU 03 TIROS DENTRO DO PRÉDIO. Claro que se deve condenar tal ato de violência. A Associação Cerense de Magistrados de pronto saiu em defesa da proteção do juiz, o que ´seu papel. MAS É PRECISO IR ALÉM DO FATO E ENTENDER CAUSAS DESSE DESESPERO. O grande jurista Alemão Ihering já alertava: "O sentimento de justiça , abandonado pela força que devia protegê-lo, desanda do campo do direito e procura atingir por seus próprios meios aquilo que lhe foi negado pela ignorância, pela má fé, pela impotência.” É O QUE ESTÁ ACONTECENDO: uma justiça sem juízes... quando tem juiz é lenta... hesitante... rápida contra os pobres... lenta para os poderosos... para quem direitos com máxima efetividade nada vale... que discrimina greve de tabalhadores e protege prefeitos violadores das leis e corruptos de quem depende para o fórum funcionar... PROTEJAM OS JUÍZES, HÁ BOM JUÍZES... FÁCIL INVESTIR NA FORMAÇÃO DOS JUIZES... REVEJAM A FILOSOFIA DA APLICAÇÃO DO DIREITO PELA JUSTIÇA COMO INSTITUIÇÃO! NÃO É BOA A JUSTIÇA! CASO PINHEIRINHO QUE O DIGA! GREVES DE SERVIDORES TODAS JULGADAS ILEGAIS QUE O DIGAM! PROTEJAM TAMBÉM O DIREITO À JUSTIÇA QUE TODOS TÊM... JUÍZES NÃO PODEM SER BUROCRATAS PETULANTES DISSOCIADOS DA REALIDADE E DOS OBJETIVOS DO DIREITO, DESCONECTADOS DA REALIDADE E PRODUZINDO INJUSTIÇA SOCIAL ORA POR OMISSÃO, ORA POR LENTIDÃO... ORA POR FALTA DE COMPROMISSO COM A LEI MAIOR DO PAÍS! COISA PIORES ACONTECERÃO SE A JUSTIÇA CONTINUAR TÃO INJUSTA! TÃO DISTANCIADA DA CONSTITUIÇÃO! DA RAPIDEZ E DA EFICÁCIA! AS GARANTIAS CRIADAS PARA PROTEGER JUÍZES SE TORNARAM PAREDES DE UM CASTELO PARA QUE MUITOS SE ACREDITEM DEUSES E PRATIQUEM O MAL QUE DEVERIAM COMBATER SEM MEDO PROTEGIDOS PELAS GARANTIAS, QUE ASSIM ALCANÇARAM OBJETIVO INVERSO! HÁ UMA GUERRA CIVIL URBANA, HÁ LINCHAMENTOS E NA MAIORIA DAS VEZES É MAIS FALAR COM UM MINISTRO DO STJ EM BRASÍLIA DO QUE COM UM JUIZ DE UMA COMARCA DE INTERIOR! QUE DEVEM SER REPEITADOS PELO RESULTADO DO TRABALHO QUE APRESENTEM NÃO PELO CARGO QUE OCUPEM! Lembremos das palavras de Ihering!


Dr. Valdecy Alves 

ASSEMBLEIA DO SINDSEP PENTECOSTE NESTA MANHA DE SÁBADO

Claudia Melo iniciou fazendo toda uma explanação sobre os recursos do FUNDEB e sobre o andamento do processo do salário mínimo. Muitas perguntas foram feitas pelos servidores. Claudia ainda convocou a todos para a luta, do contrário é apenas ilusão acharmos que vamos conseguir alguma coisa pois somente esperando estaremos enganados.
Dr. Valéria esteve presentes e falou aos presentes em rápidas palavras sobre  a luta para que os trabalhadores de Pentecoste recebem um melhor salário. Em pentecoste muitos profissionais não vem tendo aumento do decorrer dos anos, o que tem achatado o salário de muitos, pois o salário mínimo já vai chegar aos 622,00 e os que recebiam um pouco mais estão sendo prejudicados.Entre estes profissiosnais estão o da saúde e os secretários escolares. Como seus salários não vem tendo reajuste os que ganham salário minimo estão alcançando o salário dos demais.
Dr. Valdecy Alves em sua fala sobre a questão do salário mínimo. O processo do salário mínimo não tem mais recursos pois foi gando em todas as instâncias. O problema agora está na Comarca de Pentecoste. A questão agora é só de execução.
Dr. Valdecy Disse que está em nós sermos considerado como Davi e os governos como os golias. Temos do nosso lado uma justiça lenta e tendenciosa. Por outro lado os que estão no poder tem muito dinheiro e portanto compram advogados e falsas testemunhas.
O advogado critica abertamente os juízes que não honram com suas funções, pois em vez de fazer cumprir a constituição ficam do lado de quem tem poder e isso é um afronta a sociedade. Ele diz que se os juízes não começarem a fazer valer os direitos  dos cidadãos daqui a pouco as pessoas irão se revoltar contras os magistrados que não fizer cumpri a Constituição.
Ele diz ainda que a justiça do Ceará é uma das piores do Brasil segundo pesquisas. 
Num discurso inflamado contra a atuação dos juízes diz que é lamentável que a justiça se torne deixe abater pelos poderosos.
A luta de Pentecoste é pelo cumprimento do quinquênio, pois o direito está sendo descumprido de acordo com a Lei Orgânica.
Segundo Dr Valdecy precisamos talvez até ocupar fórum pra ver se a justiça defende o direito dos cidadãos. 
Sobre o rateio das gestantes. Sobre esse assunto o advogado disse que tem que se trabalhar com a Lei. O salário maternidade está garantido por Lei para que a mãe passe a cuidar do filho nesse e período. Esta pessoa por sua vez passa a receber pelo INSS. Portanto, no caso do FUNDEB não terá direito pois esta na consta neste período na folha de pagamento da prefeitura. Portanto, de acordo com a lei as gestantes, por estarem fora da sala de aula no período em que entrou de licença maternidade não terão direito ao rateio. Quem receberá no caso será a pessoa que está no lugar dela na sala de aula.
Dr. Valdecy fala de encaminhamentos que o sindicato encaminhar para a luta sindical em 2012.
Lembrou que este ano é ano dos políticos se tornarem bonzinhos. É tempo de serem agradáveis e de incharem a folha de pagamento com contratações temporárias, saiba-se de passagem isso nada mais é do que cabide de emprego. Portanto, nos preparemos para a luta.
Uma proposta sugerida foi a questão de debater um possível estado de greve.
Por fim faz uma alerta aos presentes na assembleia que é preciso lutar pra conseguir seus direitos. Deixou claro também que tudo depende dos servidores, se estes quiserem abrir mão de sus direitos ai já não adianta ficar chorando o leite derramado e colocando a culpa na instituição sindical. Nossa postura deve ser de responsabilidade, ma lembrando que tudo está favorável para que consigamos nossos objetivos.  

O fim da palavra do advogado, Claudia da por encerrada a reunião.

Artigo escrito em tempo real pelo Vice-Presidente do SINDSEP, Professor VALDENI CRUZ         
    

ASSEMBLEIA SINDICAL AS 8:30 DA MANHÃ NA SEDE DA ENTIDADE

Assembleia do SINDSEP logo mais as 8:30 da manhã na sede da entidade com a presença do advogado Dr. Valdecy Alves. Convocamos a todos os filiados para se fazerem presentes para deliberação das diversas atividades para o ano de 2012.
O SINDSEP é você. Saiba que quando estamos juntos temos mais força para puxar a corda que muitas vezes está sendo puxada pelo poder que tenta a todo tempo derrubar os pequenos massacrando através de salários baixos desrespeito ao trabalhador e outras coisas semelhantes. Mas se estamos todos juntos do mesmo lado a força pode ter o gigante que tiver do outro lado que el cai como caiu o golias diante da força de Davi.

Professor Valdeni Cruz

Evangelho (Marcos 4,35-41)


Sábado, 28 de Janeiro de 2012


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

35Naquele dia, ao cair da tarde, Jesus disse a seus discípulos: “Vamos para a outra margem!” 36Eles despediram a multidão e levaram Jesus consigo, assim como estava na barca. Havia ainda outras barcas com ele. 37Começou a soprar uma ventania muito forte e as ondas se lançavam dentro da barca, de modo que a barca já começava a se encher.38Jesus estava na parte de trás, dormindo sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e disseram: “Mestre, estamos perecendo e tu não te importas?” 39Ele se levantou e ordenou ao vento e ao mar: “Silêncio! Cala-te!” O vento cessou e houve uma grande calmaria. 40Então Jesus perguntou aos discípulos: “Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?” 41Eles sentiram um grande medo e diziam uns aos outros: “Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?”


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

SOBRE O HOLOCAUSTO


Holocausto: a morte que gerou vida

Milhões de pessoas foram exterminadas durante a Segunda Guerra Mundial, o massacre que ocorreu nesse período foi denominado “Holocausto”. Neste dia lembramos, com pesar, todas as vítimas desse crime contra a humanidade.
Padre David Nehaus
Padre David Nehaus
Padre David Nehaus, judeu de origem, e vigário da comunidade católica hebraica de Jerusalém, contou-nos um pouco do que sua família viveu naquele período: “A minha família viveu durante séculos na Alemanha, tenho alguns tios que até morreram lutando no exército do país. Quando Hitler chegou ao poder, em 1933, tirou os judeus da sociedade alemã. Para eles foi um grande choque, porque eram cidadãos alemães, orgulhosos de servir o próprio país. Mas, graças a Deus, minha família entendeu a hora de sair e foi viver na África do Sul”, relatou-nos.
O Estado de Israel, onde o sacerdote vive hoje, foi fundado para fornecer abrigo aos sobreviventes do massacre.
Os ciganos também foram assassinados em grande número nessa época. Em 1933, a imprensa nazista começou a acentuar que eles [ciganos] eram raças estrangeiras, inferiores, e que teriam contaminado a Europa como um corpo estranho.
O primeiro grito de alarme oficial para o mundo cigano se fez ouvir em 17 de outubro de 1939, quando foram proibidos de abandonar seus acampamentos e iniciaram a transferência para a Polônia.
Em um boletim policial, datado de 25 de agosto de 1942, lê-se, entre outras coisas relativas aos ciganos, que “é pois indispensável exterminar esse bando integralmente, sem hesitar.”
Nesse período também a Igreja foi muito perseguida, quando muitos santos nasceram numa entrega total de amor.
Em julho de 1942, publicamente, os bispos holandeses emitiram sua posição formal contra os nazistas. Hitler considerou isso uma agressão da Igreja Católica local e revidou.
No mesmo dia, outros duzentos e quarenta e dois judeus católicos foram deportados para os campos de concentração.
Padre Carl Lampert foi considerado mártir do nazismo. O sacerdote não teve medo de se opor ao regime e testemunhar a fé em Cristo no trágico período de perseguição aos católicos na Áustria. Por causa de sua fé foi deportado e condenado à morte por decapitação em um campo de concentração.
Edith Stein, ou a “freira alemã” como era identificada pelos sobreviventes, diferenciou-se muito dos outros prisioneiros. Ela procurava consolar os mais aflitos, levantar o ânimo dos abatidos e cuidar, do melhor modo possível, das crianças.
No dia 7 de agosto de 1942, Edith Stein, e centenas de homens, mulheres e crianças foram de trem para o campo de extermínio de Auschwitz-Birkenau. Dois dias depois, em 9 de agosto, foram mortas na câmara de gás e tiveram seus corpos queimados.
São Maximiliano Kolbe é conhecido como “o mártir da caridade” e deu abrigo a muitos refugiados, incluindo cerca de 2 mil judeus. Em 17 de fevereiro de 1941 foi preso pela Gestapo e transferido para Auschwitz em 25 de maio como prisioneiro número 16670.
Em julho de 1941, um homem do bunker de Kolbe fugiu e, como represália, os nazistas  enviaram para uma cela isolada outros dez outros prisioneiros para morrer de fome e sede (o prisioneiro fugitivo é mais tarde encontrado morto, afogado numa latrina).
Um dos dez lamenta-se pela família que deixaria, dizendo que tinha mulher e filhos, e Kolbe pede para tomar o seu lugar. O pedido é aceito.
Pio XII
Pio XII
Papa Pio XII deu um testemunho incensante de fé e coragem ao esconder judeus, criando em Roma e em várias casas religiosas outros tantos abrigos para os judeus perseguidos.
O sofrimento desses homens e mulheres não foi estéril, foi capaz de transformar a morte em vida, pois encontraram o seu sentido pela união com Cristo.

Fonte: Cancão Nova

"O Holocausto nunca pode ser esquecido", diz sobrevivente

O polonês Ben Abraham, 87 anos, trabalha para que o genocídio de Hitler nunca caia no esquecimento. Foto: Divulgação

MARIANA BITTENCOURT
Há exatos 67 anos, tropas aliadas libertavam os prisioneiros dos campos de concentração nazistas de Auschwitz e Birkenau, na Polônia, após mais de cinco anos de terror perpetrados pelas tropas alemãs no país. Entre os sobreviventes do Holocausto, estava um polonês de 20 anos que havia prometido a si mesmo que contaria ao mundo o que acontecera a ele e sua família. Ben Abraham, hoje com 87 anos, tornou-se jornalista e escritor, mudou-se para o Brasil e trabalha para que o genocídio de 6 milhões de judeus nunca caia no esquecimento.
Como presidente da Associação dos Sobreviventes do Holocausto (Sherit Hapleitá) no Brasil, Ben Abraham defende que os jovens aprendam nas escolas o que aconteceu na Alemanha na década de 30. "Hitler foi eleito nas eleições livres e democráticas. É preciso alertar em quem votar, para não sermos iludidos como aconteceu com o povo alemão", disse ele. "É preciso aprender a história do passado para viver no presente e enfrentar o futuro com cabeça erguida", afirmou Abraham.
Neste 27 de janeiro, a Organização das Nações Unidas (ONU) homenageia todas as vítimas de Hitler com o Dia Internacional de Lembrança das Vítimas do Holocausto. Várias cidades do mundo voltam seus olhos a um dos maiores genocídios da história. No Brasil, Ben Abraham participará de uma cerimônia em São Paulo, nesta sexta-feira, e outra em Salvador, no domingo. Em entrevista ao Terra, ele relatou os momentos de dor pelos quais passou nas mãos das tropas nazistas.
Terra - Quando e como ocorreu a ocupação de sua cidade natal (Lodz, na Polônia) pelos nazistas?
Bem Abraham - Tudo começou no dia 1º de setembro de 1939 (dia em que os alemães invadiram a Polônia). Naquela época, eu tinha 14 anos. Seis dias depois, as tropas alemãs entraram na minha cidade natal, Lodz. Logo, começaram perseguições aos judeus. Os religiosos tiveram suas barbas cortadas e eram humilhados, e os judeus eram pegos para trabalhos forçados. Os mais destacados eram levados na calada da noite e nunca mais voltaram. Logo depois, os alemães, para marcar os judeus, colocaram neles uma braçadeira branca com uma estrela de Davi azul no braço direito. Todos eram obrigados a usar, desde os 5 anos de idade até 80, 90 anos. Judeus eram pegos nas ruas para trabalhos forçados, com castigos de chicotadas.

Terra - Os nazistas aprisionaram os judeus da cidade de Lodz em um gueto. Como isso aconteceu?
Abraham - O gueto, o primeiro do século XX, foi instalado em um bairro miserável, que foi cercado com arame farpado. Ninguém podia sair do gueto. No primeiro ano, o inverno era tão rigoroso, a temperatura chegou a mais ou menos -30°C, e as condições eram humilhantes. Várias famílias compartilhavam a mesma moradia, sem qualquer higiene, não tinha banheiros lá dentro, só na rua. A gente desmontava cercas de madeira para se aquecer. Basta dizer que, no primeiro ano, no nosso gueto, onde foram encarcerados 162 mil judeus, quase 25 mil morreram em um ano. No ano seguinte, as condições melhoraram, pois os alemães instalaram fábricas para seus uniformes, para seus armamentos e outras coisas no gueto. Os homens e mulheres eram obrigados a trabalhar desde os 10 anos de idade até os 70, 80 anos. Em 1942, os alemães exigiram que a liderança do gueto escolhesse 20 mil judeus, diziam que iam trabalhar. Mas era tudo um engano, eram todos condenados à morte. Cercaram o gueto outra vez, era proibido sair das suas casas, por oito dias, sem quaisquer mantimentos. Fomos encarcerados.

Terra - Como as tropas nazistas escolhiam e matavam os judeus aprisionados?
Abraham - Alemães cercavam bairro por bairro, mandavam todos descer e, conforme o aspecto da pessoa, principalmente jovens, crianças e velhos eram levados e mortos. Eram mandados a um lugarejo ermo, situado mais ou menos a 60 km de Varsóvia, onde lhes esperavam caminhões fechados como de mudanças, mas os gases do escapamento eram canalizados dentro da carroceria, e até chegarem à vala comum, todos já haviam sido asfixiados. Depois, as condições do gueto melhoraram um pouquinho, porque todo mundo era obrigado a trabalhar 12 horas por dia, sete dias por semana, nas fábricas. A fome era tremenda, a gente sofria com fome e frio.

Terra - Como o senhor saiu do gueto e foi mandado a campos de concentração nazistas?
Abraham - No verão de 1944, quando as tropas soviéticas chegaram a Varsóvia, o gueto deveria ser liquidado. Os alemães prometiam que iríamos trabalhar no campo e teríamos melhores condições de vida. Mas ninguém acreditava. Então, os alemães outra vez entraram no gueto e cercaram uma rua atrás da outra, um bairro depois do outro, retirando as pessoas e mandando a um lugar desconhecido. E eu, com minha mãe, também fui mandado para lá. Vagávamos nos trens, nos vagões fechados, alguns com carga, sem higiene, e pensávamos que íamos trabalhar nas fábricas de sabão. Depois de retirados a chicotadas e gritos dos vagões, fomos separados em três grupos: homens, mulheres e inaptos para o trabalho, que eram velhos, crianças, mulheres grávidas e mulheres que não quiseram se separar de suas crianças. Esses foram diretamente para a morte. Os outros passaram pela seleção e iam para trabalhos forçados ou para a câmara de gás. As pessoas eram asfixiadas nas câmaras de gás e, depois, queimadas nos crematórios. Os alemães aproveitaram tudo, cortaram cabelos das mulheres, cortaram os dedos para tirar anéis, depois cremaram e as cinzas eram enviadas à Alemanha como fertilizante. Eu, pela última vez, vi minha mãe, e soube depois que ela foi para o crematório, para a câmara de gás. Passei duas semanas em Auschwitz, onde fiquei até a primavera de 1945. Com a aproximação das forças aliadas após a invasão da Normandia, o nosso campo foi desativado e fui enviado a outro campo. Quando fui libertado, eu pesava 28 kg, um esqueleto humano coberto com pele, estava com tuberculose dupla e outras doenças.

Terra - O que aconteceu após sua libertação?
Abraham - Passei mais de 10 meses nos hospitais aliados cuidando das minhas doenças. Naquela época, não tinha antibióticos, e eu sarei sem deixar vestígios da tuberculose, como milagre. Eu jurei, naquela época: caso Deus me permitisse sobreviver à guerra, contaria para o mundo o meu testemunho e tudo que presenciei. Naturalizei-me brasileiro e trabalhei em várias capitais no Brasil, como jornalista e colaborador de vários jornais.

Terra - Qual a importância de ensinar o Holocausto nas escolas?
Abraham - É muito importante ensinar principalmente às novas gerações o que um regime totalitário inescrupuloso como foi o de Hitler pode produzir em sua própria nação. Hitler foi eleito nas eleições livres e democráticas. Depois, assumiu o poder ditatorial. Assim, é preciso alertar em quem votar, para não sermos iludidos com essas demagogias baratas como aconteceu com o povo alemão, que, até Hitler chegar ao poder, era o povo mais civilizado do mundo. O Holocausto nunca pode ser esquecido pelo mundo inteiro. Foi um massacre lícito finalizado pelo governo alemão daquela época que tirou a vida de todas as raças consideradas inferiores, iniciando pelos judeus e ciganos. Porque foram mortos nas câmaras de gás 6 milhões de judeus, em fuzilamentos em massa e também meio milhão de ciganos. É preciso aprender a história do passado para viver no presente e enfrentar o futuro com cabeça erguida.

Rússia homenageou as vítimas do Holocausto


A Rússia celebrou nesta sexta-feira, 27, o Dia Internacional da Memória das Vítimas do Holocausto, recordando a data em que, há 67 anos, o Exército Vermelho da então União Soviética libertou os prisioneiros judeus do campo de concentração de Auschwitz, montado pelos nazistas na Polônia.
Na capital russa, as solenidades aconteceram no Centro Comunitário Judaico e na Grande Sinagoga de Moscou. As celebrações pelo Dia Internacional da Memória das Vítimas do Holocausto foram estabelecidas pela Organização das Nações Unidas para a data de 27 de janeiro para marcar a tomada de um dos campos de concentração em que os nazistas cometeram as maiores atrocidades contra judeus, negros, ciganos e pessoas portadoras de deficiências físicas e mentais.
Auschwitz chegou a reunir mais de 4 milhões de prisioneiros. 2,5 milhões deles morreram nas câmaras de gás e 500 mil morreram das mais variadas doenças, a maioria delas inoculadas pelos nazistas que utilizavam os prisioneiros em inúmeras experiências científicas.
Na tarde de 27 de janeiro de 1945, um sábado, o Exército Vermelho da União Soviética tomou Auschwitz e encontrou, apenas, três mil prisioneiros. Os nazistas, sabedores que os soviéticos haviam desencadeado ofensiva para tomar seus campos de concentração nos países eslavos, determinaram a sua desativação e o massacre do maior número possível de prisioneiros para que não fossem encontrados vestígios das suas atrocidades. Auschwitz foi apontado como o maior e mais terrível campo de extermínio do regime de Adolf Hitler. No auge do Holocausto, em 1944, eram assassinadas seis mil pessoas por dia. Auschwitz-Birkenau foi criado em 1940, a cerca de 60Km da cidade polonesa de Cracóvia. Concebido inicialmente como centro para prisioneiros políticos, o complexo foi ampliado em 1941 para que fossem eliminadas todas as pessoas que os nazistas consideravam impuras tais como judeus, negros, ciganos e portadores de deficiências.
Para matar os prisioneiros, os nazistas os concentravam em câmaras nas quais colocavam o gás altamente tóxico Zyklon B, usado para matar ratos e desinfetar navios. Quando liberado e entrando em contato com o ar, libera substâncias que matam em minutos as vítimas da sua inoculação.

Governo central supera meta de primário em 2011



BRASÍLIA, 27 Jan (Reuters) - O governo central -formado pelo governo federal, Banco Central e INSS- fechou 2011 com um superávit primário de 93,519 bilhões de reais, superando a meta oficial do período de 91,8 bilhões de reais, informou o Tesouro Nacional nesta sexta-feira.

Em dezembro, o saldo ficou positivo em 2,012 bilhões de reais. O superávit primário é a economia feita pelo setor público para pagamento de juros.
O resultado do mês passado foi sustentado pela Previdência Social, com superávit de 4,885 bilhões de reais, já que as contas do Tesouro ficaram negativas em 3,097 bilhões de reais.
O governo central superou a meta de 2011 sem usar a possibilidade de descontar investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
O investimento fechou o ano passado em 47,5 bilhões de reais, 0,8 por cento a mais do que 2010. Até novembro, esses desembolsos apresentavam queda no acumulado no ano.
Em 2011, a despesa total ficou em 724,403 bilhões de reais, ou 17,52 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), queda de 1,06 ponto percentual em relação ao valor do ano anterior. No mês passado, os gastos totalizaram 78,971 bilhões de reais.
A receita líquida fechou o ano em 817,922 bilhões de reais, ou 19,78 por cento do PIB. Em 2010, essa mesma relação atingiu 20,67 por cento. E em dezembro, a receita somou 80,984 bilhões de reais.
(Reportagem de Tiago Pariz)

Arrecadação de impostos e contribuições bate recorde e soma R$ 969,907 bilhões em 2011


Arrecadação de impostos e contribuições bate recorde e soma R$ 969,907 bilhões em 2011 thumbnail
Total é o maior já registrado no Brasil, segundo a Receita Federal. Além disso, arrecadação de dezembro foi recorde mensal.


Da Redação 
redacao@novohamburgo.org
(
Siga no Twitter
)

Os brasileiros nunca pagaram tantos impostos federais e contribuições previdenciárias. No ano passado, o total chegou a R$ 969,907 bilhões, um acréscimo de R$ 163,2 bilhões em relação aos R$ 805,7 bilhões recolhidos em 2010.
Descontada a inflação de 6,5%, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA, o aumento real foi de 10,1% – um pouco maior que o aumento real de 9,85% em 2010 na comparação com 2009. Essa foi a maior arrecadação já registrada no país, de acordo com números da Receita Federal do Brasil.
A arrecadação do mês de dezembro, no total de R$ 96,632 bilhões, também foi recorde mensal, com recolhimento de R$ 5,750 bilhões a mais que no mesmo mês de 2010. Diferença insuficiente, porém, para cobrir a inflação do período. Portanto, a variação mensal anualizada foi negativa em 2,69%.
De acordo com a série histórica da Receita, iniciada em 2003, o aumento percentual anual da arrecadação federal em 2011 não foi o mais alto. O recorde, em termos reais, continua com os 11,09% contabilizados em 2007, no auge da atividade econômica. Os outros aumentos registrados foram de 1,85% em 2003, de 10,6% em 2004, de 5,65% em 2005, de 4,48% em 2006, de 7,68% em 2008, além do recuo de 3% em 2009, em decorrência da crise financeira internacional iniciada no ano anterior.
LEÃO – O tributo que mais contribuiu com a arrecadação foi o imposto de renda, que recolheu R$ 249,818 bilhões no ano, com aumento de 19,99% sobre os R$ 208,201 bilhões do ano anterior. No bolo das receitas tributárias, o imposto de renda aumentou sua participação de 25,19% para 25,76%. A segunda maior fonte de recursos para o Fisco foi a Contribuição para a Seguridade Social – Cofins, com R$ 158,079 bilhões, crescimento de 13,16% em relação ao ano anterior e 16,30% do todo.

Informações de Agência Brasil

FOTO: ilustrativa / GettyImages

Evangelho (Marcos 4,26-34)

Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2012


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 26Jesus disse à multidão: “O Reino de Deus é como quando alguém espalha a semente na terra. 27Ele vai dormir e acorda, noite e dia, e a semente vai germinando e crescendo, mas ele não sabe como isso acontece. 
28A terra, por si mesma, produz o fruto: primeiro aparecem as folhas, depois vem a espiga e, por fim, os grãos que enchem a espiga. 29Quando as espigas estão maduras, o homem mete logo a foice, porque o tempo da colheita chegou”. 
30E Jesus continuou: “Com que mais poderemos comparar o Reino de Deus? Que parábola usaremos para representá-lo? 31O Reino de Deus é como um grão de mostarda que, ao ser semeado na terra, é a menor de todas as sementes da terra. 32Quando é semeado, cresce e se torna maior do que todas as hortaliças, e estende ramos tão grandes, que os pássaros do céu podem abrigar-se à sua sombra”. 
33Jesus anunciava a Palavra usando muitas parábolas como estas, conforme eles podiam compreender. 34E só lhes falava por meio de parábolas, mas, quando estava sozinho com os discípulos, explicava tudo.


- Palavra da Salvação. 
- Glória a vós, Senho

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Padre Antônio Maria é assaltado em mosteiro no interior de SP


Seis homens armados e encapuzados invadiram o mosteiro Ain Karim que fica no bairro Campo Grande, na zona rural de Jacareí, às 23h de quarta-feira. Eles foram direto para a casa do padre Antônio Maria.
Depois de render o padre, os bandidos o trouxeram para outra casa onde vivem as irmãs. Ao todo, 15 pessoas ficaram presas num quarto. Em duas horas, os bandidos vasculharam todos os cômodos da casa.
Da sala de convivência das irmãs foram levados uma televisão, um aparelho de DVD e o computador. Os ladrões deixaram rastros por todos os cantos. Eles achavam que havia um cofre e retiraram os quadros da parede.
Além de eletroeletrônicos e eletrodomésticos, eles roubaram R$ 1.100,00 em dinheiro e fugiram em dois carros do mosteiro. O padre Antônio Maria estudou na Alemanha, trabalhou em Portugal e há mais de 20 anos voltou ao Brasil. Hoje desenvolve um trabalho com crianças e adolescentes. Ficou famoso com os livros e a música. Tem trabalhos próprios e parceria com grandes artistas brasileiros.
No mosteiro, mesmo depois do susto, o clima era de alívio por ninguém ter ficado ferido.
"Eles disseram que não iam fazer mal nenhum, mas que queriam dinheiro. Eu falei ′meus filhos não façam isso, nós não temos dinheiro. Nós lutamos com dificuldade’. Até as pessoas imaginam muitas vezes que eu nado em dinheiro, porque canto, porque tenho discos, vou à televisão. Porque sou amigo do Roberto Carlos e isso não quer dizer nada", conta o padre Antônio Maria.
"Um deles ficou comigo, pra me guardar, e ele me desamarrou. Eu falei `eu sei que não vai dizer teu nome, mas eu quero dizer que eu vou rezar muito por você, por vocês, vai falar isso para os teus amigos`. E eu fiquei lá conversando com ele e disse até `eu quero te dar um abraço`, e eu abracei ele e ele me abraçou, e eu senti que era o próprio coitado’", diz o padre Antônio Maria.
O padre e as freiras conseguiram escapar e chamaram a Polícia Militar. Até agora ninguém foi preso.
Essa não é a primeira vez que as freiras passam por uma situação parecida. Há dois anos e meio, elas foram assaltadas no mesmo local.
A Polícia Militar informou que irá reforçar a segurança no local. Já a Civil disse que uma equipe já investiga esse caso e vai colher os depoimentos das vítimas.
Da Agência O Globo

TCM cobra R$ 10,5 mi de ex-gestor da Capital


Clique para Ampliar
KID JÚNIOR
Conselheiro Ernesto Saboia afirmou não lembrar de uma condenação no Tribunal de Contas que cobre a devolução de um valor tão alto
Marcos Clésio Jurema Costa respondia pela Secretaria de Finanças na gestão do ex-prefeito Juraci Magalhães

O ex-secretário de finanças de Fortaleza, Marcos Clésio Jurema Costa, terá que devolver aos cofres do município recursos da ordem de R$ 10,5 milhões. Decisão nesse sentido foi tomada, ontem, na segunda câmara de julgamentos do Tribunal de Contas do Municípios (TCM). Da decisão ainda cabe recurso.

O processo julgado ontem refere-se a uma tomada de contas de gestão (secretaria de finanças) relativa ao exercício do ano 2000. A decisão foi pela irregularidade das contas, com nota de improbidade administrativa, em tese, aplicação de débito no valor de R$ 10.434.962,39 e de multa de R$ 63.101,13. O relator do processo, conselheiro Ernesto Saboia, informou em entrevista ao Diário do Nordeste que não lembrava, na história do TCM, uma condenação com valores tão elevados.

Na análise das contas foram constatadas várias irregularidades, dentre elas a falta de prestação de contas, encaminhamento de balancetes fora do prazo, licitações com supostas irregularidades e o pagamento de juros por atrasos no pagamento de obrigações junto a Caixa Econômica Federal (CEF) e ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O montante do débito apurado foi da ordem de R$ 4 milhões, mas com as correções necessárias chegou a R$ 10,4 milhões. A demora no julgamento desse processo deve-se ao fato de ter sido julgado e o acórdão do primeiro julgamento foi anulado para assegurar ao acusado o direito de se defender.

A reportagem do Diário do Nordeste entrou em contato com diversas fontes do PMDB para tentar localizar o ex-gestor de Finanças de Fortaleza, Marcos Clésio Jurema Costa, mas as ligações realizadas para os números de telefones cedidos não foram atendidas.

Irregulares

Durante a sessão de ontem, outros ex-gestores de órgãos da administração da Capital também tiveram contas julgadas irregulares, com nota de improbidade administrativa e aplicação de multa. Este é o caso do ex-deputado estadual Maurílio Banhos, do ex-vereador Paulo Mindêllo e do presidente do Instituto de Previdência do Município (IPM), no exercício de 2005, Vicente de Paula Pinto da Costa.

Na Tomada de Contas Especial (TCE) realizada na administração do secretário da Regional VI, exercício de 2003, Maurílio Banhos, foram constatadas irregularidades na reforma e/ou construção de cinco salas de aula, uma biblioteca, uma secretaria, uma diretoria, um arquivo e dois sanitários na Escola Municipal Ismael Pordeus, no Jardim das Oliveiras.

Como consequência das irregularidades relacionadas ao então secretário da Regional VI foi imputado um débito calculado em R$ 199.108,92, assim como foi aplicada uma multa de R$ 10.641,10.

Prestação

Também como secretário da Regional VI, no exercício de 2005, o ex-vereador Paulo Mindêllo teve a prestação de contas da sua administração julgada irregular, com nota de improbidade administrativa e multa no valor de R$ 39.317,70.

Ele é acusado de fracionamento de despesas, ou seja, realizou despesas com o mesmo objeto que mereciam licitação se estivessem sido realizadas em conjunto. As irregularidades apuradas nas contas de Vicente de Paula Pinto da Costa no IPM também lhe renderam uma multa de R$ 45.756,20.

Dentre outras irregularidades foram constatadas a não remessa integral da prestação de contas de gestão, especificamente pela ausência do demonstrativo das doações, subvenções, auxílios e contribuições concedidas, demonstrativo das responsabilidades não regularizadas, assim como, as alterações estatutárias ocorridas no exercício ou declaração expressa da sua não ocorrência.

Todos esses processos tiveram como relator o conselheiro do Tribunal de Contas, Ernesto Saboia, e como tratam de julgamentos da segunda câmara ainda cabem recursos.

Fonte: Diário do Nordeste

OS REPRESENTANTES DA CORRUPÇÃO

Política    É triste escrever um artigo com este título, mas não seria verdade se não fosse assim. É  desse modo que esta...