sábado, 11 de maio de 2013

OS ZUMBIS DO CRACK


Foto: “Zumbis do crack invadem as capitais do Brasil”. “Zumbis se arrastam pela rua”. “São farrapos enrolando restos de humanidade”. É o que bradam colunistas dos grandes jornais brasileiros sobre os usuários da droga concentrados nas chamadas cracolândias. Estigmatizados como zumbis por uma classe média que não os quer enxergar, eles provocam cada vez mais pânico no restante da população que não sabe lidar com essa situação.

O termo “zumbi” caracteriza alguém dado como morto, que volta a viver irracionalmente, controlado por uma força maior; um ser humano que vive em estado catatônico, gerando insegurança e medo. Definir os usuários de crack como zumbis sugere que eles perderam a capacidade de escolha e discernimento sobre a própria vida, que a droga os manipula e que são, por si só, uma ameaça à sociedade.

No entanto, o crack não é o inimigo contra o qual se deve lutar. Ainda que seja uma droga mais pesada e com efeitos mais degradantes a seus usuários – se comparada ao álcool e à cocaína, por exemplo –, é apenas mais uma substância ofertada à população. Seus consumidores são vítimas de um sistema que os criminaliza. “Se essas pessoas estivessem simplesmente na rua, passando fome e frio, como sempre estiveram, independentemente de serem ou não usuários de drogas, não seriam ‘zumbis’ ou, pelo menos, não ameaçariam”, diz o antropólogo e pesquisador sobre uso de drogas Maurício Fiore. 

Muitos profissionais do direito, da saúde e da assistência social que trabalham diariamente com dependentes de crack afirmam que esses usuários têm plena consciência do que estão passando. Entre eles está a defensora pública do Estado de São Paulo Daniela Skromov de Albuquerque. Para ela, “de uma hora para outra” todo mundo acordou e quer envolver a sociedade e as instituições para encontrar uma solução ao problema do crack. “Junto a este senso de urgência vem um discurso salvacionista e a concepção de que os usuários de drogas não sabem o que querem. Então, surge o crack como droga símbolo e os especialistas devem definir o que estes indivíduos devem querer”.“Zumbis do crack invadem as capitais do Brasil”. “Zumbis se arrastam pela rua”. “São farrapos enrolando restos de humanidade”. É o que bradam colunistas dos grandes jornais brasileiros sobre os usuários da droga concentrados nas chamadas cracolândias. Estigmatizados como zumbis por uma classe média que não os quer enxergar, eles provocam cada vez mais pânico no restante da população que não sabe lidar com essa situação.

O termo “zumbi” caracteriza alguém dado como morto, que volta a viver irracionalmente, controlado por uma força maior; um ser humano que vive em estado catatônico, gerando insegurança e medo. Definir os usuários de crack como zumbis sugere que eles perderam a capacidade de escolha e discernimento sobre a própria vida, que a droga os manipula e que são, por si só, uma ameaça à sociedade.

No entanto, o crack não é o inimigo contra o qual se deve lutar. Ainda que seja uma droga mais pesada e com efeitos mais degradantes a seus usuários – se comparada ao álcool e à cocaína, por exemplo –, é apenas mais uma substância ofertada à população. Seus consumidores são vítimas de um sistema que os criminaliza. “Se essas pessoas estivessem simplesmente na rua, passando fome e frio, como sempre estiveram, independentemente de serem ou não usuários de drogas, não seriam ‘zumbis’ ou, pelo menos, não ameaçariam”, diz o antropólogo e pesquisador sobre uso de drogas Maurício Fiore. 

Muitos profissionais do direito, da saúde e da assistência social que trabalham diariamente com dependentes de crack afirmam que esses usuários têm plena consciência do que estão passando. Entre eles está a defensora pública do Estado de São Paulo Daniela Skromov de Albuquerque. Para ela, “de uma hora para outra” todo mundo acordou e quer envolver a sociedade e as instituições para encontrar uma solução ao problema do crack. “Junto a este senso de urgência vem um discurso salvacionista e a concepção de que os usuários de drogas não sabem o que querem. Então, surge o crack como droga símbolo e os especialistas devem definir o que estes indivíduos devem querer”.

Fonte: www.facebook.com/Ricardo.Reis.SP

Evangelho de hoje, (João 16,23b-28) Sábado, 11 de Maio de 2013



6a Semana da Páscoa


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 23b“Em verdade, em verdade vos digo: se pedirdes ao Pai alguma coisa em meu nome, ele vo-la dará. 24Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis; para que a vossa alegria seja completa.
25Disse-vos estas coisas em linguagem figurativa. Vem a hora em que não vos falarei mais em figuras, mas claramente vos falarei do Pai. 26Naquele dia pedireis em meu nome, e não vos digo que vou pedir ao Pai por vós, 27pois o próprio Pai vos ama, porque vós me amastes e acreditastes que eu vim da parte de Deus. 28Eu saí do Pai e vim ao mundo; e novamente parto do mundo e vou para o Pai”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

A PRESENÇA DO CATOLICISMO PELO MUNDO


Professor Valdeni Cruz

A Igreja católica ultrapassa 2000 mil anos de história. Tem início com o nascimento de Jesus Cristo e se solidifica com a Paixão, a Morte e Ressurreição dele e da ação posterior de seus discípulos pelo mundo a fora até os nosso dias.
A Igreja Católica hoje conta com 270 Cardeais, 5.104 Bispos, 412.236 Padres, 118.990 Seminaristas, Escolas e Colégios 136.438 e 48,9 milhões de Estudantes. O Catolicismo arrebanha um total de 1,196 bilhão da população mundial, o que totaliza 17,5%.
Temos como Chefe atual da Igreja, o Papa Francisco, eleito no dia 13 de Março. Este que vem sendo motivos de aplausos pela maioria dos católicos e tem conseguido admiração de outros líderes religiosos pelo mundo a fora.

O numero de fiéis esta dividido da seguinte forma:

America do Norte: 88,5 milhões e 22 Cardeais, 8%
América Latina e Caribe: 425 4 milhões e 30 Cardeais, 24%
Europa: 257,1 milhões 133 e Cardeais 24%
África Subsaariana: 271,4 milhões e 18 Cardeais, 16%
Ásia e Oceania: 130, 5 milhões, 24 Cardeais, 12%
Oriente Médio e Norte da África: 5,6 milhões, sem Cardeais, - de 1%

Os países mais católicos do mundo

Brasil: 124 milhões de fiéis 
México: 85 milhões de fiéis 
Filipinas: 75,6 milhões de fiéis 
E.U.A: 74 milhões de fiéis
Itália: 53 milhões de fiéis

Com informações da Revista Carta na Escola, Ed. nº 75, Abril de 2013


População aprova medidas pró-transparência e para reduzir custos do Senado


         

Em discurso no plenário, o presidente do Senado, Renan Calheiros, fez balanço de seus primeiros 100 dias no cargo, prestando contas do já feito em relação às três principais proposições administrativas da atual gestão da Casa: fortalecimento da transparência, aumento da eficiência e economia de recursos da Casa em mais de R$ 300 milhões, no biênio 2013/2014. Valor que será revertido para programas sociais. As medidas foram amplamente aprovadas pela população, revelou pesquisa do DataSenado, feita de 16 a 30 de abril, ouvindo 1.222 pessoas de todo Brasil. A transferência de médicos do Senado para hospitais públicos do DF foi aprovada por 89% dos pesquisados,  85% também aprovaram a redução de gastos com contratos e, 83%, o corte de cargos de chefia. A criação da Secretaria e do Conselho de Transparência foi aprovada por 90% dos entrevistados.

Clique aqui e acesse a íntegra da Pesquisa do DataSenado.

Senado Transparente

Fim dos 14º e 15º salários – Junto com a Câmara dos Deputados, o Congresso Nacional pôs fim aos pagamentos dos denominados 14º e 15º salários. Economia de 9 milhões de reais ao ano.

Extinção de 101 funções comissionadas de assistente técnico nos Gabinetes Parlamentares, de Lideranças e de Membros da Mesa.

Redução de 25% das funções de chefia e assessoramento em todo o Senado, representando a eliminação de mais de 500 cargos. Limitação de fracionamento dos cargos em comissão. Economia de R$ 26 milhões.

Extinção ou fusão de estruturas administrativas, como Interlegis, Unilegis e ILB.

Cancelamento e revisão de contratos de terceirização de mão de obra. Economia de R$ 81 milhões, no período.

Proibição de contratos emergenciais.

Implantação de jornada corrida de sete horas de trabalho. Economia de R$ 160 milhões de reais.

Profissionais do Serviço Médico passaram a atender toda a população do Distrito Federal.

Equipamentos hospitalares foram doados aos hospitais públicos do Distrito Federal.

Redução de impressos pela Gráfica do Senado. Economia de R$ 4,6 milhões de reais.

Suspensão da distribuição dos kits de informática às Câmaras Municipais. Economia de R$ 7 milhões aos cofres públicos.

Nomeações proibidas e mais de 160 cargos bloqueados.

Rodízio para os cargos de diretor de compra e contratações e também para diretoria do controle interno, que só podem permanecer dois anos no cargo.

Fixação de taxa de ocupação dos imóveis utilizados por não senadores. Economia de R$ 2,3 milhões de reais.

Limitação de ramais para ligações DDD, DDI e celulares. Economia 1,5 milhão/ano.

Extinção da lotação de servidores no antigo "senadinho", no Rio de Janeiro.

Criação de um CNPJ para cada gabinete de senador, permitindo a administração das verbas indenizatórias com mais transparência e controle das despesas.

Valores dos salários dos servidores aposentados e ex-parlamentares estarão no novo Portal da Transparência, onde estarão também o bem ou serviço contratado com recursos da verba indenizatória.

Fortalecendo o Legislativo

- Sessões temáticas para aprofundar e aumentar as discussões entre senadores. Fiscalizando e avaliando
- Dirigentes das agências reguladoras, ministros das Relações Exteriores, da Defesa e da Justiça deverão prestar contas anuais ao Congresso e ao Senado Federal.
- Aprovação da lei que obriga a discriminar o preço dos impostos nos produtos permitirá ao Senado avaliar periodicamente o Sistema Tributário Nacional e aferir a carga tributária, que recai sobre a atividade produtiva, além de rediscutir a distribuição das receitas tributárias entre a União, Estados e Municípios.
- Mesma avaliação ocorrerá também com as políticas públicas.

Pacto Federativo

- Implantação de banco de dados da Federação para auxiliar governadores e prefeitos a encontrar caminhos legislativos e políticos para estados e municípios recuperarem a capacidade de investimento.

Modernização e atualização de leis

- Instaladas comissões de alto nível destinadas a subsidiar o Congresso para a consolidação de 180 mil diplomas legais, regulamentar 142 dispositivos constitucionais, modernizar as Lei de Execução Penal e de Arbitragem e Mediação, e o Código Comercial, que é da época do império.

Direitos iguais e impacto social

- Aprovação da lei que estendeu aos trabalhadores e trabalhadoras domésticos direitos trabalhistas. Mais de sete milhões de profissionais terão FGTS, jornada de 8 horas, hora extra e adicional noturno. Pesquisa do DataSenado revelou que mais de 95% da sociedade brasileira soube da promulgação dessa PEC,  8 em cada dez pessoas aprovaram a medida.
- Estatuto de Juventude aprovado depois de nove anos em tramitação.
- Aprovado projeto que obriga a reconstituição de mama pelo Sistema Único de Saúde. Procedimento pode ser feito na mesma cirurgia de retirada do câncer.
- Aprovada nova e igualitária distribuição dos Royalties.
- Criação da Procuradoria da Mulher.
- Criação do "Senado do Futuro". Comissão de sete senadores para debater questões relevantes e de longo prazo, além de realizar seminário anual com palestrantes e figuras de destaque mundial.
- Revisão do plano de acessibilidade e futura instalação de novas plataformas elevatórias para acesso à tribuna e à mesa do plenário.

Dívida histórica

- Devolução simbólica do mandato do senador Luis Carlos Prestes.

Fonte: Senado

Evangelho de hoje, (João 16,20-23a) Sexta-Feira, 10 de Maio de 2013



6a Semana da Páscoa


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20“Em verdade, em verdade vos digo: Vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se transformará em alegria. 21A mulher, quando deve dar à luz, fica angustiada porque chegou a sua hora; mas, depois que a criança nasceu, ela já não se lembra dos sofrimentos, por causa da alegria de um homem ter vindo ao mundo.
22Também vós agora sentis tristeza, mas eu hei de ver-vos novamente e o vosso coração se alegrará, e ninguém vos poderá tirar a vossa alegria. 23aNaquele dia, não me perguntareis mais nada”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

SINDSEP PENTECOSTE PARTICIPA DE REUNIÃO COM PREFEITA, VEREADORES E SECRETARIADO


A Prefeita de Pentecoste, Ivoneide Moura, esteve no Sindsep Pentecoste neste dia 06 de maio, segunda-feira, pela manhã, para convidar o Sindicato a se fazer presente em uma audiência na Câmara Municipal de Pentecoste ao qual abordaria as demissões ocorridas no Município, bem como um debate em torno da Educação do Município.
A reunião ocorreu à noite onde a Prefeita teve a oportunidade de apresentar aos Vereadores, Secretários e representantes do Sindsep o motivo ao qual a levou a fazer tais demissões.
A mesma também abordou o fato de professores não estarem comprometidos com a educação, prova disso, disse a mesma que, o resultado do Spaece novamente foi triste para o Município. Que não compreendia o porquê dos professores não estarem fazendo o melhor, e que coordenadores e diretores anteriores se recusavam a retornarem para a sala de aula, como se isto os menosprezassem e afirmou ainda que, os professores que tiverem laudo médico, ou seja, impossibilitados de irem para a sala de aula, iriam para o INSS, e os que devem aposentar-se, irão aposentar-se. Afirma que “o Município não tem dívida com os professores”.
Em sua fala, a Prefeita foi enfática em tomar decisões aos quais irão mudar radicalmente o quadro ao qual se encontra o Município. Ao finalizar sua fala, ficou facultada aos presentes que se manifestassem.
Em seguida, Claudia Melo, Diretora de Finanças do Sindsep pediu a palavra e iniciou sua fala comentando sobre as demissões ocorridas no Município, falou das irregularidades que vem apresentada no Município na folha do Fundeb, dos contratos temporários que fazem indicação de pessoas que não estão na sala de aula mais estão na folha dos 60% do Fundeb, tal irregularidade já havia sido apresentada ao Ministério Público desde o ano passado. Bem como as gratificações absurdas de alguns funcionários, atos também irregulares. Solicitou à Prefeita que a mesma não generalize quando acusa professores de não cumprir suas funções, e que o Município têm excelentes profissionais.
Claudia ainda enfatizou a luta do Sindicato a favor do Concurso Público, luta ao qual o Sindicato vem fazendo no decorrer dos cinco anos, estando denunciando até mesmo na PRT.
A mesma enfatiza a fala da Prefeita quando diz que “irá mandar todos os professores sem condições de estar na sala de aula para o INSS”. Claudia afirmou que quem decide se o professor está apto ou não é o médico que o acompanha, e que todo servidor tem o direito à reabilitação e não será a Prefeita que tomará esta decisão. Outro fato enfatizado apresentado pela representante do Sindsep é que “o Município deve sim aos professores” há uma dívida da diferença do Piso referente a janeiro e fevereiro de 2012, e que o Município recebeu no dia 30 de abril deste ano um reajuste financeiro de 2012, e que o mesmo deve pagar imediatamente os professores aquilo que os deve. Ainda em sua fala, a representante do Sindsep fala para a Prefeita e os presentes que estimular professores não era só com dinheiro e sim com valorização, respeito e reconhecimento, não esquecendo que a valorização de seu salário também é fundamental. Fala ainda que, o Município tem a responsabilidade de cumprir as Leis, de garantir a valorização. Solicita a reorganização da CGC, onde apresentará a avaliação de desempenho ao qual valorizará os profissionais do Magistério, da implantação de 1/3 para o planejamento, que é Lei ainda não cumprida, o qüinqüênio descumprido no Município, a Licença Prêmio, a elaboração do Estatuto,a Conferência da Educação que ainda não se discute, mas é de fundamental importância ao Município e solicita uma Gestão Democrática.
A representante do Sindsep fala dos Servidores da Saúde, aos quais 76% são contratados, sita o direito a insalubridade, da periculosidade, ainda não cumpridos no Município, do PCR destes servidores aos quais possibilitarão a valorização real de seus cargos e funções e enfatiza o não reajuste salarial há sete anos que atormenta a todos, e que desvaloriza os profissionais.
Claudia enfatiza ainda os servidores técnicos administrativos que também necessitam em caráter de urgência da reformulação do PCR que poderá valorizar todas as categorias administrativas.
Finaliza suas palavras dizendo aos presentes que não se pode mais viver apenas de conversa, de estudo e sim que concretização de fatos. Pentecoste precisa aprender a valorizar aqueles que verdadeiramente constroem o Município, que são os Servidores Públicos. Pede ainda à Prefeita que, não construa sua Administração apenas com prédios e sim com valorização dos Profissionais que fazem o município crescer.

EM RESUMO:
O Sindsep Pentecoste defende a realização de Concurso Público, o Reajuste Salarial para todas as categorias corrigindo as perdas salariais, o Plano de Carreira da Saúde, pagamento do Quinquênio aos servidores da Educação e está trabalhando para que essas reivindicações sejam atendidas. Na última reunião com a Prefeita Municipal e na presença de todos os Vereadores e Secretários Municipais (segunda, dia 06 de maio), a diretora Cláudia Melo fez um pronunciamento inflamado contra as irregularidades e omissões do município e em favor da valorização dos servidores públicos municipais de Pentecoste. O SINDSEP CONTINUA NA LUTA!!
 
http://pentecostesindsep.blogspot.com.br

Sobre a Previdência





A Previdência Social é o seguro social para a pessoa que contribui. É uma instituição pública que tem como objetivo reconhecer e conceder direitos aos seus segurados. A renda transferida pela Previdência Social é utilizada para substituir a renda do trabalhador contribuinte, quando ele perde a capacidade de trabalho, seja pela doença, invalidez, idade avançada, morte e desemprego involuntário, ou mesmo a maternidade e a reclusão.

Sua missão é garantir proteção ao trabalhador e sua família, por meio de sistema público de política previdenciária solidária, inclusiva e sustentável, com o objetivo de promover o bem-estar social e tem como visão ser reconhecida como patrimônio do trabalhador e sua família, pela sustentabilidade dos regimes previdenciários e pela excelência na gestão, cobertura e atendimento.

Aposentadoria por idade




Têm direito ao benefício os trabalhadores urbanos do sexo masculino a partir dos 65 anos e do sexo feminino a partir dos 60 anos de idade. Os trabalhadores rurais podem pedir aposentadoria por idade com cinco anos a menos: a partir dos 60 anos, homens, e a partir dos 55 anos, mulheres.

Para solicitar o benefício, os trabalhadores urbanos inscritos na Previdência Social a partir de 25 de julho de 1991 precisam comprovar 180 contribuições mensais. Os rurais têm de provar, com documentos, 180 meses de atividade rural.

Os segurados urbanos filiados até 24 de julho de 1991, devem comprovar o número de contribuições exigidas de acordo com o ano em que implementaram as condições para requerer o benefício, conforme tabela abaixo. Para os trabalhadores rurais, filiados até 24 de julho de 1991, será exigida a comprovação de atividade rural no mesmo número de meses constantes na tabela. Além disso, o segurado deverá estar exercendo a atividade rural na data de entrada do requerimento ou na data em que implementou todas as condições exigidas para o benefício, ou seja, idade mínima e  carência.

Observação: O trabalhador rural (empregado e contribuinte individual), enquadrado como segurado obrigatório do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), pode requerer aposentadoria por idade, no valor de um salário-mínimo, até 31 de dezembro de 2010, desde que comprove o efetivo exercício da atividade rural, ainda que de forma descontínua, em número de meses igual à carência exigida. Para o segurado especial não há limite de data.

Segundo a Lei nº 10.666, de 8 de maio de 2003, a perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão de aposentadoria por idade, desde que o trabalhador tenha cumprido o tempo mínimo de contribuição exigido. Nesse caso, o valor do benefício será de um salário mínimo, se não houver contribuições depois de julho de 1994.

Nota:
A aposentadoria por idade é irreversível e irrenunciável: depois que receber o primeiro pagamento, ou sacar o PIS e/ou o  Fundo de Garantia (o que ocorrer primeiro), o segurado não poderá desistir do benefício. O trabalhador não precisa sair do emprego para requerer a aposentadoria.

Tabela progressiva de carência para segurados inscritos até 24 de julho de 1991

Ano de implementação das condições         

1991    60 meses
1992    60 meses
1993    66 meses
1994    72 meses
1995    78 meses
1996    90 meses
1997    96 meses
1998    102 meses
1999    108 meses
2000    114 meses
2001    120 meses

 Meses de contribuição exigidos

2002    126 meses
2003    132 meses
2004    138 meses
2005    144 meses
2006    150 meses
2007    156 meses
2008    162 meses
2009    168 meses
2010    174 meses
2011    180 meses



Como requerer a aposentadoria por idade

O benefício pode ser solicitado por meio de agendamento prévio  pelo portal da Previdência Social na Internet, pelo  telefone 135 ou nas Agências da Previdência Social, mediante o cumprimento das exigências legais (idade mínima e  carência).

De acordo com Decreto 6.722, de 30 de dezembro de 2008, os dados constantes no Cadastro Nacional de Informações Sociais - CNIS valem para todos os efeitos como prova de filiação à Previdência Social, relação de emprego, tempo de serviço ou de contribuição e salários-de-contribuição, podendo, em caso de dúvida, ser exigida pelo INSS a apresentação dos documentos que serviram de base à anotação. Da mesma forma, o segurado poderá solicitar, a qualquer momento, a inclusão, exclusão ou retificação das informações constantes do CNIS com a apresentação de documentos comprobatórios dos dados divergentes, conforme critérios definidos pelo INSS.

As informações sobre seus dados no CNIS poderão ser obtidas na Agência Eletrônica de Serviços aos Segurados no portal da Previdência Social, na opção “Extrato de Informações Previdenciárias”, mediante senha de acesso, obtida através de agendamento do serviço pelo telefone 135 ou solicitada na Agência da Previdência Social de sua preferência.

A inclusão do tempo de contribuição prestado em outros regimes de previdência dependerá da apresentação de "Certidão de Tempo de Contribuição" emitida pelo órgão de origem. Para inclusão de tempo de serviço militar, é necessário apresentar Certificado de Reservista ou Certidão emitida pelo Ministério do Exército, Marinha ou Aeronáutica.

Caso suas informações cadastrais, vínculos e remunerações constem corretamente no Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS, será necessário apresentar os seguintes documentos:

Número de Identificação do Trabalhador - NIT (PIS/PASEP ou número de inscrição do contribuinte individual/facultativo/empregadodoméstico);
Documento de identificação (Carteira de Identidade e/ou Carteira de Trabalho e Previdência Social);
Cadastro de Pessoa Física - CPF (documento obrigatório)
Se você não tiver certeza de que suas informações cadastrais, vínculos e remunerações estejam constando corretamente no Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS, é recomendável comparecer ao atendimento munido dos documentos relacionados abaixo, de acordo com a sua categoria de segurado.

Como ainda não possuem informações no CNIS, os segurados especiais devem apresentar os documentos relacionados na sua categoria.

Importante: Se foi exercida atividade em mais de uma categoria, consulte a relação de documentos de cada categoria exercida, prepare a documentação, verifique as exigências cumulativas e solicite o benefício nas Agências da Previdência Social.

Catequese do Papa Francisco sobre o Espírito Santo – 08/05/13


Brasão do Papa FranciscoCatequese
Praça de São Pedro, no Vaticano
Quarta-feira, 08 de maio de 2013
Queridos irmãos e irmãs, bom dia!
O tempo Pascal que, com alegria estamos vivendo, guiado pela liturgia da Igreja, é por excelência o tempo do Espírito Santo dado “sem medida” (cf. Jo 3:34) por Jesus crucificado e ressuscitado. Este tempo de graça termina com a festa de Pentecostes, quando a Igreja revive o derramamento do Espírito Santo sobre Maria e os Apóstolos reunidos em oração no Cenáculo.
Mas quem é o Espírito Santo? No Credo professamos com fé: “Creio no Espírito Santo, que é Senhor e nos dá a vida.” A primeira verdade a qual aderimos no Credo é que o Espírito Santo é Kyrios, Senhor. Isto significa que Ele é verdadeiramente Deus, como são o Pai e o Filho, objeto, de nossa parte, do mesmo ato de adoração e glorificação que elevamos ao Pai e ao Filho. O Espírito Santo, de fato, é a terceira Pessoa da Santíssima Trindade, é o grande dom do Cristo ressuscitado  que abre as nossas mentes e nossos corações à fé em Jesus como Filho enviado pelo Pai, que nos leva à amizade, à comunhão com Deus.
Mas eu quero focar no fato de que o Espírito Santo é a fonte inesgotável da vida de Deus em nós. O homem de todos os tempos e todos os lugares deseja uma vida plena e bela, justa e boa, uma vida que não seja ameaçada pela morte, mas que possa amadurecer e crescer até sua plenitude. O homem é como um viajante que, atravessando os desertos da vida, tem sede de água viva, abundante e fresca, capaz de saciar seu profundo desejo de luz, de amor, de beleza e paz. Todos nós sentimos esse desejo! E Jesus nos dá essa água viva, o Espírito Santo que procede do Pai e que Jesus derrama em nossos corações. “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”, Jesus nos diz (Jo 10,10).
Jesus promete à samaritana uma “água viva”, com abundância e para sempre a todos aqueles que O reconhecem como o Filho enviado pelo Pai para nos salvar (cf. Jo 4, 5-26; 3:17). Jesus veio para nos dar esta “água viva” que é o Espírito Santo, para que a nossa vida seja guiada por Deus, animada por Ele, alimentada por Ele. Quando dizemos que o cristão é um homem espiritual, queremos dizer exatamente isso: o cristão é alguém que pensa e age segundo Deus, segundo o Espírito Santo. Mas me pergunto: e nós, pensamos segundo Deus? Agimos de acordo com Deus ou nos deixamos guiar por tantas outras coisas que não Deus? Cada um de nós deve responder a isto no profundo de seu coração.
Neste ponto, podemos nos perguntar: por que esta água pode saciar plenamente a nossa sede? Sabemos que a água é essencial para a vida; sem água morremos, ela sacia, lava, torna fecunda a terra. Na carta aos Romanos encontramos esta expressão: “o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (5:5). Água viva, o Espírito Santo, dom do Ressuscitado que habita em nós, nos purifica, nos ilumina, nos renova, nos transforma para que nos tornemos participantes da própria vida de Deus, que é Amor. Por isso, o apóstolo Paulo afirma que a vida do cristão é animada pelo Espírito e seus frutos, que são “amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio” (Gl 5:22-23). O Espírito Santo nos introduz à vida divina como “filhos no Filho Unigênito”.
Em outro trecho da carta aos Romanos, que já mencionamos outras vezes, São Paulo resume tudo nestas palavras: “Todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. E vós… recebestes o Espírito que nos torna filhos adotivos, pelo qual clamamos: ‘Abba, Pai’!. O mesmo Espírito, em união com o nosso espírito, comprova que somos filhos de Deus e, se filhos, também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo, se sofremos com Ele, para que também sejamos glorificados com Ele” (8, 14-17).
Este é o dom precioso que o Espírito Santo coloca em nossos corações: a própria vida de Deus, vida de verdadeiros filhos, uma relação de confiança, liberdade, confiança no amor e na misericórdia de Deus, que tem como efeito também um novo olhar ao outro, próximo ou distante, cada vez mais visto como irmão e irmã em Jesus, a ser respeitado e amado.
O Espírito Santo nos ensina a olhar com os olhos de Cristo, a viver a vida como Ele viveu, a entender a vida como Ele entendeu. É por isso que a água viva, que é Espírito Santo, sacia a nossa vida, porque nos diz que somos amados por Deus como filhos, que podemos amar Deus como filhos e que por sua graça podemos viver como filhos de Deus, como Jesus. E nós, escutamos o Espírito Santo? O que podemos dizer em relação ao Espírito? Dizem: Deus te ama. Dizem isso a nós. Deus te ama. Nós realmente amamos Deus e os outros como Jesus?
Deixemo-nos guiar pelo Espírito Santo, que Ele nos fale ao coração e nos diga isto: que Deus é amor, que Deus nos espera, que Deus é Paique nos ama como um verdadeiro Pai, nos ama verdadeiramente e isso somente o Espirito Santo nos diz ao coração. Sintamos o Espírito Santo, escutamos o Espírito Santo e vamos em frente pelo caminho do amor, da misericórdia e perdão. Obrigado.
Fonte: Canção Nova

Santa Sé assina acordo para combater lavagem de dinheiro




Da Redação, com Rádio Vaticano


A Santa Sé e os Estados Unidos assinaram nesta terça-feira, 7, em Washington, um acordo de cooperação para combater a lavagem de dinheiro e o financiamento do terrorismo em nível global.

O acordo foi subscrito pela Autoridade de Informação Financeira (AIF) da Santa Sé e da Cidade do Vaticano e a Rede de Fiscalização de Crimes Financeiros dos EUA (FinCEN, Financial Crimes Enforcement Network) dos Estados Unidos. O objetivo é incrementar a cooperação bilateral mediante a troca de informações sobre transações financeiras.

A AIF foi criada por Bento XVI em dezembro de 2010 e começou a funcionar em abril de 2011, como autoridade competente para informações financeiras, supervisão e regulamentação das operações financeiras, prevenção e combate à lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo.

No comunicado do Vaticano, é sublinhado o fato que a AIF trata atualmente com organismos análogos de outros países e jurisdições, como Espanha, Bélgica e Eslovênia.

Fonte: Canção Nova Notícias

Mensalão não vai resultar em prisões, diz Rui Falcão

Brasília (AE) - As condenações em série feitas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão não deverão resultar em prisões. Essa é a opinião do presidente do PT, Rui Falcão. Ele espera que a Corte recue de seu posicionamento e inocente os filiados ao partido considerados culpados de crimes contra a administração pública.
DivulgaçãoRui Falcão destaca que os embargos vão motivar uma nova apreciação das puniçõesRui Falcão destaca que os embargos vão motivar uma nova apreciação das punições

“Para nós, até o momento, não há nenhum condenado, porque os recursos não se esgotaram. Portanto, não há de se cogitar de prisão de ninguém”, afirmou Falcão após participar de evento na Câmara em que recebeu apoio da corrente Movimento PT para sua candidatura à reeleição para a presidência do partido.

Foram condenados no processo petistas ilustres como o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, os deputados José Genoino (SP) e João Paulo Cunha (SP) e o ex-tesoureiro Delúbio Soares. Pelas penas aplicadas pelo STF no ano passado, apenas Genoino poderia começar a cumprir a punição em regime semiaberto. Todos os outros deverão ser recolhidos à prisão.

Falcão disse esperar que os embargos apresentados pelas defesas dos condenados possibilitem uma “nova apreciação” do caso. “Não estamos trabalhando com essa hipótese porque acreditamos muito que, à luz dos embargos, haverá uma nova apreciação no processo. Nós sustentamos desde o início que não se pode condenar ninguém por suposições e na ausência de provas”.

Estatuto

O PT tem se recusado a aplicar qualquer sanção aos condenados apesar de seu estatuto prever punição para quem for condenado por crimes contra a administração pública. Em outras ocasiões, Falcão foi explícito ao dizer que cabe ao partido aplicar o estatuto e que, portanto, não haveriam punições.

A possibilidade de alterações no mérito das condenações é controversa. A primeira leva de recursos, os embargos de declaração, tem como objetivo técnico o esclarecimento da decisão, mas advogados dos condenados pediram que eles possam também mudar o mérito do posicionamento do tribunal com os chamados “efeitos infringentes”. 

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, já se manifestou destacando que estes recursos não devem mudar as decisões, mas seu vice, Ricardo Lewandowski, e o ministro Gilmar Mendes afirmaram ser possível uma alteração na decisão. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, opinou que no caso do mensalão isso não deverá ocorrer.

Os condenados que tiveram quatro votos por sua absolvição poderão ainda recorrer a outros recursos, os “embargos infringentes”. Há dúvida se esse tipo de recurso será aceito porque uma lei de 1990 os retirou do Código de Processo Penal, mas como a previsão continua no regimento do STF a maioria dos ministros deve acolhê-los. Nesses embargos o mérito seria analisado outra vez em um novo julgamento. 

Fonte: http://tribunadonorte.com.br

MEC aumenta rigor na análise da redação do Enem


RAFAEL MORAES MOURA - Agência Estado
Diante da repercussão negativa de redações que continham desde receita de macarrão instantâneo a exaltação a time de futebol, o Ministério da Educação (MEC) decidiu aumentar o rigor na análise dos textos para a próxima edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Conforme divulgado na tarde desta quarta-feira, 8, as inscrições do Enem 2013 serão realizadas de 13 a 27 de maio e a aplicação das provas ocorrerá nos dias 26 e 27 de outubro. A taxa de inscrição será de R$ 35.
"Se estamos mudando o padrão e aumentando o rigor, é porque não ficamos confortáveis com algumas avaliações que nós tivemos", disse o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. "Estamos partindo desses casos específicos para aprimorar ainda mais a correção."
Nos últimos meses, o MEC foi confrontado com a divulgação nas redes sociais de redações com deboche de alunos. Uma delas, com a citação do hino do Palmeiras, ganhou nota 500. Em outra, um estudante detalhou a receita de preparação de Miojo - o tema da redação se voltava para a questão de fluxos migratórios. Agora, com os novos critérios de correção, as duas redações ganhariam nota zero.
O edital da próxima edição do Enem, que será publicado no Diário Oficial da União (DOU) de quinta-feira, 9, prevê que serão anuladas redações que apresentem "parte do texto deliberadamente desconectada com o tema proposto". Outra mudança se refere a uma das cinco competências avaliadas na redação - o domínio da língua portuguesa. A partir de agora, serão aceitos desvios gramaticais como "excepcionalidade" e "quando não caracterizem reincidência". "Em erro crasso excepcional, a banca vai examinar a natureza dessa excepcionalidade, se é um desvio compatível com a nota máxima. É que nem jogo de futebol. A regra é clara, mas a interpretação do juiz nem sempre é consenso, há um grau que compete à banca", disse Mercadante.
O MEC também decidiu diminuir de 200 para 100 a nota de discrepância que leva as redações para um terceiro corretor. Atualmente, todas as redações do Enem são submetidas a dois corretores independentes - na última edição, quando a diferença de notas era superior a 200 pontos, o texto era submetido a uma terceira avaliação. No Enem 2013, quando a diferença for superior a 100 pontos, o texto passará por uma terceira análise. Nos casos em que nem um terceiro corretor chegar a um consenso, a redação vai para uma banca examinadora, que dará a nota final.
De acordo com Mercadante, o MEC trabalha com a estimativa de que, com as mudanças, uma em cada três redações do Enem vá para um terceiro corretor - na edição de 2012, a proporção foi de 21%. O MEC espera em torno de 6,1 milhões de inscrições para o Enem 2013. 

Evangelho de hoje, (João 16,16-20) Quinta-Feira, 9 de Maio de 2013



6a Semana da Páscoa


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 16“Pouco tempo ainda, e já não me vereis. E outra vez pouco tempo, e me vereis de novo”. 17Alguns dos seus discípulos disseram então entre si: “O que significa o que ele nos está dizendo: ‘Pouco tempo, e não me vereis, e outra vez pouco tempo, e me vereis de novo’, e: ‘Eu vou para junto do Pai?’”.
18Diziam, pois: “O que significa este pouco tempo? Não entendemos o que ele quer dizer”.19Jesus compreendeu que eles queriam interrogá-lo; então disse-lhes: ‘Estais discutindo entre vós porque eu disse: ‘Pouco tempo e já não me vereis, e outra vez pouco tempo e me vereis?’
20Em verdade, em verdade vos digo: Vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se transformará em alegria”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Evangelho de hoje, (João 16,12-15) Quarta-Feira, 8 de Maio de 2013



6a Semana da Páscoa


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 12“Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender agora. 13Quando, porém, vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à plena verdade. Pois ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido; e até as coisas futuras vos anunciará.
14Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e vo-lo anunciará. 15Tudo o que o Pai possui é meu. Por isso, disse que o que ele receberá e vos anunciará, é meu”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

terça-feira, 7 de maio de 2013

REUNIÃO NA CÂMARA DE VEREADORES COM PREFEITA, VEREADORES, SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS, SECRETÁRIOS, ENTRE OUTROS


Professor Valdeni Cruz

Na noite desta segunda-feira, na Câmara Municipal de Pentecoste, realizou-se uma reunião muito importante. Trata-se de uma reunião que a Prefeita convidou os Vereadores, Secretários municipais, sindicato e representantes da Secretaria de Educação bem como a presença de professores, diretores, entre outros. 

 A reunião pautou-se em torno das demissões que ocorreram na semana passada. Só lembrando: na passada foram demitidos um grande número de professores temporários. Estas demissões causaram certo mal-estar para a administração da Prefeita Ivoneide. Foram críticas vindas de todos os lados.
A questão foi parar na Câmara de Vereadores, nas redes sociais, nos programas de rádio etc. Muitos dos demitidos procuraram de imediato os vereadores na esperança de que a situação fosse resolvida. O problema é que a folha de pagamento está inchada. Muita gente contratada, o que impossibilita o cumprimento da Lei de Responsabilidade fiscal, além de haver muitas irregularidades. Há um grande número de contratos temporários e que muitos professores efetivos não estão nas suas devidas funções. É um problema que já vem se arrastando de longas datas.  Essas demissões ocorreram em massa ainda no ano passado logo após as eleições, o que causou o grande transtorno na época. Todos sabem que no ano passado a situação se sustentou até as eleições, o que caracteriza, uma estratégia política para se ganhar as eleições. A verdade é que chegamos ao fim do ano de 2012 e os professores ficaram sem receber o retroativo referente ao aumento do Piso de janeiro e fevereiro.
Entramos em 2013 com uma nova Gestão. A nova Prefeita sem conhecer bem o funcionamento maquina pública, os arranjos e os problemas relacionados à pasta da educação, que é mais complexa, lotou o pessoal, tentando dar um jeitinho. Acontece que chegou o momento que não deu pra segurar a situação. O jeito foi demitir. Como todos sabem que se demitem os temporários. Foi o que aconteceu. É uma situação difícil pra qualquer gestor. Politicamente é um risco, mas se tiver intenção de fazer a coisa certa então tem que se fazer.
A partir de agora, pretende-se apropriar-se da realidade e só então criar caminhos para se solucionar os problemas. Esta reunião aconteceu para isso: tentar compreender toda a situação, ouvir os vereadores, o sindicato, as pessoas que estiveram presentes para poderem analisar a visão de cada um desses dos setores envolvidos no processo.
Depois de muitas colocações, chegou-se a conclusão de que, se quisermos mudar a realidade de nosso município de Pentecoste, é preciso tomar decisões firmes. Fazer o que tem que ser feito para que num futuro bem próximo possamos visualizar um caminho mais promissor em nossa educação e na melhoria da qualidade de vida de nosso povo.
Uma dos caminhos apontados e defendido por todos e pela Prefeita é o Concurso Público. Porém, até para se fazer um Concurso Público é preciso saber como. Daí a necessidade de se fazer um levantamento minucioso de toda estrutura da rede educacional do município para se chegar à conclusão das carências de professores.
Também foi defendida a implantação dos direitos dos professores que ainda não são cumpridos, como é o caso dos quinquênios e do 1/3 de planejamento. Tudo isso precisa ser discutido antes da decisão de um concurso público. Lembrando que o concurso deverá acontecer até julho deste ano. É bom frisar que o Concurso Público é o meio mais justo e legal para se contratar pessoas para o serviço público.
Dentre os que manifestaram sua fala citamos a Prefeita Ivoneide Moura, Daniel Castro, vereador, Claudia Melo, Diretora Sindical, Professor Valdeni Cruz, Presidente do Conselho Municipal de Educação e Diretor Sindical, Eridan Castro, Diretora Sindical, Zeca Amorim, Daniel Gomes, Vereador, Valdelice Braga, Presidente da Câmara Municipal, Vicente do Zuza, Vereador, Deca, Vereador, Gardel Paiva, Vereador, Raimundo Moura, Conselheiro Tutelar,  Secretário de Esportes, Miguel Martins, João Flavio, Assessor Político da Prefeita,  Zé Filho, Secretário do Meio Ambiente, Vereador Manuel Forte, Sr. Carlos, Contador. Pra finalizar as falas, a Secretária de Educação, Alaíde Guimarães, fez suas considerações finais de toda a situação da educação do município e das decisões que estão sendo tomadas com a intenção de melhorar toda a questão educacional do município de Pentecoste. O novo sempre é muito difícil e, em se tratando de demissão, ai é que este novo é doloroso. 
Enfim, acredito que estamos dando os primeiros passos para uma gestão democrática em nosso município. É através da gestão democrática que se constrói políticas voltadas para os interesses reais da população.  

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Evangelho de hoje, (João 15,26–16,4a) Segunda-Feira, 6 de Maio de 2013



6a Semana da Páscoa


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 15,26“Quando vier o Defensor que eu vos mandarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim.
27E vós também dareis testemunho, porque estais comigo desde o começo. 16,1Eu vos disse estas coisas para que a vossa fé não seja abalada. 2Expulsar-vos-ão das sinagogas, e virá a hora em que aquele que vos matar julgará estar prestando culto a Deus. 3Agirão assim, porque não conheceram o Pai, nem a mim. 4aEu vos digo isto, para que vos lembreis de que eu o disse, quando chegar a hora”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.

Ceará tem maior número de presos por corrupção do Brasil


O Estado tem mais de metade dos presos por peculato do País. Dos 2.703 corruptos e corruptores presos no Brasil, 30% estão no Ceará. Proporcionalmente, número é 9 vezes maior que a dos detidos no Estado por todos os crimes
O Ceará é exemplo para o resto do Brasil na punição a corruptos. Números do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça, divulgados na edição de ontem do jornal Estado de S.Paulo, revelam que estão em território cearense mais de metade dos presos por peculato do Brasil - o crime corresponde a desvio de patrimônio estatal por agente público no exercício da função. Do total de 1,3 mil detidos por esse delito no País, 813 estão no Ceará. 
Considerados todos os presos por crimes relacionados a corrupção, o número chega a 820 no Ceará, no universo de 2.703 no Brasil inteiro. Enquanto o Estado reúne 3,4% dos detentos no País, possui 30% do número de corruptos e corruptores encarcerados. Em São Paulo, por exemplo, há 778 presos por corrupção, embora, no geral, haja 11 vezes mais presidiários que em celas cearenses.
A realidade é resultado do trabalho desenvolvido, principalmente a partir de 2011, pela Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), do Ministério Público Estadual, em ações conjuntas com Polícia Federal, Polícia Civil, Ministério Público Federal e Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

As ações têm se tornado cada vez mais frequentes e, em praticamente todos os casos, dizem respeito a fraudes e manipulações de licitações. As irregularidades incluem direcionamento da concorrência, conluio entre empresas, uso de organizações de fachada, desvio de dinheiro público puro e simples. E, muitas vezes, o serviço contratado deixa de ser prestado.
Nos últimos anos, prefeitos de municípios como Nova Russas, Pacajus e Senador Pompeu foram presos. Houve ainda o caso da prefeita Regina Nara, de Trairi, eleita no ano passado, mas detida antes mesmo da posse. Sem falar de ex-prefeitos de municípios como Jijoca de Jericoacoara, Pereiro e Tianguá, também recentemente detidos. Em todos esses casos, além dos chefes do Poder Executivo nos municípios, vários secretários e auxiliares também foram apanhados nas operações. 
Banheiros
Outro responsável pelo desempenho do Estado foi o escândalo dos banheiros. Após O POVO publicar, em julho de 2011, que o dinheiro para construção de banheiros populares havia sido liberado pelo Estado para associações, algumas delas vinculadas a políticos, sem que as obras tivessem sido realizadas, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) constatou que a irregularidade se repetia em dezenas de municípios. 
Como resultado das investigações, o então prefeito de Ipu, Sávio Pontes (PMDB), foi preso. (com Agência Estado)

domingo, 5 de maio de 2013

Prefeita Ivoneide Moura e IFCE para Pentecoste




Nesta sexta feira dia 03 de maio, aconteceu uma reunião da Prefeita Ivoneide Moura com representantes do IFCE – Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia, com Tássio Francisco Pró-Reitor de Administração e Planejamento, Ilário (Engenheiro) e Clayton (Arquiteto). A Prefeita teve a companhia dos assessores: João Flávio, Dr. Gomes e Françuar Magalhães, reunião esta com o intuito de viabilizar a vinda do Instituto Federal de Educação Ciências e Tecnologia do Ceará, para que fosse visto um imóvel do Município nesta parceria, para que possa funcionar o IFCE. O Instituto requer espaço único e prioritário para o desenvolvimento de suas atividades educacionais de ciências e tecnologia e a proposta é que seja no prédio onde funciona o CVT e que o mesmo seja incorporado nesta parceria. Essa unidade será especializada na oferta de ensino técnico, cursos de formação inicial e continuada e de educação a distância para atender, prioritariamente, as ações do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A Prefeita Ivoneide Moura, fala de sua administração em relação à parte educacional e dos projetos em parceria com o Governo Estadual e Governo Federal, para a Seduc Pentecoste e que o Município é um centro em grande desenvolvimento e que vai abranger os municípios vizinhos para a capacitação e geração de emprego e renda com a mão de obra qualificada e preparação para a área portuária e aquaviária do Pecém. Ainda lembra a todos, que esta parceria com o IFCE, faz parte do Projeto do PAC. Após esta reunião, todos foram ver as instalações do Prédio do CVT para que seja implantado o IFCE. Os técnicos do Instituto estiveram analisando as instalações do prédio, e vão apresentar um plano de eventual reforma ao MEC. Após este passo burocrático vão voltar a entrar em contato com a Prefeita, dentro de alguns dias... A previsão de início de funcionamento desta unidade de educação profissional será, segundo o governo federal, para o segundo semestre deste ano ou para o primeiro semestre de 2014.

De: Prefeitura Municipal de Pentecoste

INFORMAÇÕES DO TCE - MUNICÍPIO DE PENTECOSTE

PARA OS QUE GOSTAM DE FICAR INFORMADOS E SABER DE DADOS VERDADEIROS, DISPONHAM LEIA TUDO E SE INFORME. ESSES SÃO DADOS OFICIAIS. NÃO ES...