sábado, 6 de agosto de 2011

ASSEMBLEIA GERAL NESSE SÁBADO AGORA

Estamos começando agora a reunião do sindsep Pentecoste.
Estamos com a presença de Dr. Valdecy Alves e da Dr. Valéria. Venha participar. As mudanças depende de nós.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO


Senhor, Senhor, Senhor, és o Senhor de todas as hostes!
És o Senhor de todos os Espíritos!
És o Senhor desse firmamento!
És o Senhor dessa Terra!
És o meu Senhor, meu Pai, meu Criador!
E eu me elevo a Ti Senhor, com minha gratidão, meu amor e meu respeito,
Para Louvá-lo e Glorificá-lo.
E rogar para que venha há todos nos o teu reino de amor e sabedoria.
E que seja feito a Tua vontade, assim na terra com em todos os universos.
Agradeço meu Senhor, o pão do corpo e da Alma,
Agradeço meu Senhor, pelo Teu Filho Eterno.
Agradeço meu Senhor, pelo Espírito Santo Infinito.
Agradeço meu Senhor, por Jesus Cristo, Teu escolhido, nosso Deus Criador,
“ o caminho, a verdade e a vida.”
Agradeço meu Senhor, pelo Espírito Materno Divino.
Agradeço meu Senhor, por todos os Espíritos de amor e luz.
Agradeço meu Senhor, pela consciência Divina que nos acompanha em nossa jornada.
Agradeço meu Senhor, por ter-me despertado para Tua verdade e ser testemunho de Tua misericórdia.
Agradeço meu Senhor, pela minha vida, pelas oportunidades, pelas escolhas, pela vontade, por poder amar e ser amado.
E proteja-me Senhor contra todos os Teus inimigos que ainda permeiam essa Terra.
Proteja-me Senhor contra todo o mal que ainda trago pela minha ignorância.
E perdoa-me senhor, perdoe-me, perdoe-me, tantas vezes quanto eu perdoar.
Ensina-me Senhor a ser perfeito como o Senhor é perfeito, pois sendo perfeito, agirei como o Senhor age, e a Vossa vontade também será a minha.
Pois Teu é o Paraíso, em Ti reside a Eternidade, e com o Seu amor sustenta o infinito.

Merendeira confessa ter envenenado comida de escola no RS


Uma merendeira que trabalha há apenas três semanas na Escola Estadual Doutor Pacheco Prates, em Belém Velho, Porto Alegre, confessou nesta sexta-feira ter colocado veneno contra ratos no estrogonofe servido no almoço de quinta-feira na escola. Wanuzi Mendes Machado, 23 anos, disse não saber por que colocou Nitrocin na comida que envenenou 36 alunos, professores e funcionários, inclusive ela própria.
"Trabalhamos com a hipótese de problemas psicológicos. Ela confirmou ter ingerido a comida envenenada. Perguntei se havia desavenças entre ela e a direção da escola ou algum aluno, mas ela negou qualquer problema dessa natureza. Disse que foi 'coisa de momento', que não tinha premeditado", afirmou o delegado Cléber dos Santos Lima, da Delegacia de Homicídios e Desaparecidos (DHD) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).
Segundo o depoimento, Wanuzzi encontrou o veneno embaixo da pia da cozinha e esvaziou duas embalagens de Nitrocin no estrogonofe. Ela foi liberada, mas a polícia entrou com representação pela prisão preventiva da merendeira, que será indiciada por tentativa de homicídio qualificado. Todas as vítimas foram socorridas na quinta-feira, com sintomas como náuseas, vômito, dores de barriga e cabeça, mas não apresentaram.

Dilma ganha com a saída de Jobim, o fanfarrão


por Rodrigo Vianna
O Jobim pode ser arrogante. O Jobim pode ser oportunista. O Jobim pode ser uma espécie de Fouché brasileiro, na sua capacidade de servir a tucanos e petistas ao sabor das conveniências.
O Jobim, além de tudo, maltrata um dos nobres sobrenomes brasileiros. Jobim é nome de maestro, nome de poeta. Não deveria ser nome de minsitro fanfarrão.
Jobim pode ser tudo isso: arrogante, oportunista e fanfarrão. E muito mais. Mas uma coisa ele não é: bobo.
Ninguém acredita que um homem experiente, que já passou pelos 3 poderes da República, teria sido “infeliz”  em seguidas declarações “desastradas”.
O que move Jobim?
Augusto da Fonseca, no “Festival de Besteiras da Imprensa”, testa uma hipótese: Jobim quer comandar a oposição. Por isso, Dilma teria tolerado tantas bobagens ditas pelo fanfarrão. Tudo o que ele quer é ser demitido, pra sair como vítima de uma presidenta que “maltrata” aliados (?!). A hipótese de Augusto é que Jobim esteja preparando o terreno para voltar ao leito original: um peemedebista a serviço do demo-tucanismo, a serviço de Serra.
Pode ser…. Mas, pergunto eu ao Augusto, por que Jobim teria resolvido agir agora? A eleição de 2014 não está longe demais? Parece cedo para fazer o papel do melindrado que salta para o barco do tucanismo.
Vou testar outra hipótese: Jobim era o principal articulador da concorrência para compra dos aviões da FAB. No governo Lula, tudo apontava para os “Rafalle” – aviões franceses. Jobim era o fiador dessa escolha, a maior concorrência para compra de aviões militares no mundo. Não era pouca coisa. Não era pouco dinheiro em jogo.
No governo Dilma, os concorrentes do Rafalle (suecos e norte-americanos) parecem ter voltado ao páreo. Jobim, teria sido colocado de escanteio na negociação? A súbita verborragia do (ex) ministro – que (com um nao de atraso) resolveu declarar voto em Serra, além de atacar o núcleo da coordenação política do governo Dilma  - parece indicar que há algo no ar além dos aviões franceses
Seja como for, a saída de Jobim deixa uma gostosa avenida aberta para o verdadeiro partido de oposição, a velha mídia brasileira. Sem Jobim, o “caosaéreo” já pode voltar às manchetes. Também surge uma chance de prolongar a tal “crise entre os aliados do governo”. Jobim fora do governo, fora de um ministério poderoso, é chance para muita fofoca, para muita intriga a mostrar que a aliança com o PMDB “não vai bem”. 
A velha mídia vai deitar e rolar.
E daí?
E daí, nada.
Na minha modestíssima opinião, Dilma ganha muito ao se livrar de Palocci e Jobim. Os dois eram parte da face mais “atucanada” desse governo - que começou titubeante em muitas áreas.  
Ainda mais porque já se confirma: Celso Amorim será o novo ministro da Defesa. Sai o Jobim que se apequena diante de embaixadores estrangeiros, entra o Amorim que comandou a política externa independente sob Lula. 
Além dessa ótima notícia, surgem aos poucos outros sinais positivos no governo:
Dilma mostra que vai defender a economia brasileira da guerra cambial; não se renderá à lógica idiota dos comentaristas liberais; o governo vai intervir (e já começou a intervir) para defender indústrias e empregos;
Dilma faz a autocrítica por se afastar de sua base original; mostrou isso ao se unir de surpresa a sindicalistas que estavam no Palácio – Dilma pediu desculpas por não ter incluído as centrais no debate sobre a nova política industrial.
Livre dos atucanados, firme na defesa da indústria (e dos empregos), e caindo na real sobre quem são os verdadeiros aliados: essa é a Dilma de agosto.
O que parece “crise” (nas manchetes da velha mídia e nas “reportagens” do JN de Ali Kamel) pode ser o começo de nova fase de governo. Dilma se fortalece – na opinião pública – ao se livrar de “aliados” como Jobim, Palocci e “a turma do PR” . E vai-se fortalecer mais se fizer movimentos para reorganizar sua base de apoio original (na sociedade).
Dilma precisará dessa força para enfrentar as “crises fabricadas”, os ataques da velha mídia e as turbulências da economia mundial.
Forte, e com a economia em ordem apesar dos sacolejos no mundo, Dilma poderá olhar para Jobim e tirar a conclusão lógica: essa é uma ausência que preenche uma lacuna!

Leia mais na fonte! >> As opiniões expressas nos artigos do Planeta Osasco são de responsabilidade pessoal do autor e não representam necessariamente a posição do Portal de Osasco ou de seus colaboradores diretos. >> Textos replicados por crawlers não possuem vínculo com o Portal e obedecem as regras de indexação dos sistemas internacionais de busca, não caracterizando posse do conteúdo. Dúvidas? Osasco : sac @ planetaosasco.com

http://www.planetaosasco.com

Lei Maria da Penha recebe mais de 400 mil atendimentos em cinco anos

Entre janeiro e junho de 2011, o serviço registrou 293.708 atendimentos - 30.702 deles foram relatos de violência




De abril de 2006 a junho deste ano, a Central de Atendimento à Mulher (Disque 180) registrou 1.952.001 atendimentos em todo o país. Desse total, 434.734 se referem a informações sobre a Lei Maria da Penha. 
A lei tornou mais rigorosas as punições a quem agride mulheres, o que corresponde a 22,3% do total das ligações.

Dados

Durante os cinco anos de vigência da legislação, foram registrados 237.271 relatos de violência, sendo 141.838 sobre violência física; 62.326 sobre violência psicológica; 23.456 sobre violência moral; 3.780 sobre violência patrimonial; 4.686 sobre violência sexual; 1.021 sobre cárcere privado; e 164 sobre tráfico de mulheres.

Apenas entre janeiro e junho de 2011, o serviço registrou 293.708 atendimentos – 30.702 deles foram relatos de violência. Desse total, 18.906 se referiam à violência física; 7.205 à violência psicológica; 3.310 à violência moral; 513 à violência patrimonial; 589 à violência sexual; 153 ao cárcere privado; e 26 ao tráfico de mulheres.

Perfil

De acordo com a Secretaria de Políticas para as Mulheres, a maior parte das mulheres que entrou em contato com o Disque 180 é parda (46%), tem entre 20 e 40 anos (64%), cursou parte ou todo o ensino fundamental (46%) e convive com o agressor há mais de dez anos (40%). Dados indicam ainda que 87% das denúncias são feitas pela própria vítima.
O perfil feito pela pasta indica também que 59% das mulheres atendidas declararam não depender financeiramente do agressor que, em 72% dos casos, é cônjuge da vítima. Os atendimentos registraram que 65% dos filhos presenciam a violência e 20% sofrem violência junto com a mãe.

Por estado

Em números absolutos, São Paulo lidera o ranking com 44.499 ligações, seguido pela Bahia, com 32.044, e por Minas Gerais, com 23.430. Quando considerados os números relativos à população feminina de cada estado, a Bahia aparece em primeiro lugar, com 224,36 atendimentos para cada 50 mil mulheres, seguida por Sergipe (215,1) e pelo Pará (214,52).

Dados do Conselho Nacional de Justiça divulgados em março deste ano indicam que, até julho de 2010, 331.796 processos relacionados à Lei Maria da Penha foram distribuídos em todo o país – desses, 110.998 foram sentenciados.

Durante o mesmo período, foram decretadas 1.577 prisões preventivas e 9.715 prisões em flagrante, além de designadas 121 mil audiências, 93.194 medidas protetivas, 52.244 inquéritos policiais e 18.769 ações penais.

Agência Brasil

‘SEXTING’: FALTA DE LIMITES E TECNOLOGIA

Por Daniel Machadoprodutor do Destrave

Monique, uma jovem de 15 anos, estava namorando Alex, da mesma idade dela. Certa dia, namoravam pelo celular e a conversa esquentou e ele  lhe fez um pedido inusitado: que ela tirasse uma foto ou fizesse um vídeo ali mesmo, nua, com poses sensuais e enviasse a gravação para ele via telefone móvel, tipo SMS. No início, a adolescente rejeitou a proposta, mas o jovem insistiu e afirmou que estava com saudade e que a foto ficaria só com ele. Como ela estava apaixonada por ele, cedeu aos seus apelos, e na intimidade do seu quarto, fez um miniensaio erótico e o enviou pelo celular.
Com o que Monique – no fervor e na inocência dos seus 15 anos – não contava é que, em apenas um mês, Alex terminaria com ela, e o pior: que o seu “ensaio sensual”, feito ali no seu quarto, estaria girando em todos os celulares e redes sociais na internet. Desesperada, a jovem só viu uma saída para fugir da vergonha e da gozação da galera na escola: conseguiu um grande número de comprimidos e, no mesmo quarto em que fez as imagens, cometeu suicídio.
Os nomes são fictícios, mas a história é real. Aconteceu com uma jovem nos Estados Unidos depois de ter tido suas imagens sensuais expostas na rede mundial de computadores. O que esses dois jovens praticaram está se tornando uma febre entre os jovens, o chamado “sexting”.
O nome deriva da junção de dois radicais oriundos da palavras “sex” (sexo) e “ting” (sufixo de “texting” = texto), o que origina o nome dessa prática: “sexo por mensagens”. Isso mesmo, o jovem tira uma foto erótica de alguma parte do corpo – como órgãos genitais, seios ou faz poses mais sensuais – e a envia para alguns contatos via telefone móvel. Logo, a imagem começa a circular numa velocidade incontrolável pela web.
Atrás dessa exposição estão escondidos perigos incalculáveis e incontroláveis que, a curto prazo, destroem a vida de uma pessoa psicologica e socialmente. Um adulto, por exemplo, que adere a esse tipo de relacionamento, além de cometer um crime, pode ter sua carreira profissional abalada, já que hoje empresas de recrutamento usam cada vez mais a internet para ver o perfil de seus colaboradores. Recentemente, entre os adultos, isso aconteceu com um deputado americano, o democrata Anthony Weiner, que enviou uma foto sua usando apenas uma cueca na rede de microblogs Twitter, fato que o fez renuniar ao mandato.
Com os jovens o perigo é ainda maior, pois os danos psicológicos podem durar uma vida inteira, e em alguns casos até acabar em suicídio, como foi o caso da jovem citada acima.
Em 2009, uma pesquisa realizada nos EUA constatou que 20% dos adolescentes americanos diziam ter enviado ou recebido fotos eróticas pelo celular, e 39% alegaram ter recebido ou enviado mensagens sexualmente sugestivas. No Brasil, a ONG Safernet informou que cerca de 11% dos estudantes brasileiros entre 5 e 18 anos já praticaram o “sexting”, compartilhamento de imagens íntimas ou sensuais em ambientes virtuais. Mas com a explosão dos dispositivos móveis, como os smartfones, este número já deve ter aumentado muito.
O “sexting” é a prova de que a combinação tecnologia + explosão de hormônios pode ser = a má reputação digital e, é claro, ao deboche social.
Ninguém quer ficar malfalado por aí, mas existem pessoas que procuram; como diz um dito popular – bem básico: “Quem procura… acha”.
 

Fonte: Canção Nova 

Ministro quer dobrar tamanho do STJ

Clique para Ampliar
A proposta de Mello foi feita ao presidente
 do STF, Cezar Peluso, que deverá
 colocá-la em votação
VALTER CAMPANATO/ABR
No ano passado, o STJ gastou quase R$ 704 milhões com a folha de pagamento. A proposta dobraria esse gasto
Brasília. O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu ontem o aumento de 33 para 66 no número de integrantes do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A proposta ajudaria o tribunal a combater as montanhas de processos que abriga.

Em compensação, oneraria as finanças públicas. No ano passado, o STJ gastou quase R$ 704 milhões com a folha de pagamento. A proposta foi feita no mesmo dia em que o presidente do STF, ministro Cezar Peluso, enviou ao Palácio do Planalto proposta de orçamento para o Supremo em 2012 no valor de R$ 614 milhões.

Marco Aurélio entregou ofício com sua ideia a Peluso. Os ministros do STF deverão votar a proposta e, se for aprovada, será encaminhada ao Congresso Nacional como projeto de lei.

Última instância de apelação para processos que não tratam da Constituição Federal, o STJ distribuiu aos ministros no ano passado mais de 228 mil processos. Ao fim do ano, quase 193 mil ações ainda aguardavam o primeiro julgamento.

"É um verdadeiro caos. A situação no STJ é muito pior que no Supremo", disse o ministro Marco Aurélio.

A proposta de orçamento do STF que Peluso enviou ao Executivo foi levando em consideração aumentos salariais para ministros e servidores - ainda que os projetos de lei prevendo os reajustes ainda não tenham sido votados.

Pessoal
Só no tribunal, a folha de pagamentos no próximo ano está orçada em R$ 391 milhões. Deste total, R$ 103,2 milhões correspondem ao impacto causado pelos reajustes para ministros e servidores da ativa e aposentados. No impacto, cerca de R$ 2 milhões serão gastos com os ministros e R$ 101,2 milhões, com os servidores.

No caso do Judiciário, a preocupação da área econômica é justamente com o efeito cascata, porque o valor do vencimento dos ministros do Supremo é o teto salarial do funcionalismo. O Supremo briga pelo reajuste de 14,79% desde 2010, quando enviou projeto ao Congresso nesse sentido, fixando o valor do salário dos ministros em R$ 30,6 mil a partir de janeiro de 2011. Mas o projeto não foi aprovado e está parado, por determinação do Palácio do Planalto.

A área econômica barrou a proposta, argumentando que não havia recursos em 2011 para bancar a despesa.

Tanto que o Orçamento da União de 2011 foi enviado ao Congresso - e foi aprovado - somente com um reajuste de 5,25%, referente à inflação, e não com os 14,79% pedidos.

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse ontem que há um cenário de crise mundial e que o Brasil não está isento dela. Ele lembrou que, no início do ano, o governo promoveu corte de R$ 50 bilhões no Orçamento de 2011, e que vários sacrifícios foram feitos.


Fonte: Diário do Nordeste 

OS REPRESENTANTES DA CORRUPÇÃO

Política    É triste escrever um artigo com este título, mas não seria verdade se não fosse assim. É  desse modo que esta...