sábado, 17 de novembro de 2012

O fim do mundo



altDom Alberto Taveira Corrêa
Arcebispo Metropolitano de Belém
Assessor Eclesiástio da RCCBRASIL


Não é brincadeira! O mundo vai acabar! Com toda certeza, um dia Deus será tudo em todos, as coisas antigas passarão, contemplaremos o Filho do Homem vir nas nuvens com grande poder e glória (Mc 13,26). Mas... "quanto àquele dia, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, mas somente o Pai" (Mc 13,24-32).


É da segunda carta de São Pedro a recomendação: "O que esperamos, de acordo com a sua promessa, são novos céus e uma nova terra, nos quais habitará a justiça. Vivendo nesta esperança, esforçai-vos para que ele vos encontre numa vida pura, sem mancha e em paz. Considerai também como salvação a paciência de nosso Senhor" (2 Pd 3,12-15). Aliás, já vivemos no fim dos tempos, desde que veio o Senhor e Salvador, Jesus Cristo. Inaugurou-se, pela bondade de Deus, o tempo novo. Somos por ele chamados a viver nesta terra antecipando e apressando o dia de Deus (cf. 2 Pd 3,12).

Logo, nenhuma preocupação com o fim do mundo, mas muita ocupação em viver neste mundo com justiça e piedade. Quando se completar a obra, esta chegará ao seu término, será completa, chegará ao fim! Vale a pena buscar um roteiro de viagem para a caminhada nesta terra, ocupando-nos com o que constrói desde já o Reino de Deus, no qual também os seus filhos reinarão.

Temos uma virtude, que é dom de Deus recebido de presente no Batismo, a esperança, que nos dá a certeza de não estarmos num beco sem saída. Não fomos jogados neste mundo, como obra do acaso! Temos nome diante a face de Deus, somos reconhecidos e tratados como filhos e destinados à felicidade. O Pai do Céu fez este mundo como paraíso para suas criaturas, e é nossa missão lutar para que ele seja assim e para todos. Daí, faz parte da missão do cristão reconstruir, consertar, tomar iniciativa, espalhar o bem, semear por acreditar na colheita, não só aquela do final dos tempos, mas as muitas e sucessivas florações do jardim de Deus em torno a nós. Em qualquer etapa da viagem, a meta é certa!

Não perder tempo, mas preencher com amor a Deus e ao próximo cada instante da existência. Quem chega ao fim de um dia maravilhosamente cansado, depois de ter feito o bem, será feliz e realizado. Nem terá tempo para medo de escuridão ou dos inexistentes fantasmas que podem povoar a "louca da casa", a imaginação. Não terá medo da morte, pois sabe que ela um dia chegará no melhor momento da existência de cada pessoa. É que Deus, sendo Amor, colherá  a flor da vida de cada filho ou filha no tempo certo, pois para ele um dia é como mil anos e mil anos como um dia (Sl 89,4). Ninguém na ociosidade! Não perder tempo!

Ao longo da estrada, há sinais oferecidos por Deus, mostrando o rumo da viagem. Pode ser o irmão caído beira do caminho, um grito que pede atenção. Ali, há que descer da montaria de nosso orgulho ou falta de tempo, derramando o óleo e o vinho do afeto (Cf. Lc 10,30-37), dando o que pudermos para que aquele que caiu seja confiado à "estalagem" chamada Igreja, a quem cabe cuidar da humanidade até o Senhor voltar!

Muitas vezes será a palavra anunciada, "oportuna e inoportunamente" (2 Tm 4,2), cujo som ecoa e chega ao ouvido e ao coração. Até o Senhor voltar, sinal será a comunidade que participa da Eucaristia, enquanto espera sua vinda, clamando quotidianamente "Vem, Senhor Jesus". Na Eucaristia, torna-se presente o sacrifício de Cristo, sua Morte e Ressurreição. Mesa preparada, irmãos acolhidos, Céu que se antecipa e nos faz missionários! Acolher a todos e fazer crescer a Igreja.

Quem escolhe o seguimento de Jesus Cristo prestará atenção nos "sinais dos tempos", aprendendo com as lições de sua história pessoal e dos acontecimentos. Para dar um exemplo, ao ler ou ouvir as notícias diárias de crises, crimes ou desastres, saberá ir além dos sustos ou escândalos. Ao invés de achar que o fim do mundo está chegando, porá mãos à obra, buscando todos os meios para que o dia de amanhã seja melhor do que hoje. Será sua tarefa ir além das eventuais emoções oferecidas pelos acontecimentos, para edificar com serenidade e firmeza o futuro. Se para tanto haveremos sempre de contar com a graça de Deus, que ninguém se esqueça de que, após a criação do mundo, o cuidado com tudo o que era "muito bom" (Cf. Gn 1,1-31) foi entregue ao homem e a mulher. Responsabilidade!

Mais ainda! Quem olha ao seu redor, verá que a viagem se faz em comunhão com outras pessoas. Ninguém tem todos os dons e todas as capacidades. O apóstolo São Paulo já ensinava, comparando com o corpo a vida da Igreja (Cf. 1 Cor 12,1-31) o jeito de partilhar com os outros na aventura da existência nesta terra. Enquanto caminhamos, é bom aprender as leis da eternidade, onde Deus será tudo em todos. Partilhar os dons e os bens,  superar a ganância e aproveitar todas as ocasiões para estar com os outros, construindo um mundo de irmãos. Na eternidade, não haverá luto, nem dor, egoísmo ou tristeza! É bom antecipá-la!

Assim, ouvir a Igreja que fala do fim dos tempos, será uma positiva provocação a todos os cristãos. Atenção aos avisos de trânsito na estrada do Reino definitivo: "A meta é certa!"; "Não perder tempo!";
"Acolher a todos e fazer crescer a Igreja!"; "Responsabilidade!"; "Antecipar os valores da eternidade!" Poderemos então rezar confiantes: "Senhor nosso Deus, fazei que nossa alegria consista em vos servir de todo o coração, pois só teremos felicidade completa servindo a vós, o criador de todas as coisas". Amém! Maranatha! Vem, Senhor Jesus! Amém!

Fonte: www.rccbrasil.org.br

A CPRv? De novo? É em Pentecoste


Durante a última, e bem recente campanha eleitoral no nosso município a atuação da CPRv e a apreensão de veículos em Pentecoste ganhou destaque em alguns discursos, entrou nas rodas de conversa da população, foi motivo de críticas nas redes sociais, onde outros diziam que as ações da Companhia de Policiamento Rodoviário (CPRv) não aconteceriam mais, já que a mesma havia sido extinta. E foi. Mas deu espaço a Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Esta assumiu um novo modelo de fiscalização e policiamento nas estradas.

 Mudou em quê? Além do título (Atualmente a CPRv intitula-se Polícia Rodoviária Estadual, como diz o próprio site da Companhia) a criação da PRE tirou o policiamento rodoviário da condição de comando e o transformou em batalhão, hierarquicamente é inferior somente ao Comando-Geral da PM, aumentou o efetivo de policiais e o número de postos. 

O que me leva a crer que a fiscalização passou a ser muito mais rígida e eficaz. Bom para alguns, ruim para outros que vêem seus veículos - em Pentecoste, a maioria motos - serem levados.

 Antes o policiamento deixava as avenidas da cidade vazias. Agora, pasmem, eles vão até às ruas mais distantes do Centro. Hoje cheguei a ver duas declarações no Facebook, de usuários que residem em Pentecoste: ‘tô em casa, escondido da PRE’, ‘Se a CPRV não tivesse aqui eu compraria uma quentinha, masssss’. Além das inúmeras postagens de fotos de motos apreendidas, de avisos sobre a presença dos policiais na cidade, e outras postagens ligadas ao tema. 

A ação mais importante na missão da PRE é garantir o trânsito seguro e a sociedade protegida.

 Assim, acredito que só existe uma maneira de acabar com o medo – natural – que o povo pentecostense tem da “CPRv’, a PRE: MUNICIPALIZAR O TRÂNSITO!

 Aliás, este será um dos muitos desafios da próxima gestão e será, também, um dos próximos assuntos discutidos nesta humilde coluna. 

Glayson Soares @GlaysonSoares / glaysonsoares@yahoo.com.br Por Glayson Soares Glayson Soares, 22, é natural de Pentecoste, já militou em movimentos estudantis, religiosos e políticos. É Graduando em Comunicação Social - com habilitação em Publicidade - pelas Faculdades Nordeste - DeVry. É apaixonado por comunicação e 'metido' a escritor.http://caxiasdosultur.files.wordpress.com/2012/09/banner.gif

X BIENAL DO LIVRO EM FORTALEZA

                     VISÃO DO CENTRO DE EVENTO DO ESTADO DO CEARÁ




Tive a alegria de no dia de hoje visitar a X Bienal do Livro no Centro de Eventos em Fortaleza. Um local grandioso e digno de nosso Estado do Ceará. Espaço este considerado o maior para a realização de grandes eventos internacionais. Com investimentos de aproximadamente 480 milhões de reais e  Com capacidade para receber 30 mil pessoas, em uma área construída de 152,7 mil metros quadrados, tornou-se um centro de referência para o Brasil e para o mundo.

Hoje, portanto, 17 de novembro, tive o privilégio de juntamente com outros colegas professores, alunos e outros profissionais da rede Estadual de Ensino, circular por estes espaços observando a grandeza do ambiente e sentir um certo orgulho de ser cearense.

Além disso, fomos para um evento cultural de extrema importância que é a Bienal do Livro. Importante porque fortalece a cultura de nosso povo. Incentiva e valoriza a leitura e atrai públicos de todas as idades, estilos e culturas para vislumbrar este mundo encantado dos livros. Sabemos que quanto mais nos aproximamos dos livros mais forte se tornará nossa cultura e mais comprometidos com nosso futuro seremos, pois os livros possibilita o fortalecimento da identidade de um povo.

Vieram representantes de todas as escolas das Credes. Todos custeados com recursos do Governo do Estado.

Gostaria de destacar aqui o apoio do governo de nosso Estado. Posso dizer que Cid Gomes tem feito muito pelo nosso Estado. Ele tem feito grandes esforços para mudar a cara de nosso Estado. A prova disso são as grandes construções como este Centro de Eventos por exemplo. Outra, são as construções das Escolas Profissionalizantes pelos munícios que já são mais de 100. Escolas estas que tem uma estrutura magnifica voltada para a formação integral de nosso meninos do Ensino Médio.

Não poderia deixar de comentar que os que foram convidados pelo Governo para participar da Bienal, que foram Diretores, professores e alunos receberam um vale de 100 reais para comprar livros, receberam lanche, almoço, blusas, além do transporte que também foi custeado pelo governo. As pessoas até podem criticar este governo mas ninguém poderá negar de que ele tem grandes méritos.  Está incentivando de todas as formas para que as pessoas entendam que podem mais. Isso sem contar que nosso Estado foi um dos que mais se destacou nas avaliações do IDEB deste ano. Cid realmente está empenhado em fazer diferente. Este mesmo governo tem tentando de todas as formas melhorar os índices da Educação do Ceará e para isto tem investido pesado. Até se dizia que o governador era ótimo para construir mas deixava a desejar quanto ao servidor, pois não gostava de dar aumento aos servidores. Nesta semana, por exemplo, saiu uma notícia mais animadora. Deu aumento para os professores e pasmem, chegou a aumentar em 40% o salário de professores em início de carreira. Se não é tudo, mas já é um grande passo. Também nesta semana que antecede as provas do SPAECE, foram entregues notebooks para todos os alunos que conseguiram a tingir a média necessária nas provas do ano passado. Algumas pessoas podem não estar percebendo mas se fizermos uma análise, veremos que o Ceará está bem na fita.

Claro que ainda não somos os melhores mas, com certeza, já deixamos de ser o pior faz tempo. Isso deve-se aos esforços do governo do Cid Gomes, pois mesmo o Ceará sendo um Estado com dificuldades financeiras, nos últimos anos o Ceará tem dado um salto de crescimento. 

Diferente de atitudes como esta de nosso Governador, tem sido a de nossos administradores locais. Além de nada ou quase nada fazerem para engrandecer nossos municípios, ainda não contribuem nem para facilitar as pessoas de terem acesso aquilo que outros proporcionam.

É caso de nosso próprio município. Ao ser procurado para ceder pelo menos um ônibus para levar os professores para este evento da Bienal em fortaleza, deram como resposta um não. Lembrando que o combustível e o motorista seria pago com recurso do Estado. Mesmo assim foi negado.

Este é o incentivo que nós cidadãos de Pentecoste recebemos para crescermos culturalmente.

Portanto, dai a Cesar o que é de Cesar. Cid Gomes está, de fato, de parabéns. Ele tem feito sua parte.    

Professor ValdenI Cruz  
   

PROGRAMAÇÃO DA BIENAL NESTE SÁBADO (17)


Show de Zeca Baleiro e bate-papo com Márcia Tiburi estão entre os destaques do penúltimo dia de Bienal do Livro amanhã (17)
Já em clima de despedida, a X Bienal Internacional do Livro do Ceará reserva, para hoje (17), uma ampla programação voltada para os amantes da literatura nacional e da música popular brasileira. Às 15 horas, a escritora e filósofa Márcia Tiburi bate um papo com leitores no auditório Félix Guanabarino (Adolfo Caminha). Na ocasião, Márcia lança a obra “Era meu esse rosto” (Editora Record). O romance é um mix de memórias, heranças e raízes afetivas. Num delicado trabalho, que durou 13 anos para ser concluído, Márcia revela, mais uma vez, a forte influência do discurso filosófico em sua escrita literária. Para fechar o dia em grande estilo, o auditório Moacir Jurema (Antônio Sales) recebe, às 20 horas, o show do maranhense Zeca Baleiro. Ao público, Baleiro apresenta seu novo show, “Calma Aí, Coração”, baseado em seu nono CD de inéditas, “O Disco do Ano”, destacando canções como “Nada Além”, “Tattoo”, “Último Post”, “Ela Não se Parece com Ninguém” e “Calma Aí, Coração”. Zeca ainda recupera algumas faixas menos conhecidas de discos anteriores, como “Mundo dos Negócios” e “Comigo”, além de releituras de Marina Lima e Martinho da Vila.
Sobre Márcia Tiburi
Márcia Tiburi é graduada em filosofia (PUC-RS) e artes (UFRGS). É também mestre (PUC-RS, 1994) e doutora em filosofia (UFRGS, 1999), área em que publicou diversas obras. Como escritora, já participou de diversos eventos literários, entre eles a Jornada Literária de Passo Fundo, a Fliporto, o Festival da Mantiqueira, a Tarrafa Literária de Santos, as Bienais do Rio de Janeiro, de São Paulo, de Minas Gerais, as feiras de Ribeirão Preto, de Porto Alegre, de Santa Maria, a Panamazônica de Belém, e diversas outras.
Escreveu para revistas e jornais e, desde 2008 é colunista da Revista CultÉ professora do Programa de Pós-Graduação em Educação, Arte e História da Cultura da Universidade Mackenzie e professora convidada da Fundação Dom Cabral. Realiza palestras sobre filosofia, ética e educação e temas relacionados.

Sobre Zeca Baleiro
O maranhense Zeca Baleiro nasceu em 11 de abril de 1966.  Seu primeiro disco (“Por Onde Andará Stephen Fry?”) foi lançado em 1997. Desde então, lançou outros oito discos de inéditas, alguns projetos especiais, seis DVDs e um Blu-ray. Seu mais recente trabalho é o álbum “O Disco do Ano”, lançado em abril de 2012. Na Bienal Internacional do Livro do Ceará, Zeca conversou com os fãs, hoje (16), sobre o livro “Bala na Agulha – Reflexões de Boteco, Pastéis de Memória e Outras Frituras”. Zeca também é autor do musical infantil “Quem tem Medo de Curupira?”. Em 2006 criou o selo Saravá Discos, pelo qual tem lançado projetos especiais próprios e discos documentais de outros artistas. Como produtor, realizou 16 discos de artistas diversos.

Sobre a Bienal
Em sua décima edição, a Bienal Internacional do Livro do Ceará prestará uma homenagem a ilustres nomes da literatura nacional e internacional, como: o nigeriano Wole Soyinka, ganhador do Nobel de Literatura 1986; o cearense Rafael Sânzio de Azevedo, Doutor em Letras pela UFRJ, com tese sobre “A Padaria Espiritual e o Simbolismo no Ceará”, e membro da Academia Cearense de Letras, onde ocupa a Cadeira nº 1, cujo patrono é Adolfo Caminha; e o norte-riograndense José Cortez, ex-lavrador, que saiu do sertão e, através da literatura, se tornou um dos principais editores do Brasil, tendo fundado a Editora Cortez. Além desses, também será homenageada (post mortem) a escritora e abolicionista Francisca Clotilde, contemporânea da Padaria Espiritual, que completaria 150 anos de vida em 2012.
 A distribuição dos ingressos para todos os shows acontecerá cinco horas antes do início de cada apresentação em um posto localizado dentro da Bienal. A entrada do público acontecerá por ordem de chegada e estará sujeita à lotação do espaço.
Temática
Com o tema “Padaria Espiritual – O Pão do Espírito para o Mundo”, a Bienal do Livro irá prestar uma homenagem aos 120 anos do movimento artístico que escandalizou a pequena Fortaleza do final do século XIX com o humor, o talento e a ousadia de um grupo de escritores, pintores e músicos que promoveram intensas atividades de renovação artística e literária. Além da homenagem à Padaria Espiritual, a Bienal celebrará ainda os 90 anos da Semana de Arte Moderna, e os centenários do Rei do Baião, Luiz Gonzaga; dos escritores Jorge Amado e Nelson Rodrigues; e do cantador e violeiro Joaquim Batista de Sena, legítimo representante da poesia popular nordestina.
Para todos os interesses
Uma ampla e diversificada programação está sendo montada para permitir à X Bienal Internacional do Livro contemplar o maior número possível de interfaces com a literatura. Para tanto, serão promovidas mais de 500 atividades entre palestras, mesas-redondas, lançamentos de livros, exposições, shows líteromusicais, cineclubes, colóquios, convenções e debates. As atividades serão realizadas nos diversos espaços montados, entre eles o Espaço Cordel, o Café Java, o Espaço Jovem, o Espaço Infantil, entre outros.
Ainda dentro da homenagem à Padaria Espiritual, os estandes, salas, salões, auditórios e cafés receberão nomes alusivos aos “padeiros”, como eram chamados os membros do grupo. Eles serão homenageados por atores e bonecos, que se juntarão aos visitantes. Uma exposição no Memorial da Padaria Espiritual, montada com acervo do Museu do Ceará, Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel e Instituto Histórico e Geográfico do Ceará levará livros, roupas e artigos pessoais dos padeiros e atas recém-encontradas da Padaria. O setor será acompanhado por estagiários e instrutores dos núcleos educativos do Museu do Ceará e Arquivo Público e por alunos das escolas profissionalizantes do Estado.
Nos espaços destinados à exposição e venda de livros, as principais editoras nacionais e locais apresentarão seus produtos em uma moderna e acolhedora infra-estrutura a ser montada no local. São esperados mais de 100 mil títulos, que ficarão expostos em quatro setores distintos: 1) Espaço das Editoras Cearenses, reunindo as editoras do Ceará e dando oportunidade aos editores do Estado exporem seus catálogos para o público visitante; 2) Rede Nordeste do Livro, Leitura e Literatura, espaço destinado às editoras do Nordeste; 3)Editoras Universitárias, espaço conjunto para comercialização da produção acadêmica das editoras universitárias brasileiras e latinoamericanas; e 4) Espaço das Editoras Nacionais e Internacionais, em uma área destinada à exposição de livros de editoras nacionais e internacionais.
A X Bienal Internacional do Livro do Ceará é uma realização do Governo do Estado do Ceará por meio da Secretaria de Cultura, em parceria com o Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC) com incentivo da Coelce e da Oi por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

• X Bienal Internacional do Livro do Ceará
Data: até o dia 18 de novembro de 2012
Local: Centro de Eventos do Ceará – Fortaleza (CE)
Horário de Visitação: das 9 horas às 22 horas
Entrada gratuita
*Toda a programação está sujeita a alterações

• Mais informações para a Imprensa sobre o assunto, falar com a AD2M Engenharia de Comunicação, empresa responsável pela assessoria de imprensa da X Bienal Internacional do Livro do Ceará. 

http://www.bienaldolivro.ce.gov.br

A X Bienal Internacional do Livro em Fortaleza


A X Bienal Internacional do Livro do Ceará será aberta em grande estilo. A cantora Gal Costa, um dos maiores nomes da música brasileira, realizará show especial com os principais sucessos de sua carreira, na quinta-feira (8), às 20 horas, no Centro de Eventos do Ceará.
Antes disso, às 19 horas, será realizada a solenidade oficial de abertura da Bienal do Livro com programação seguindo até o dia 18, com diversas atividades para o público, como palestras, bate-papos com escritores, lançamentos de livros, colóquios, mesas redondas, contação de histórias e outras atrações musicais.
Com visitação gratuita e diária das 9 horas às 22 horas, a Bienal Internacional do Livro do Ceará espera receber um público de cerca de 600 mil visitantes durante o evento, que ocupará uma área total no Centro de Eventos de 23 mil m2 de área utilizada, aumentando em 40% a área de estandes e em 100% a área de circulação e de acessos em relação à edição anterior.
Em sua décima edição, a Bienal Internacional do Livro do Ceará prestará uma homenagem a ilustres nomes da literatura nacional e internacional, como: o nigeriano Wole Soyinka, ganhador do Nobel de Literatura 1986; o cearense Rafael Sânzio de Azevedo, Doutor em Letras pela UFRJ, com tese sobre “A Padaria Espiritual e o Simbolismo no Ceará”, e membro da Academia Cearense de Letras, onde ocupa a Cadeira nº 1, cujo patrono é Adolfo Caminha; e o norte-riograndense José Cortez, ex-lavrador, que saiu do sertão e, através da literatura, se tornou um dos principais editores do Brasil, tendo fundado a Editora Cortez. Além desses, também será homenageada (post mortem) a escritora e abolicionista Francisca Clotilde, contemporânea da Padaria Espiritual, que completaria 150 anos de vida em 2012.
Atrações Musicais

Entre as atrações musicais confirmadas até o momento na programação da X Bienal Internacional do Livro do Ceará estão: o cantor, compositor e escritor Humberto Gessinger (Engenheiros do Havaí), no dia 11, às 21 horas; o grupo Teatro Mágico, no dia 16, às 20 horas; o cantor e compositor Zeca Baleiro, no dia 17, às 20 horas; e o grupo Palavra Cantada, no dia 18, às 16 horas. A distribuição dos ingressos para todos os shows acontecerá cinco horas antes do início de cada apresentação em um posto localizado dentro da Bienal. A entrada do público acontecerá por ordem de chegada e estará sujeita à lotação do espaço.

Eventos Paralelos

Já estão confirmadas também as presenças para encontros e bate-papos com os visitantes e para lançamentos de livros os escritores Thalita Rebouças, Márcia Tiburi, Ignacio de Loyola Brandão, Ana Miranda, Lira Neto, Flávio Paiva, Luiz Tatit, Tony Bellotto, Benjamim Abdala, Carlos Conce e Ricardo Kelmer. A Bienal sediará, ainda, durante sua realização, uma série de eventos paralelos com ligação direta ao tema do livro e da leitura, como: o Encontro de Escritores Lusófonos; o II Encontro de Ilustrados; VI Encontro de Bibliotecas Públicas do Estado do Ceará; V Fórum da Rede Nordeste do Livro, Leitura e Literatura; III Colóquio Literatura e Psicanálise; e VIII Encontro de Twitteiros Culturais.
Como parte da programação paralela da Bienal, acontece de 9 a 11 de novembro a 5ª Conferência Internacional Felicidade Interna Bruta (FIB), uma alternativa ao conhecido PIB (Produto Interno Bruto). Participarão autoridades e palestrantes nacionais e internacionais. No grupo, o governador Cid Gomes, o primeiro ministro do Butão, Dasho Karma Ura, além da psicóloga, antropóloga e coordenadora do FIB no Brasil, Susan Andrews e John de Graaf da Inglaterra.
Temática

Com o tema “Padaria Espiritual – O Pão do Espírito para o Mundo”, a Bienal do Livro irá prestar uma homenagem aos 120 anos do movimento artístico que escandalizou a pequena Fortaleza do final do século XIX com o humor, o talento e a ousadia de um grupo de escritores, pintores e músicos que promoveram intensas atividades de renovação artística e literária. Além da homenagem à Padaria Espiritual, a Bienal celebrará ainda os 90 anos da Semana de Arte Moderna, e os centenários do Rei do Baião, Luiz Gonzaga; dos escritores Jorge Amado e Nelson Rodrigues; e do cantador e violeiro Joaquim Batista de Sena, legítimo representante da poesia popular nordestina.
Para todos os interesses

Uma ampla e diversificada programação está sendo montada para permitir à X Bienal Internacional do Livro contemplar o maior número possível de interfaces com a literatura. Para tanto, serão promovidas mais de 500 atividades entre palestras, mesas-redondas, lançamentos de livros, exposições, shows líteromusicais, cineclubes, colóquios, convenções e debates. As atividades serão realizadas nos diversos espaços montados, entre eles o Espaço Cordel, o Café Java, o Espaço Jovem, o Espaço Infantil, entre outros.
Ainda dentro da homenagem à Padaria Espiritual, os estandes, salas, salões, auditórios e cafés receberão nomes alusivos aos “padeiros”, como eram chamados os membros do grupo. Eles serão homenageados por atores e bonecos, que se juntarão aos visitantes. Uma exposição no Memorial da Padaria Espiritual, montada com acervo do Museu do Ceará, Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel e Instituto Histórico e Geográfico do Ceará levará livros, roupas e artigos pessoais dos padeiros e atas recém-encontradas da Padaria. O setor será acompanhado por estagiários e instrutores dos núcleos educativos do Museu do Ceará e Arquivo Público e por alunos das escolas profissionalizantes do Estado.
Nos espaços destinados à exposição e venda de livros, as principais editoras nacionais e locais apresentarão seus produtos em uma moderna e acolhedora infra-estrutura a ser montada no local. São esperados mais de 100 mil títulos, que ficarão expostos em quatro setores distintos: 1) Espaço das Editoras Cearenses, reunindo as editoras do Ceará e dando oportunidade aos editores do Estado exporem seus catálogos para o público visitante; 2) Rede Nordeste do Livro, Leitura e Literatura, espaço destinado às editoras do Nordeste; 3) Editoras Universitárias, espaço conjunto para comercialização da produção acadêmica das editoras universitárias brasileiras e latinoamericanas; e 4) Espaço das Editoras Nacionais e Internacionais, em uma área destinada à exposição de livros de editoras nacionais e internacionais.
Evento democrático

A Bienal Internacional do Livro do Ceará fará uma forte ação de aproximação com os alunos da rede pública de ensino. Está prevista a presença de cerca de 20 mil alunos com idade mínima de seis anos da Capital e do Interior em projetos de visitação escolar, o dobro da última edição da Bienal, além de professores e agentes de leitura. Os responsáveis por cada grupo receberão Kit-visitação Escolar, composto por crachás dos alunos, credencial do ônibus da escola e mapa de localização. Os estudantes serão acompanhados por monitores da Secretaria da Cultura, que orientarão a visita pelos diversos setores da Bienal.
A X Bienal Internacional do Livro do Ceará é uma realização do Governo do Estado do Ceará por meio da Secretaria de Cultura, em parceria com o Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC) com incentivo da Coelce e da Oi por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

• X Bienal Internacional do Livro do Ceará
Data: 8 a 18 de novembro de 2012
Local: Centro de Eventos do Ceará – Fortaleza (CE)
Horário de Visitação: das 9 horas às 22 horas
Entrada gratuita

• Mais informações para a Imprensa sobre o assunto, falar com a AD2M Engenharia de Comunicação, empresa responsável pela assessoria de imprensa da X Bienal Internacional do Livro do Ceará.
• Toda a programação está sujeita a alterações
http://www.bienaldolivro.ce.gov.br

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

MALUF, ESTE TEM HISTÓRIA


Corte de Jersey condena Maluf e determina devolução de US$ 22 milhões desviados


Jornal do Brasil
A Corte de Jersey, paraíso fiscal britânico, anunciou nesta sexta-feira a sentença final em relação ao processo do deputado federal e ex-prefeito Paulo Maluf (PP-SP). A conclusão foi de que o político desviou pelo menos US$ 22 milhões dos cofres públicos de São Paulo. A Justiça determinou que o dinheiro, hoje na ilha, seja devolvido à Prefeitura de São Paulo. 
De acordo com a sentença, Maluf foi "parte da fraude" cometida nas obras da Avenida Água Espraiada no final dos anos 90. Segundo a Corte, Flávio Maluf, filho do ex-prefeito, esteve envolvido na gestão dos recursos desviados.
Paulo Maluf foi considerado culpado por desvio de verba de São Paulo
Paulo Maluf foi considerado culpado por desvio de verba de São Paulo
A argumentação de advogados da Prefeitura de São Paulo foi aceita por juízes de Jersey. A Prefeitura e o Ministério Público de São Paulo afirmam que o dinheiro em Jersey, em nome das empresas Kildare Finance e Durant International, tem como origem desvios que teriam ocorrido durante a construção da avenida Água Espraiada (atual Jornalista Roberto Marinho), uma das principais obras da gestão Maluf. Os advogados das empresas offshore ainda podem recorrer da decisão. 

http://www.jb.com.br

Homem mais rico da China come em cantina e vive com R$ 40 por dia


Com uma fortuna de cerca de US$ 20 bilhões, Zong Qing Hou, o homem mais rico da China, disse, em entrevista à BBC que come com seus funcionários na cantina e que gasta, em média, o equivalente a R$ 40 por dia.

"Gasto menos que meus empregados. Acredito na vida simples e dou dinheiro para a caridade. Apesar de ser rico, não serei odiado por isso", disse na sede da sua empresa.



O "gene da frugalidade", no entanto, não parece ter sido "herdado" na família. A BBC foi informada que o Lamborghini estacionado na entrada da empresa pertence à sua filha.

Apesar de ocupar o lugar mais alto no topo da pirâmide econômica de seu país, o bilionário, que começou vendendo picolés, de bicicleta, 25 anos atrás, disse acreditar que o próximo líder do país tenha de enfrentar a crescente desigualdade da China.

"Muitos aqui ainda são pobres. Esse fosso social se tornou um problema enorme e fonte de muita insatisfação", disse.

http://noticias.uol.com.br

Trabalhadores da Siderúrgica do Pecém bloqueiam CE-085 em protesto


Os manifestantes estão em greve há cerca de uma semana, segundo o presidente do Sintepav, Raimundo Nonato


Os trabalhadores que atuam nas obras de construção da usina da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) bloquearam o trecho localizado no quilômetro 40 da CE-085, em São Gonçalo do Amarante, na manhã desta sexta-feira (16), segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE).
Aproximadamente 250 manifestantes estão em greve há cerca de uma semana, segundo o presidente do Sintepav (Sindicato dos Trabalhadores nas Industrias da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado do Ceará), Raimundo Nonato.
Ele afirma que 2.500 operários estão à frente das obras na Siderúrgica, mas parte da categoria vinculada a uma empresa que presta serviço ao CSP está de braços cruzados desde a última sexta-feira (9). “Eles já estão em greve há uma semana, mas são apenas o trabalhadores vinculados a um determinada empresa, o que representa cerca de 250 operários”, ressalta
Nonato explica que os trabalhadores alegam que o acordo fechado na nova convenção coletiva, que prevê o reajuste salarial entre outras condições de trabalho, não tem sido cumprida.
http://www.jangadeiroonline.com.br

Moradores confirmam falência administrativa em municípios cearenses



Moradores de alguns municípios cearenses onde as prefeituras aderiram ao protesto encabeçado pela Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece), na última terça-feira, confirmaram o quadro de falência administrativa.
 
Em Massapê, município distante 272 km de Fortaleza, a jovem Daiane Marques, 21, adiantou que se a situação já estava grave com a Prefeitura funcionando, agora, sem servidores, “vai piorar”. “Não tem médico nos postos, não tem merenda nas escolas. Está um caos, desde outubro”, reclama a moradora Daiane.

Com parte dos servidores de braços cruzados também em Reriutaba,a dona de casa Socorro Lopes, moradora do Centro do município, diz que a cidade está “entregue às moscas”.

“Aqui, pode até ter os serviços básicos funcionando. Mas a situação está bem precária”, também relata o aposentado José de Sousa, 68, de São Luis do Curu, na Região Metropolitana de Fortaleza. Lá, a Prefeitura também amanheceu ontem de portas fechadas, dentro da ação organizada por parte dos prefeitos cearenses diante do que consideram situação ingovernável diante da crise.



Fonte: O Povo

Assessoria de Comunicação - FETAMCE
comunicacao@fetamce.org.br
Última atualização: 16/11/2012 às 10:58:41

Servidores de mais três cidades do Ceará têm salários atrasados


Servidores municipais têm sofrido com atrasos de salários também em Nova Russas, Campos Sales e Palhano. Essas cidades se juntam a Jaguaribara e Coreaú, que exporiam algumas categorias do serviço público a situação semelhante, conforme O POVO publicou na edição do último dia 10 de novembro.
 
Em Nova Russas, um Termo de Ajustamento de Conduta chegou a ser firmado, na quarta-feira, 7, entre Ministério Público do Estado (MPE) e prefeitura para que trabalhadores concursados recebessem o pagamento de outubro e comissionados possam usufruir do dinheiro que estaria atrasado desde setembro, mas, até agora, nada teria sido feito, segundo o presidente Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da cidade, Carlos André Pedrosa.

Em Campos Sales, decisão judicial bloqueou na segunda contas da prefeitura para pagamento de atrasados. Metade do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), do Fundo de Manutenção da Educação Básica (Fundeb) e do Fundo de Saúde (FUS) deve ser usado exclusivamente para isso. Professores reclamam atrasos de setembro e o provimento dos demais não chega desde agosto.

Já em Palhano, professores concursados ainda precisariam receber o mês de outubro, enquanto temporários carem de dois meses. Não apenas a Educação sofre. Haveria servidores da Saúde com quase três meses de atraso. O prefeito de Palhano, Nilson Freitas (PSDB), espera pagar todos os funcionários até dezembro. Segundo ele, os recursos do município têm sido revertidos apenas para pagamento de servidores, além de água e luz.

Até o fechamento desta página, o prefeito de Nova Russas, Paulo César Evangelista (DEM), estava na zona rural da cidade e não retornou à ligação da reportagem. O celular do prefeito de Campos Sales, Paulo Ney (PSDB), manteve-se ocupado nas várias tentativas feitas à tarde e à noite.
 
Números

64% dos recursos pagariam pessoal em Nova Russas

3 é o número de meses de salários atrasados em Palhano
Fonte: O Povo

Assessoria de Comunicação - FETAMCE
comunicacao@fetamce.org.br
Última atualização: 16/11/2012 às 11:38:55

HOMEM TINHA RELAÇÃO COM JUMENTA


Caso de homem que mantinha relacionamento com jumenta repercute no Sul do Ceará


O caso de um homem que mantinha um relacionamento com uma jumenta repercutiu no Sul do Ceará nesta semana. A situação ocorreu  no município de Exu, no interior do estado de Pernambuco e divisa com o Cariri cearense. 
O animal foi afastado de Antônio pelo próprio pai. Foto: blog Alto Santo é Notícia
O homem identificado como Antônio e conhecido como “Bá de Chico Doríco” se apaixonou pela jumenta e teve relações com o animal por cerca de quatro anos. Mas o relacionamento foi descoberto pelo pai de Antônio.
Para acabar com a paixão, Antônio negociou a burra , que foi trocada por um burro. O filho ficou revoltado e procurou a Polícia do município para que o ajudassem a recuperar o animal. A situação ganhou repercussão na Cidade pelo fato de ser um crime de zoofilia.
A Polícia Civil do município de Exu informou à Redação Web do Diário do Nordeste que repassará mais informações sobre a situação de Antônio na próxima segunda-feira (19). Em decorrência do feriado, o policiamento funciona em regime de plantão. 
Diário do Nordeste

MUNICÍPIOS EM CRISE FINANCEIRA


Ceará perde R$ 220 mi de receita do Fundeb em 2012



A queda nos repasses do Fundeb agrava o problema de caixa das Prefeituras, apesar da ajuda emergencial
Fortaleza. O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) deverá crescer, este ano, 1,6%. Isso significa um percentual 5% inferior da meta estabelecida para os municípios brasileiros. No Ceará, esse baixo desempenho representa numa queda de receitas superior a R$ 220 milhões, penalizando ainda mais as Prefeituras que tiveram diminuídos os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).




A merenda escolar é financiada pelo Fundeb, que está com queda este ano FOTO: JULIANA VÁSQUEZ



O consultor da Associação dos Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece) e economista Irineu Carvalho disse que essa fonte de recursos para os municípios é mais uma que impacta na crise financeira, atingindo particularmente o Ceará, Estado fortemente castigado pela seca e com sérias demandas de caixa para pagamento de despesas, obedecendo à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).



No Ceará, são 74 municípios que tiveram receitas do Fundeb inferior ao ano passado. Para Irineu, essa situação não poderia ser pior para os gestores no final do mandato, uma vez que se depararam com um reajuste de 22% no piso salarial do magistério e, para os profissionais com contratos temporários, com aumento de 14%, de acordo com o salário mínimo.



Financiamentos



O Fundeb é formado, na quase totalidade, por recursos provenientes dos impostos e transferências dos estados, Distrito Federal e municípios.



Atende toda a educação básica, da creche ao ensino médio, financiando todas as etapas da educação básica e proporciona a reserva de recursos para os programas direcionados a jovens e adultos, especialmente na valorização do magistério, transporte e merenda escolar.



Tendo como parâmetros de 2012 os índices do FPM (de 2,5%,) ICMS (de 11%), foram 74 os municípios que tiveram crescimento negativo, 97 com crescimento entre zero e 5,5% e apenas 14 acima de 5,5%.



Os 10 municípios que tiveram as receitas negativas do Fundeb neste ano foram Deputado Irapuan Pinheiro (-7,22%), Baixio (-6,52%), Tamboril (-5,85%), Abaiara (-5,42%), Caririaçu (-5,31%), Ererê (-4,78%), Moraújo (-4,65%), Aracoiaba (-4,43%), Barro (-4,17%) e Ibicuitinga (-3,62%),



"Este é mais um problema sério para os municípios, que estão em dificuldades de fechar as contas este ano", disse Irineu.



Problema imediato



Essa dificuldade de fechar as contas de 2012 diante da queda dos repasses federais fez com que cerca de 60 municípios, segundo a Aprece, parassem suas atividades administrativas na segunda e terça-feira passadas, mas retornando ontem após o anúncio de uma ajuda emergencial. Sobre essa paralisação, houve quem afirmasse não ter feito parte dos protestos, apesar da lista apresentada pela Aprece. Esse foi o caso de Barroquinha. O prefeito Ademar Veras disse que a inclusão do seu município não aconteceu, uma vez que necessitava formalizar o ato por um decreto. A assessoria de imprensa da Aprece foi contactada para falar sobre a lista, mas não se pronunciou sobre o assunto.



Entre as medidas anunciadas em Brasília pelo Governo Federal na reunião ocorrida entre representantes da Confederação Nacional dos Municípios, estão o pagamento, até hoje, do Fundo de Exportações (FEX) devido aos municípios em valor aproximado de R$ 1,9 bilhão e a edição de uma Medida Provisória permitindo que os municípios parcelem suas dívidas previdenciárias e possam receber repasses do governo de auxilio à estiagem.



Além disso, o governo também deve liberar até o final de 2012 mais de R$ 1,5 bilhão em Restos a Pagar (RAP). Já com relação ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que foi a principal pauta colocada pelos prefeitos, o governo se comprometeu a agir como em 2009, onde garantiu o FPM nominal, quando também houve uma redução acentuada no repasse dos recursos.



Para Irineu, essas medidas são bem vindas, porque aliviam o caixa das prefeituras brasileiras. No entanto, salienta que ainda assim fica muito abaixo das perdas do ICMS para as cidades, estimadas em torno de R$ 7 bilhões. "Se levarmos em conta R$ 1,8 bilhão que será distribuído com todos os municípios, é preciso lembrar que somente com o FPM no Ceará a queda nesses repasses foi de R$ 370 milhões", disse o economista. Somando com as perdas do Fundeb, o total negativo do Ceará atinge cerca de R$ 510 milhões.



FIQUE POR DENTRO

Cidades com repasses negativos

A estratégia do Fundeb é distribuir os recursos pelo País, levando em consideração o desenvolvimento social e econômico das regiões.



Os 74 municípios que apresentaram receita negativa este ano são: Deputado Irapuan Pinheiro, Baixio. Tamboril, Abaiara, Caririaçu, Ererê, Moraújo, Aracoiaba, Barro, Ibicuitinga, Palhano, Viçosa do Ceará, Fortaleza, Banabuiú, Choró, Massapê, Mulungu, Trairi, Ibaretama, Pires Ferreira, Saboeiro, Coreaú, Nova Russas, Graça, Pacoti, Acarape, Granjeiro, Hidrolândia, Poranga, Cariré, Campos Sales, Barroquinha, Farias Brito, Irauçuba, Acopiara, Cariús, Cascavel, Meruoca, Ipueiras, Chaval, Potiretama, Aratuba, Ipaporanga, Juazeiro do Norte, Jucás, Orós, Santana do Acaraú, Bela Cruz, Apuiarés, Umirim, Paramoti, Itaiçaba, Independência, Itapajé, Cruz, Milagres, Palmácia, Senador Sá, Jaguaribe, Novo Oriente, Antonina do Norte, Maracanaú, Santa Quitéria, Tabuleiro do Norte, Tarrafas e Guaiúba.


Mais informações:
Aprece
Avenida Oliveira Paiva, Nº 2621 - Seis Bocas - Fortaleza
Telefone: (85) 4006-4000
www.aprece.org.br 

MARCUS PEIXOTOREPÓRTER


Diário do Nordeste

INFORMAÇÕES DO TCE - MUNICÍPIO DE PENTECOSTE

PARA OS QUE GOSTAM DE FICAR INFORMADOS E SABER DE DADOS VERDADEIROS, DISPONHAM LEIA TUDO E SE INFORME. ESSES SÃO DADOS OFICIAIS. NÃO ES...