Postagens

Mostrando postagens de Junho 21, 2015

E o que se fala sobre a política do ano que vem aqui em Pentecoste?

Imagem
Professor Valdeni Cruz



Conversando aqui e ali com as pessoas que gostam ou que estão envolvidos diretamente com a política, é impossível não perguntar sobre o que se cogita no município de Pentecoste sobre as eleições do ano que vem. Quem serão os candidatos, quem apoiará quem? Apesar das incertezas é inevitável que não façamos previsões. Como todo mundo sabe, Pentecoste desde sempre e para sempre tem estado nas mãos de um grupo restrito de políticos. Pensa-se sempre assim: dessa vez acho que é o fulano que leva. Outros dizem: não, dessa vez quem leva é o fulano. Na verdade não temos expectativas de mudanças significativas. Qual deveria ser a postura da sociedade se realmente pesam em mudar os rumos da política aqui em Pentecoste ou em outro lugar? E, por não pensarem a forma correta de agir, vão-se os anos e nós só assistimos a mesmice. Todos dizem que querem mudanças, mas mudança de verdade só acontece quando as pessoas mudarem suas posturas, seus ideais; quando romperem com as trad…

Ministro Gabas fala sobre as novas regras de aposentadoria

Publicado em 19 de jun de 2015
https://www.youtube.com/watch?v=BeUnnNVspl8

A nova regra de cálculo das aposentadorias por tempo de contribuição foi estabelecida pela Medida Provisória nº 676, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (18). Agora, o cálculo levará em consideração o número de pontos alcançados somando a idade e o tempo de contribuição do segurado – a chamada Regra 85/95 Progressiva. Alcançados os pontos necessários, será possível receber o benefício integral, sem aplicar o fator previdenciário. A progressividade ajusta os pontos necessários para obter a aposentadoria de acordo com a expectativa de sobrevida dos brasileiros.
Até dezembro 2016, para se aposentar por tempo de contribuição, sem incidência do fator, o segurado terá de somar 85 pontos, se mulher, e 95 pontos, se homem. A partir de 2017, para afastar o uso do fator previdenciário, a soma da idade e do tempo de contribuição terá de ser 86, se mulher, e 96, se homem. A MP limita esse escalonamento at…