segunda-feira, 30 de junho de 2014

MUNICÍPIOS PADECEM POR FALTA DE HOMENS HONESTO NO PODER PÚBLICO - Caravana dos Servidores Municipais percorre os municípios de Coreaú, Moraújo, Ubajara, Meruoca e Tianguá



As presidentas da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) e da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (CONFETAM-CUT), Enedina Soares e Vilani Oliveira, percorreram, nos dias 26 e 27 de junho, os municípios de Coreaú, Moraújo, Ubajara, Meruoca e Tianguá. As representantes máximas dos servidores municipais abriram a agenda da Caravana do Serviço Público. Nos encontros, a discussão da organização sindical de base, assessoramento às atividades desenvolvidas pelas representações locais e muito debate sobre os direitos destes trabalhadores, violados nos municípios. “Este é o real sindicalismo de base, que se faz ao dar visibilidade às demandas locais, acompanhando as reivindicações por políticas e ações em cada tema a ser discutidos nas regiões do nosso grande Ceará”, destacou Enedina Soares.

A comitiva pode conversar com os diretores dos sindicatos dos Servidores Públicos Municipais de Coreaú, dos Profissionais da Educação de Moraújo, dos Servidores Públicos Municipais de Ubajara, dos Servidores Públicos Municipais de Meruoca, e dos Servidores Públicos Municipais de Tianguá.

Entre os destaques, o debate em torno da perseguição aos sindicatos de Moraújo e Meruoca, que sofrem retaliações públicas por parte dos executivos das cidades.

Em Moraújo, as negociações se arrastam, sem que tenha sido estabelecido o reajuste salarial para os professores. A Prefeitura cortou ainda o desconto mensal dos servidores e se apropriou da contribuição sindical anual, o conhecido imposto sindical.

Já em Meruoca, a situação é mais complicada. Segundo o presidente, Luciano Passos, exemplificou as dificuldades através de nada mais que 32 processos que correm na justiça para a devolução de direitos aos trabalhadores, entre eles mandatos de segurança; cobrança de pagamento de salário mínimo, tendo em vista que ainda existem servidores que recebem menos que isso, violando os direitos básicos; retroativo salarial; correção salarial; licença prêmio; assédio moral; suspensão do desconto mensal dos servidores e apropriação pelo município da contribuição sindical anual.
FONTE: http://www.fetamce.org.br/noticias_detalhes.php?cod_noticia=2078&cod_secao=1

Nenhum comentário:

OS REPRESENTANTES DA CORRUPÇÃO

Política    É triste escrever um artigo com este título, mas não seria verdade se não fosse assim. É  desse modo que esta...