terça-feira, 22 de julho de 2014

NEM DO LADO DE LÁ, NEM DO LADO DE CÁ

Valdeni Cruz
Encontrei um amigo agora a notinha quando descia para a Santa Missa e ele me disse que alguém o parou no caminho e perguntou: você não foi para a apresentação dos candidatos da Prefeita? Ai ele disse que respondeu: não, pois eu já quebrei as correntes que me prendiam. Ouvindo aquilo pensei comigo: que coisa maravilhosa alguém poder dizer isso de peito aberto. Quantos de nossos amigos e colegas têm que se prestar o papel de ter que estar em algum lugar, ainda que contra vontade só para poder demonstrar para alguém de que está com ele. Isso não é justo para aqueles que se dizem livres. Não é normal que em pleno 2014 ainda tenhamos que nos comportar como no tempo do coronelismo. Tudo isso por causa do trabalho que recebeu ou da ajuda, ou, ou... A situação só mudou de figura. Ontem era o fulano, hoje é beltrano e amanhã será o cicrano e o povo continua nessa de correr atrás e viver situações como estas.

Eu sei que muitas pessoas ao lerem isso me recriminam, mas eu sei também que não podem dizer que isso não é verdade. No fundo todos gostariam de não dar a mínima para isso, porém, está dentro da situação. Oxalá um dia nossos amigos sejam livres, completamente livres dessas correntes e desses vexamos.
Não digo isso com orgulho, mas me sinto como um pássaro, podendo dizer o que penso sem nenhum ressentimento com alguém, seja do lado de lá ou do lado de cá, apenas sinto a liberdade de poder dizer isso abertamente.


Nenhum comentário:

OS REPRESENTANTES DA CORRUPÇÃO

Política    É triste escrever um artigo com este título, mas não seria verdade se não fosse assim. É  desse modo que esta...