MÁFIA DAS AMBULÂNCIAS - Deputado petista do CE é condenado


O juiz federal da 15ª Vara da Justiça Federal, da subseção de Limoeiro do Norte, Ciro Benigno Porto, condenou o deputado federal José Airton Cirilo (PT) pela prática de improbidade administrativa, no caso que ficou conhecido como "Máfia das Ambulâncias". O parlamentar foi condenado à perda de mandato, perda de bens, ressarcimento aos cofres públicos e suspensão dos direitos políticos. Cabe recurso.
Os assessores parlamentares do petista, Raimundo Lacerda Filho e José Caubi Diniz Júnior, além da ex-prefeita de Fortim, Maria da Conceição Chianca de Souza, e o presidente da comissão de licitação municipal de Fortim, Luis Carlos Costa, também foram condenados pela Justiça Federal no Ceará.
De acordo com a denúncia feita pelo Ministério Público Federal, José Airton teria exigido dos empresários Darci Vedoin e Liz Antônio Vedoin, uma comissão de 15% para ele e seus assessores, além de ter intercedido junto ao ex-ministro da Saúde, Humberto Costa, para que este liberasse a verba de R$ 30 milhões do orçamento da pasta para municípios do Ceará, onde R$ 6 milhões seriam direcionados para as empresas do Grupo Vedoin, que venceram as licitações no ano de 2003, quando as irregularidades teriam ocorrido.
O parlamentar chamou a decisão de "estapafúrdia", e sem fundamento. Segundo ele, não existem quaisquer provas contra a sua pessoa, ou que indiquem participação dele no esquema. "Tenho documentos provando tudo o contrário do 'cara' que me acusou, pois nunca tratei desse assunto", disse Airton.
Fonte: Diário do Nordeste

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RESUMO DO LIVRO "O PRÍNCIPE DE NICOLAU MAQUIAVEL"

O CONCEITO DE POLÍTICA EM ARISTÓTELES

O CARPINTEIRO - TEXTO MOTIVACIONAL