quarta-feira, 25 de março de 2015

COMO É O SEU AMBIENTE ESCOLAR?


Professor Valdeni Cruz



Penso que o ambiente escolar precisa se tornar por excelência o lugar do debate de ideias e de propósitos pedagógicos frutíferos. Devemos eliminar de nossas conversas o pessimismo, a descrença e a desmotivação desnecessária.
Durante esses anos de experiência no campo da educação, tenho presenciado quase que constantemente os mais diversos tipos de comentários nas horas de planejamento coletivo, na hora de elaborar um projeto na hora de aplicar uma nova metodologia e eventos na escola. Os comentários são repetitivos: não vai dar certo; é muito trabalho; é só pra ter raiva; ninguém quer fazer nada; só sobra pra mim; é muita besteira e por ai se segue.
Claro, a maiorias de nossos colegas ainda continuam acreditando e fazendo a diferença. Percebemos que mesmo em meio a tanta descrença e desvalorização, existem os que insistem em acreditar que é possível deixar marcas positivas. São aqueles que não perdem a motivação. Quando dizem que não tem mais jeito eles estão pesando uma nova estratégia, uma nova tentativa e colocando em prática a decisão tomada. É a  incansável busca de novos horizontes, novas possibilidades.
Sabemos que a educação brasileira é fraca, desacreditada, levada de qualquer jeito. Também é verdade que os profissionais da educação são desvalorizados e a preocupação dos governantes com uma educação de qualidade ainda está muito a quem. Porém, não podemos nos abater. Afinal, foi à profissão que escolhemos exercer. Além de que como em todas as profissões, esta também tem suas peculiaridades, suas desilusões, mas sem sombra de duvidas, têm seus privilégios, seus encantos, seu dinamismo próprio. Levar essa profissão de qualquer jeito seria um desperdício de talentos e de oportunidades de exercermos e de preparar as pessoas para o exercício pleno da cidadania.
É preciso acima de tudo, de postura, de ação concreta e eficaz. Talvez não consigamos salvar o mundo se mudarmos nosso jeito de ser e de agir, mas com certeza conseguiremos fazer a diferença onde tudo parece comum, tradicional e com cara de mesmice. Se agirmos assim, estejamos certos, no mínimo salvaremos nossa capacidade criativa, nosso modo de pensar o mundo e a realidade que nos cerca.
O homem é fruto do meio. Nós somos aquilo que pensamos ou o que pensam de nós. Entretanto, temos a possibilidade de ser aquilo queremos ser e pensar o modo de como queremos ser e viver.
É preciso mudar o discurso e acima de tudo, a prática.

O mundo precisa de atitudes positivas e otimistas. Faz-se necessário encontrar o caminho certo para se chegar aonde se quer chegar. Enxergar bem o caminho e ter certeza do sucesso. Nesse caso, o sucesso de nosso trabalho.

Nenhum comentário:

JUIZ DE PENTECOSTE DETERMINA AO MUNICÍPIO DE PENTECOSTE A CUMPRIR EXECUÇÃO DE SENTENÇA QUE GARANTE SALÁRIO MÍNIMO AOS SERVIDORES DE PENTECOSTE MESMO COM CARGA HORARIA REDUZIDA

Caríssimos companheiros e companheiras, boa tarde! É com imensa satisfação que o SINDSEP (Sindicato dos Servidores Municipais ...