sábado, 7 de junho de 2014

PLURALIDADE E DEFESA DA DEMOCRACIA MARCAM A ABERTURA DO VIII CONGRESSO DA FETAMCE


cog
Animação, memória e união foram os fios condutores da abertura do VIII Congresso da Federação dos Trabalhadores o Serviço Público Municipal no Estado do Ceará (Fetamce), realizada na noite desta sexta-feira (6), no Hotel Parque das Fontes, em Beberibe. O evento segue até o domingo (8).

Representantes de 146 sindicatos unificaram o movimento em repúdio ao golpe de 64, que torturou e matou trabalhadores e estudantes do País e comprometeram-se a sempre lutar, fazer valer e ampliar a democracia no Brasil.
Para a presidenta da Fetamce, Enedina Soares, a expressiva delegação do Congresso mostra o quanto cresceram os servidores municipais do Ceará. “Vocês não têm apenas lutado por questões corporativas, vocês se uniram aos demais movimentos sociais, pelo desenvolvimento social, democrático e político. Vamos conquistar não só nossos direitos, mas que as cidades possam respeitar as pessoas e suas diversidades. Nossas instituições precisam estar cada vez mais representativas. Nossos sindicatos devem estar cada vez mais ligados com os interesses da categoria. Se o prefeito ou prefeita não for trabalhar a população nem vai saber, mas se faltar o servidor municipal a população sente falta no mesmo minuto”. Espero que possamos fazer um grande debate, não só na quantidade, mas também na qualidade dos debates”, ressaltou.
Estiveram presentes no congresso o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Beberibe, Franciédson Oliveira; Glaydson Mota, secretario de Organização Sindical e Política Sindical da CUT-CE; Vilani Souza, presidenta da Confetam; Artur Bruno, deputado federal (PT-CE); Graça Costa, secretária de Relações do Trabalho da CUT Nacional, entre outras lideranças sindicais.

Ditadura Nuca Mais
A noite contou com uma grande homenagem aos que foram chamados no evento de “Heróis do combate à ditadura”. Com a entrega de rosas brancas e músicas de protesto das décadas de 60 e 70, Benedito Bezerril, Professor Candido Pinheiro, Gilvan Rocha, Inocêncio Uchoa e Rosa da Fonseca receberam flâmulas, em homenagem à história de luta. “Não se conquista direitos nem se avança na democracia sem a participação do povo. Vamos unir o povo rumo ao socialismo, que é o desejo maior dos trabalhadores”, ressaltou Benedito Bezerril, ex-preso político e membro de resistência ao golpe militar.

Ruth Cavalcante e Francisco Auto Filho também foram convidados, mas não puderam comparecer à solenidade e receberão as flâmulas da homenagem em casa.
Encerradas as atividades políticas, os trabalhadores fizeram um sarau de poesias. Amanhã haverá leitura e aprovação do Regimento do VIII Congresso, sessão de homenagens, debate conjuntura Internacional, Nacional e Estadual; e mesas temáticas. Confira aqui a programação completa.
Acompanhe também no Twitter e no Facebook as atualizações em tempo real.
Fonte: http://congresso.fetamce.org.br/noticias/pluralidade-e-defesa-da-democracia-marcam-a-abertura-do-viii-congresso-da-fetamce/

Nenhum comentário:

OS REPRESENTANTES DA CORRUPÇÃO

Política    É triste escrever um artigo com este título, mas não seria verdade se não fosse assim. É  desse modo que esta...