sexta-feira, 20 de novembro de 2015

REFLETINDO SOBRE O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA



Dia da Consciência Negra Imagem 1
Hoje, por ocasião do Dia da Consciência Negra, durante minhas aulas de História no Ensino Médio, apresentei aos estudantes dois vídeos: um documentário sobre as Comunidades Quilombolas e outro que tinha por tema: Vista minha pela. No primeiro, tratava da questão dos negros o Brasil. De suas contribuições para a formação da população brasileira, bem como para o desenvolvimento da economia e da cultura do país. No outro, tratava-se de um filme educacional, onde o mesmo retratava a história de uma menina branca que vivia em meio a uma sociedade de maioria negra. A menina branca era tratada pelos negros com desprezo. O filme tem por objetivo mostrar como se sentiriam os brancos se tivesse na condição dos negros. Um filme bem interessante. A menina branca se sentia discriminada, mas ao seu lado apareceram pessoas que a ajudaram a enfrentar as adversidades e ir em frente.


Depois da apresentação dos vídeos, tiramos um momento para refletir sobre a questão na sala e ouvir os alunos.

Dentro do contexto eu colocava pra eles que no Brasil o preconceito está muito mais ligado à classe social da qual a pessoa participa do propriamente a cor da pele. Basta ser pobre para sofrer preconceito, para ser destratado. É verdade que os negros sofrem duas vezes mais, mas quem é pobre, analfabeto e mora nas favelas ou no campo, sofre ainda hoje o pão que o diabo amassou para conquistar seus sonhos, pois as oportunidades muitas vezes lhes são negadas. Eles são podados pelos poderosos que tentam a todo custo desmoronar os sonhos de nossos nossa gente, nossas crianças, pois sabem que se estes jovens tiverem acesso a uma educação de qualidade, acesso ao lazer e a cultura, certamente serão uma ameaça a esta elite podre que desde sempre tentou massacrar o pequeno, impedindo que estes milhares de pessoas por este país a fora, mostrem sua capacidade de transformação.

Ao mesmo tempo eu dizia a eles: Mesmo diante de tamanhos desafios, não podemos desanimar, pois se desanimarmos ai eles nos massacram. Contei-lhes um pouco de minha história. Disse a eles que eu também sou da base da pirâmide social; que dei um duro danado pra chegar aonde cheguei; que quando tinha a idade deles passei por muitas dificuldades e que eu também achava que as coisas não iriam dar certo. Porém, Deus não nos abandona. Apareceram pessoas importantes na minha vida, além de minha família que contribuíram decisivamente para o meu crescimento e que serei grato eternamente. Porem, mesmo recebendo ajuda, foi preciso caminhar com as próprias pernas rumo as minhas conquistas. Disse ainda que, nos anos de 2002 até 2006, mais ou menos, saia dali de frente a igreja de Fátima e caminhava a pé até a escola da Vicente Feijó de Melo, no outro extremo da cidade, onde dava aula a noite todos os dias. Nessas idas e vindas eu sempre estava a pedir a Deus que melhorasse minha situação de vida e aos poucos Deus foi fazendo a sua obra.
Hoje, apesar das dificuldades, colho os frutos do esforço. Concursado duas vezes, trabalho no Estado e as portas se abriram. Esforcei-me por fazer o melhor e as pessoas iam reconhecendo minhas qualidades e competências e acreditando no meu potencial, foram me abrindo as portas das oportunidades.
Enfrentei tudo: os medos, as incertezas... Caminhei e continuo caminhando rumo ao futuro que começa a cada instante que temos de vida. Portanto, dizia a eles: não desistam por nada. Vejam o exemplo daqueles que desistiram. Onde eles estão? o que conseguiram? Alguns nem estão mais entre nós e outros, estão em lugares que não desejamos que ninguém esteja. Lute, persevere... Deus está e continuará conosco nos impulsionando sempre a ir em frente, usando a inteligência e pedindo sabedoria para fazer a coisa certa na hora certa.
Professor Valdeni Cruz



Nenhum comentário:

JUIZ DE PENTECOSTE DETERMINA AO MUNICÍPIO DE PENTECOSTE A CUMPRIR EXECUÇÃO DE SENTENÇA QUE GARANTE SALÁRIO MÍNIMO AOS SERVIDORES DE PENTECOSTE MESMO COM CARGA HORARIA REDUZIDA

Caríssimos companheiros e companheiras, boa tarde! É com imensa satisfação que o SINDSEP (Sindicato dos Servidores Municipais ...