Dilma e seu palavrório em favor da educação, mas cadê essa valorização que ela tanto fala que eu não percebo, já que sou professor?


Na premiação da 9ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), nesta quarta-feira (7/5) no Rio de Janeiro, a presidenta Dilma Rousseff afirmou que sem professores valorizados, bem capacitados, bem formados e valorizados socialmente, não é possível ter educação de qualidade. Para isso, ela lembrou a importância da lei sancionada em 2013 que destina 75% dos royalties do petróleo e 50% do fundo social do Pré-Sal para obter os recursos necessários na área da educação.
“Pagar bem os professores é algo estratégico nos próximos anos. Por isso que tem que usar o dinheiro dos royalties para pagar melhor o professor, e este país não pode ter constrangimento quando dissermos que temos que gastar com custeio em educação. Ou gasta com custeio ou não tem educação de qualidade, isso é algo que temos de reconhecer”, analisou.
Dilma ainda anunciou recursos para a ampliação do Instituto de Matemática Pura e Aplicada, responsável pela OBMEP. A presidenta também disse que os medalhistas da olimpíada devem ter uma pontuação extra na continuidade do programa Ciência sem Fronteiras, que oferece bolsas em universidades de outros países para alunos brasileiros de graduação e pós-graduação.
“A gente sabe que quem teve medalhas de ouro na olimpíada matemática tem uma determinada competência, e essa competência tem de ser aproveitada para o país. Tem de ter oportunidade de estudar lá fora, de ter um curso diferenciado. (…) Esse país tem de saber como melhor gastar o dinheiro dos impostos, e gastar melhor é gastar na educação, na formação profissional, técnica, e criando cientistas e pesquisadores”, comentou Dilma.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RESUMO DO LIVRO "O PRÍNCIPE DE NICOLAU MAQUIAVEL"

O CONCEITO DE POLÍTICA EM ARISTÓTELES

O CARPINTEIRO - TEXTO MOTIVACIONAL