sábado, 16 de agosto de 2014

PROFESSORES DE PENTECOSTE É HORA DE ACORDAR PARA O PRESENTE ANTES QUE SEJA TARDE

Professor Valdeny Cruz


Irei escrever algumas matérias sobre O PLANO DE CARREIRA E REMUNERAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE PENTECOSTE

Trata-se, portanto, da Lei Municipal nº 659/10 Pentecoste, 1º de Março de 2010. Esta é a lei que rege os profissionais da Educação em nosso município. É bom que se diga que esta lei foi elaborada pela própria administração da época. Desse modo, os interessados na questão não tiveram a oportunidade de discutir a lei passo a passo. O que aconteceu na verdade foram algumas reuniões onde estiveram presentes representantes do Sindsep, dos vereadores e da secretaria de Educação. Essas convocações na realidade aconteceram mais com a intenção de dar satisfação à opinião pública de que se estava fazendo alguma coisa até porque estavam sendo obrigados a apresentar o plano por causa da Lei do Piso do Magistério que entrara no ano de 2009.

Enfim, a Lei estava pronta. Se analisarmos a Lei, de imediato perceberemos que é uma Lei péssima, pois a mesma não trás nenhuma alegria para estes profissionais da educação. Preciso dizer aqui que antes dela ser aprovada foi preciso o Sindsep pressionar a gestão a rever a lei conosco, o que foi possível somente a muito custo. Essas reuniões aconteceram no CVT o que por sorte se pode mudar alguns artigos que prejudicavam mais ainda ao servidor, ou seja, se do jeito que está é ruim, imagine antes da revisão juntamente com o Sindsep que tantos criticam.
A verdade é que o tempo passou e o que se percebe é que a vida do professor só piorou nos últimos anos aqui em pentecoste. Isso se deve a falta de carreira e de perspectivas de um salário melhor. Essas melhoras não existem exatamente porque temos um plano que não ajuda o professor a progredir e o que era pra ajudar é descumprido. Tudo ou quase tudo foi pensando para que esse progresso não acontecesse.
Assim, gostaria de fazer uma convocação geral a todos os professores concursados da rede pública de Pentecoste para começarmos uma grande mobilização para pressionar a gestão a se manifestar e atender as nossas reivindicações que não são poucas. Queremos dizer a senhora Prefeita que nós não estamos satisfeitos com este plano que ai está e que queremos melhorá-lo e muito.
Queremos uma remuneração digna que se leve em conta as nossas titulações e formações e ao nosso tempo de serviço; queremos o retorno do nosso direito ao Quinquênio a Licença Prêmio, direito esse que foi tirado dos servidores e que é uma garantia da Lei Orgânica desse município.  Está no Art. 120 e XII da Lei Orgânica do município. Lembrando que o próprio município já reconheceu esse direito diante da Procuradoria Regional do Trabalho e que não concedia este direito devido o município não ter condições de pagar que o não se acredita, pois nunca se mostrou de forma clara que não tenha condições financeiras para isto.
É hora de todos nós professores nos unirmos em nome de nossas causas mais urgentes e uma delas é lutar pela nossa valorização enquanto profissionais, pois estamos impedidos de crescer profissionalmente, pois a única forma de aumento de nosso salário é a do Piso nacional. Não há um plano digno e não se ver nenhuma preocupação por parte dos gestores para mudar esta realidade. Se nós não formos à luta tenho certeza que da parte o que for pensado é para nos prejudicar mais ainda.
Estou lançando aqui a ideia de nos unirmos para pensarmos em uma estratégia para fazer valer nossos direitos. Desde já conto com sua ideia para que breve possamos começar a fazer a coisa acontece.




Nenhum comentário:

JUIZ DE PENTECOSTE DETERMINA AO MUNICÍPIO DE PENTECOSTE A CUMPRIR EXECUÇÃO DE SENTENÇA QUE GARANTE SALÁRIO MÍNIMO AOS SERVIDORES DE PENTECOSTE MESMO COM CARGA HORARIA REDUZIDA

Caríssimos companheiros e companheiras, boa tarde! É com imensa satisfação que o SINDSEP (Sindicato dos Servidores Municipais ...