PROFESSORES DIGAM NÃO A OPRESSÃO DOS CARRASCOS





Indignação!


Eu aceitaria qualquer pessoa baixar a cabeça para levar peia dos carrascos que se consideram gestores e representantes do povo, mas em se tratando de professor, sinto raiva quando os mesmos falam tanto em direitos, em sofrimentos, em desrespeito e na hora que tem que lutar contra a opressão aceita passivamente a opressão sem reagirem. É inadmissível que professores aceitam calados a retirada de seus direitos. Prefiro acreditar que isso não é verdade.

Nessas horas o que me passa pela cabeça é o desejo de que essas pessoas paguem o preço sozinho pela incompetência e incapacidade de agirem como cidadãos. Não consigo entender como pessoas como estas que fizeram faculdade, estudaram disciplinas de sociologia, filosofia, história critica, se dizem educadores e conscientes de seus direitos, quando não se revoltam contra aqueles que tentam acorrentar e impedir seu crescimento social e pessoal, restringindo desse modo, sua liberdade. Como é que pessoas assim dizem que lutam para transformar a sociedade e disseminar a cidadania? Eles começam tirando um direito aqui, outro ali e daqui a pouco tiram seu salário, tiram tua liberdade, acabam com teus sonhos. E ai, será que não será tarde demais? Você fazer o que? Trabalhar de graça, bater palmas para os seus opressores?

Talvez seja por causa de professores e servidores de modo geral com estas características que nossa cidade, nosso país esteja como está, jogado a própria sorte, nas mãos de governos e gestores incompetentes, dissimulados, vestidos em pele de cordeiro, mas que na realidade são lobos devoradores que se apóiam na arrogância e na prepotência para humilhar o trabalhador e ainda acharem que realmente podem tudo. Se libertem, quebrem essas malditas correntes que os matem presos. Tenham coragem de proclamarem vossa libertação, sua insatisfação mediante o desrespeito no qual estão submetidos.

Sinto tristeza e ao mesmo tempo lamento profundamente que uma boa parte de nossos professores baixem a cabeça e aceitem a chibata bater nas suas costas sobre as ordens dos carrascos que os conduzem. Graças a Deus que ainda existe uma boa parte que não se acovarda nem se submetem aos caprichos dos carrascos e opressores porque do contrário estaríamos todos perdidos.

Fica a dica: professor que se acovarda diante das injustiças e das opressões contra a os seus companheiros e contra si próprio não merece ser chamado de um verdadeiro educador.

Observação: quando se pergunta o que a gente vai fazer em relação aos opressores eu fico pensando o que é que a gente faz é com gente covarde que é está sendo oprimida e não tem coragem de reagir a opressão.


Professor Valdeni Cruz

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RESUMO DO LIVRO "O PRÍNCIPE DE NICOLAU MAQUIAVEL"

O CONCEITO DE POLÍTICA EM ARISTÓTELES

O CARPINTEIRO - TEXTO MOTIVACIONAL