DIRETORIA DO SINDICATO (SINDSEP) SE REUNE COM REPRESENTANTES DA PREFEITURA


Nota de esclarecimento

Professor Valdeni Cruz

Algumas pessoas me perguntaram se tínhamos tido reunião com a Prefeita na tarde desta quarta-feira. Digo a todos que não se preocupe que tudo o que viermos a fazer enquanto instituição sindical será manifesta a todos.
Tivemos sim uma breve reunião, mas a prefeita não esteve presente. Quem esteve presente nessa reunião participaram os representantes sindicais Valdeni Cruz, Antonia Nogueira (Nete), Auxiliadora, Eridan e Claudia Melo. Da parte da Prefeitura estavam presentes o Secretário de Finanças, Paulo Sergio, O advogado, Dr. Max e Gomes.
E o que houve nesta reunião? Uma conversa. Que tipo de conversa? O que está em pauta estes dias: a questão do salário mínimo. E no que foi que deu? Nada. Nós achávamos que a Prefeita já tivesse pensado sobre o que tinha feito com as pessoas e iria voltar atrás. Não era isso. Durante a conversa o Dr. Max veio com a mesma conversa de um ano atrás, ou seja, disse que não cortaram salário de ninguém. O fato de terem recebido somente meio salário se deu por não terem trabalhado as outras 20 horas. Noutra fala ele disse ainda que sobre esta causa já ganha pelos servidores há controvérsias e que o nosso advogado não está totalmente certo no seu ponto de vista e que ele acha que existe outra via que não esta de o servidor vir a receber um salário mínimo por 20 horas. Aquela conversa de dizer que é injusto. Na verdade a prefeitura quer que nós digamos para os servidores que eles desistam de seu direito e faça o que a prefeitura está mandando. Nós, pelo contrário, continuamos dizendo, não porque achamos, mas baseados na decisão da justiça, que os servidores continuem firmes trabalhando somente às 20 horas até que se efetive a Lei e os direitos dos servidores.
Dissemos que não abriremos mão dos direitos dos servidores. Vamos até o fim para ver a justiça sendo feita nesta cidade. Nós não somos atrevidos e estamos lutando feito tolos, mas estamos firmados em uma decisão superior e por ela vamos brigar para fazer valer.
Mas haverá uma convocação por parte do promotor de Pentecoste para com a prefeitura ainda esta semana e o sindicato, sob a orientação e acompanhamento do representante jurídico, Dr. Valdecy Alves, já está tomando todas as providências para garantir o que foi determinado pelo STF, que é a de que os servidores de Pentecoste, aqueles que são do concurso de 2003 deve receber um salário mínimo por apenas 20 horas.
Mas eu digo uma coisa: a Justiça precisa acabar logo com essa situação.  Ninguém aguenta mais. Quero ver a justiça determinar de uma vez por todas quem tem razão. Afinal, se a STF já disse e redisse que os servidores de Pentecoste ganharam o que é que ainda falta? Penso que está na hora de uma decisão final.

E esta decisão vai sair e não demora. Lembre-se, só vence quem luta. A vitória fica mais gloriosa quando a luta é mais intensa. Não desanimemos. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RESUMO DO LIVRO "O PRÍNCIPE DE NICOLAU MAQUIAVEL"

O CONCEITO DE POLÍTICA EM ARISTÓTELES

O CARPINTEIRO - TEXTO MOTIVACIONAL